“Lodo assassino”. Algas potencialmente mortais invadem praias da Bretanha

Ativistas ambientais consideram que este “lodo assassino” está relacionado com os nitratos dos fertilizantes usados na agricultura intensiva e com os resíduos da produção de gado e de laticínios.

Durante as últimas décadas, começaram a aparecer algas potencialmente letais nas baías da costa noroeste da Bretanha, em França. Segundo o The Guardian, ambientalistas dizem que esta situação está relacionada com os nitratos dos fertilizantes e com os resíduos da produção intensiva de suínos, de aves e de laticínios que fluem para o sistema fluvial e acabam no mar.

Quando as algas se decompõem, gases tóxicos ficam presos sob a sua crosta, tornando-as potencialmente fatais para as pessoas que as pisam. “Pode matar uma pessoa em poucos segundos”, afirma André Ollivro, ex-técnico de gás, que lidera a luta contra o que ficou conhecido como “lodo assassino”.

“Quando tinha 16 anos, costumava trazer um barco para aqui com o meu tio. Naquela época, era só beleza natural e não se via algas empilhadas. É uma pena que este lugar esteja agora associado à morte”, lamenta Ollivro, agora com 74 anos.

Este verão, seis praias foram encerradas em Saint-Brieuc por causa destas algas. Várias escavadoras e camiões levaram-nas para um centro de tratamento, onde depois foram secas e eliminadas. O cheiro resultante deste processo era tão intenso — os locais queixaram-se que tinham acordado à noite por causa desse odor — que o centro teve de encerrar de forma temporária.

A revolta, segundo o jornal britânico, intensificou-se em julho, quando os familiares de um homem, que morreu no estuário de Gouessant em 2016, processaram as autoridades estaduais e locais. A família alegou que não tinha sido feito o suficiente para impedir a propagação das algas e que o público não tinha sido devidamente avisado dos perigos.

Jean-René Auffray, de 50 anos, morreu enquanto corria perto da praia em Hillion. A área onde depois foi encontrado foi a mesma onde, há cinco anos, também morreram mais de 30 javalis. Já em 2009, outro homem, Thierry Morfoisse, morreu repentinamente enquanto conduzia um camião que transportava algas para longe de uma praia.

O líder do partido francês Europa Ecologia – Os Verdes, Yannick Jadot, acusou recentemente o Estado de encobrir os riscos destas algas e de estar mais interessado em proteger a indústria de alimentos.

Do outro lado, Thierry Burlot, vice-presidente responsável pelo ambiente na região da Bretanha e responsável pelo único centro de refugo destas algas, afirma que as iniciativas estaduais reduziram consideravelmente os nitratos no sistema de água nos últimos anos. Um desses exemplos é a baía de Saint-Brieuc, cujos níveis caíram para metade.

“A Bretanha tem cerca de 2700 quilómetros de costa e menos de 5% é afetada por este fenómeno. Há 15 anos, no pior momento, recolhíamos 30 mil toneladas de algas por ano em certas praias da Côtes d’Armor. Agora, são dez mil toneladas por ano“.

Sylvain Ballu, um cientista do Céva (Centre d’études et de valorisation des algues), confirma que há sinais positivos que confirmam que os níveis de nitratos estão a diminuir, mas que isso não é ainda suficiente.

“A poluição geralmente é invisível a olho nu, sobretudo quando se trata de nitratos ou pesticidas. Estas algas tornaram a poluição invisível extremamente visível, malcheirosa e perigosa”, conclui.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …