Lu-Olo eleito Presidente de Timor-Leste

Mast Irham / EPA

O novo Presidente de Timor-Leste Francisco Guterres Lu-Olo

O novo Presidente de Timor-Leste Francisco Guterres Lu-Olo

Francisco Guterres Lu-Olo foi eleito Presidente da República de Timor-Leste nas eleições desta segunda-feira.

Quando estão contados 90,09% dos votos, segundo o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), Francisco Guterres Lu-Olo lidera a contagem com 262.147 votos ou 57,42% do total, à frente do segundo classificado, António da Conceição, que tem 147.436 votos ou 32,29% do total.

Para vencer, qualquer candidato teria de obter 50% dos votos válidos mais um, ou 261.289, valor já ultrapassado por Lu-Olo.

Num universo de 743.150 eleitores, mesmo que a taxa de participação nos locais ainda por escrutinar fosse 100%, faltariam contar 73.646 votos, ou seja, menos do que aqueles de que António da Conceição precisaria para evitar a vitória de Lo-Olo.

Dirigentes do Partido Democrático (PD), que apoiou o segundo candidato mais votado nas eleições presidenciais, António da Conceição, já congratularam esta manhã Francisco Guterres Lu-Olo pela vitória.

Lu-Olo foi apoiado pelos maiores partidos timorenses, Fretilin (Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente) e CNRT (Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste).

Cerca das 13h00 locais desta terça-feira (4h00 em Lisboa), e 22 horas depois do fecho das urnas, o escrutínio provisório estava concluído em oito dos 12 municípios, na região especial de Oecusse-Ambeno e nos três centros de votação no estrangeiro (Sydney, Darwin e Lisboa).

Falta terminar a contagem em Bobonaro, Dili, Ermera e Lautem, municípios onde Lu-Olo lidera também a contagem.

Esta foi a terceira tentativa de Lu-Olo chegar à Presidência da República (perdeu na segunda volta em 2007 e 2012). O novo Presidente teve o apoio do líder histórico da resistência timorense Xanana Gusmão, do CNRT, que formalizou o apoio ao candidato dando instruções às bases para votarem pelo líder da Fretilin, que, outrora, era o seu principal rival.

António da Conceição, atual ministro da Educação e secretário-geral do PD, teve o apoio do Khunto – força ligada ao grupo de artes marciais Korka – e de alguns militantes do Partido de Libertação do Povo (PLP), força política que poderá vir a ser liderada, depois de 20 de maio, pelo atual chefe de Estado, Taur Matan Ruak.

Conceição enfrentou, porém, alguma divisão interna no PD – alguns dirigentes não apoiaram a ideia de uma candidatura presidencial e questionaram a influência do Khunto, cuja presença em algumas caravanas chegava a ser maioritária.

Houve ainda divisão no PLP, com os veteranos do partido a recusarem apoiar Conceição num combate direto com um companheiro da luta contra a ocupação indonésia.

“Desta vez a vitória é minha”

“Desta vez a vitória é minha”, disse à Lusa Lu-Olo que foi eleito na primeira volta das eleições presidenciais e na sua terceira tentativa, depois de derrotado na segunda volta nas eleições de 2007 e 2012.

Foi realmente decisivo esse apoio de Xanana Gusmão e do CNRT, mas posso dizer que muito mais decisivo foram os militantes e quadros da Fretilin que apoiaram a minha candidatura. Esses sim foram determinantes”, afirmou à Lusa, nas suas primeiras declarações desde que foi eleito.

Lu-Olo falava à Lusa na sede do Comité Central da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) onde hoje à tarde, hora local, se concentraram centenas de militantes e simpatizantes do partido e onde o Presidente eleito foi congratulado por muitos dos presentes.

Sempre buscarei diálogo com os órgãos do poder político, principalmente com o Governo e o Parlamento Nacional e com toda a sociedade. Irei fazer isso, para ouvir um pouco mais sobre o que as pessoas pensam do desenvolvimento do país”, afirmou.

“Tentarei falar com todos para que ninguém se sinta excluído na participação da governação do país”, sublinhou Lu-Olo, de 62 anos.

Não represento a velha geração. Muita gente da nova geração apoia a minha candidatura e votaram em mim. Basta ver aqui na nossa sede do Comité Central da Fretilin (CCF). Tenho muitos jovens, uma organização da juventude muito grande que apoia a minha candidatura. Muitos jovens que votaram em mim, não apenas da Fretilin mas de outros”, afirmou.

Lu-Olo quis ainda agradecer a todos os que o apoiaram, especialmente à Fretilin, os seus quadros e militantes bem como os restantes partidos que apoiaram a candidatura.

“Finalmente quero agradecer ao povo de Timor-Leste que me deu esta confiança para ser Presidente de todos os timorenses”, afirmou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …