Macron defende a criação de um exército único europeu face às ameaças de Leste

Francois Mori / EPA

Emmanuel Macron toma posse como presidente da França

O Presidente francês defendeu esta terça-feira a criação de um exército comum europeu. Para Emmanuel Macron, esta “será a única forma” de o bloco se proteger de ameaças, sobretudo de Leste.

“Não poderemos proteger os europeus se não decidirmos ter um verdadeiro exército europeu. Face à Rússia, que está junto às nossas fronteiras e que já mostrou que pode ser uma ameaça (…) nós devemos ter uma Europa que se defende sem depender unicamente dos Estados Unidos e de uma forma soberana”, disse Macron numa entrevista que está a ser difundida pela estação Europe 1.

Macron, sem referir países sublinha que “nos confins da Europa potências autoritárias emergentes estão a rearmar-se” e, por isso, apela à “proteção” numa altura em que os Estados Unidos tomaram a decisão de abandonar o Tratado sobre Desarmamento Nuclear, que data dos anos 1980.

“Quem é a principal vítima? É a Europa e a sua proteção”, declara o chefe de Estado francês referindo-se à decisão de Washington.

A União Europeia tenta a adaptar-se ao novo contexto geopolítico relacionado com a vontade do presidente norte-americano Donald Trump de reduzir o envolvimento dos Estados Unidos na defesa da Europa.

Um fundo de Defesa europeu deve ser acionado em 2019 para desenvolver as capacidades dos Estados membros no sentido de promover a independência estratégica da União Europeia.

Paralelamente, a França já iniciou com oito países europeus um grupo de intervenção com a finalidade de organizar de forma rápida uma operação militar, evacuações em países em guerra ou efetuar transportes de emergência em caso de catástrofes.

A capacidade de defesa e reforço europeu em questões militares é um dos “projetos” defendidos por Macron para responder “aos receios” dos cidadãos europeus.

A entrevista que foi gravada na segunda-feira está a ser transmitida nesta terça-feora de manhã e aborda também questões relacionadas com a política interna francesa com tópicos como a segurança nas escolas, através da presença policial, e as medidas fiscais aplicadas aos combustíveis.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Não faz qualquer sentido um um exército único europeu.
    Quando a Rússia quiser faz o que fez na Ucrânia e ninguém os pára, ou alguém imagina que se houvesse um exército europeu havia alternativa? quanto se teria que gastar para ficar com um exercito com uma capacidade próxima apenas da Rússia?
    Primeiro é criado o fundo de defesa europeu, onde todos vamos entrar, depois mais despesas com armamento porque ao ser criado um exército comum Europeu, os países de leste vão fazer o mesmo e temos outra corrida ao armamento para regalo dos EUA e Rússia.
    Com a corrida ao armamento grandes oportunidades de negociatas vão surgir, não vão ser só Submarinos.
    Os dados estão lançados e ninguém os vai parar.

    • O quê?! A Europa não tem força para se defender dos russos?! Deve andar muito distraído.
      Os países do leste?!!! Mas que países são esses alinhados com os russos? A Ucrânia?!!! A Rússia está isolada. Não tem cheta para financiar o velho armamento que possui. O seu armamento está a cair de velho. Aqui e ali procura iludir distraídos como o amigo com alguns artifícios para tontos.
      A Rússia não tem dinheiro. O seu armamento está envelhecido. Não se esqueça que quando foi necessário desmantelar submarinos nucleares russos não foram os russos que o fizeram. Foram os europeus que lá foram. A Rússia faz lembrar aquelas famílias aristocratas na penúria mas que insistem em viver das aparências.

      • Meu amigo respeito a sua opinião!
        Peço desculpa pela minha distracção.
        Pensava eu que a Rússia era um dos países a que o Sr. Macron se referia, pelo que demonstrou na Crimeia, onde a Europa e Eua ficaram a fingir que iriam defender a Ucrânia da ocupação Russa, fazendo bluf para tentar impedir os Russos de ocupar a Crimeia e não conseguiram mais que isso.
        Enquanto os países europeus se ficaram no Blá, Blá, os russos enviaram de imediato alguns aviões para sobrovoar o espaço Aéreo Europeu, um deles um avião de reconhecimento, (não lhe vou dizer o nome porque sou distraído e poderei induzi-lo em erro, mas pode sempre procurar essa informação na Net) que sobro-vou alguns países europeus (um deles Portugal) e a resposta dos países Europeus à violação do seu espaço aéreo foi mais Blá, Blá.
        Pensava eu que se houve-se uma guerra entre países europeus e a Rússia, que poderiam juntar-se à Rússia, China, Koreas ( Koreas porque se houver uma guerra acredito que a Korea do sul vai automaticamente mudar de posição, não vai ficar isolada),Irão,Índia, Paquistão, mesmo a Ucrânia em caso de guerra em larga escala acredito que mudava de posição, nas grandes guerras como sabe sempre houve grandes mudanças.
        Não acredito que possa haver uma Guerra, acredito sim que EUA e RÚSSIA tudo fazem para vender armamento que como sabe são as suas maiores fontes de rendimento.
        Mas seguindo a sua linha de pensamento não há razão para criar um exército Europeu.
        A Rússia e os países de leste não são uma ameaça, não têm dinheiro para uma guerra e têm material obsoleto, os países Europeus que poderiam fazer parte desse exército também não têm, resumindo não há dinheiro para guerras.
        Já agora quando Macron fala em exército Europeu, está a contar com Inglaterra?
        Creio que Inglaterra já têm dinheiro para uma Guerra e armamento nuclear, mas estará disponível para formar um exército Europeu? acredito mais que siga o caminho dos EUA.
        Infelizmente se houver uma grande Guerra, a Europa sem a ajuda da Inglaterra e Eua não teriam qualquer hipótese contra a todos os países Asiáticos, países pobres sem dinheiro com armamento obsoleto, mas muito armamento nuclear e militarizado.
        Paz é o que cremos todos.
        Mais uma vez peço desculpa pela minha opinião que parece diferente da sua.

  2. Desculpas da NWO. Macron, nem o diabo enganas……. Os ingleses têm razão de sair desta união “democrática” à moda do Adolfo e imposta à força pela NWO!!!. Votaste?!!!! EU NÂO….

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …