Livre não aplica sanção a Joacine, mas condena declarações da deputada

Rodrigo Antunes / EPA

A candidata eleita pelo Livre à Assembleia da República, Joacine Katar Moreira

O Livre decidiu não aplicar qualquer sanção disciplinar a Joacine Katar Moreira no seguimento do conflito entre Direção e deputada que surgiu após a polémica abstenção num voto no parlamento sobre uma investida israelita na Faixa de Gaza. Ainda assim, a Assembleia do partido criticou as suas declarações públicas.

Num extenso comunicado, a Assembleia do Livre, órgão dirigente alargado e máximo entre Convenções e reunido no domingo e segunda-feira, mostrou-se “verdadeiramente consternada pelos acontecimentos das últimas semanas” em que o partido “tem estado envolvido e no evitável conflito em público a que esteve sujeito”.

O órgão defendeu que “devem ser reiterados os valores que pautam a intervenção pública dos membros do Livre, incluindo os eleitos, nomeadamente a lealdade, urbanidade, o respeito pelas decisões legítimas dos órgãos e a colegialidade na tomada de decisões”.

“Segue da apreciação do parecer da Comissão de Ética e Arbitragem (CEA) que não há divergências políticas substanciais, mas que há um desentendimento procedimental, e que não há lugar a repercussão disciplinar. Nas suas considerações finais reforça a posição de que a articulação política com os eleitos pelo partido, nomeadamente entre o Grupo de Contacto (direção), a deputada do Livre e o seu grupo parlamentar, tem de ser melhorada, mas que a matriz ideológica do Livre não foi afetada”, lê-se no texto.

A anterior reunião da Assembleia tinha pedido esclarecimentos ao Conselho de Jurisdição, o qual delegou na CEA a averiguação dos factos ocorridos no processo de comunicação entre Joacine Katar Moreira e o Grupo de Contacto, marcado por comunicados com acusações mútuas e também por declarações da parlamentar que acusou a direção de falta de apoio inclusive durante a campanha eleitoral.

Na reunião deste fim de semana, decidiu-se “reafirmar que o gabinete parlamentar deve levar a cabo o trabalho na Assembleia da República com independência, no respeito pelos valores e princípios do Livre e por todo o património ideológico e programático, devendo manter os órgãos do partido informados e envolvidos na elaboração e apresentação das iniciativas legislativas e outras”.

Declarações “gravosas para a honra do partido”

Os dirigentes do Livre apelam “a que se trabalhe a confiança entre Grupo de Contacto e a deputada do Livre, ultrapassando o clima de desentendimento decorrente de mal entendidos e divergências em relação a factos ocorridos no passado”, considerando “que as declarações prestadas pela deputada do Livre à comunicação social, nomeadamente ao Observador e Notícias ao Minuto, foram gravosas para a honra e dignidade do partido, dos seus membros, apoiantes e simpatizantes, assim como dos seus órgãos”.

“Lamenta ainda profundamente que elas tenham sido produzidas e que não tenha existido um pedido de desculpas pelas mesmas, esperando que esta situação não se venha a repetir”, é frisado no comunicado da Assembleia do Livre.

Os responsáveis do partido da papoila defendem que “a comunicação do partido, do gabinete parlamentar e dos eleitos do Livre deve privilegiar a apresentação e debate das propostas políticas do partido, em detrimento da pessoalização da mensagem política” e que “o Grupo de Contacto deve retomar as reuniões semanais de articulação com o gabinete parlamentar, devendo a Assembleia ser informada sobre os mesmos”.

A Assembleia do Livre reafirmou ainda que o partido “privilegia um relacionamento cordato com os órgãos de comunicação social, respeitando o trabalho dos jornalistas, sem o prejuízo da normal crítica cívica e democrática”.

“O Livre é o único partido da esquerda portuguesa que não nasceu sob uma orientação marxista ou leninista. É um partido que se situa no meio da esquerda, sem extremismos, nem intolerâncias. Defende a convergência. É universalista e europeísta. Defende os direitos individuais e os direitos das minorias. Luta pela justiça social e pela justiça ambiental. É feminista e antirracista.”

Defende a liberdade, a igualdade e a solidariedade. É cosmopolita. É fiel à sua matriz eco socialista democrática e recusa a mercantilização das pessoas, do trabalho e da natureza”, definiu-se na reunião de domingo e segunda-feira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …