Livre e BE admitem convergências mas apoio ao Governo dependerá das medidas do PS

António Cotrim / Lusa

O Livre e o Bloco de Esquerda admitiram hoje que há possibilidade para convergências parlamentares ao longo da legislatura, mas Joacine Katar Moreira salientou que um possível apoio ao Governo dependerá “das medidas mais à esquerda do Partido Socialista”.

“Há uma ótica comum da necessidade de uma união à esquerda mas há igualmente a consciência de que esta união à esquerda dependerá necessariamente das óticas, da legislação e das medidas mais à esquerda do Partido Socialista”, disse aos jornalistas a deputada eleita Joacine Katar Moreira no final de uma reunião com o BE, que decorreu na Assembleia da República.

Concretizando, a parlamentar salientou que, “se o Partido Socialista tiver uma governação à esquerda, se tiver uma governação que respeite os direitos laborais, se tiver uma governação orientada para a redução das assimetrias económicas, sociais e por aí fora, obviamente que irá igualmente ter um suporte parlamentar de ambos”.

“O BE é um dos nossos parceiros fundamentais porque há muito mais do que nos une, do que necessariamente aquilo que nos separa”, como o aumento do salário mínimo nacional, o combate às desigualdades, maior investimento no Serviço Nacional de Saúde e nas energias renováveis ou a recolha de dados étnico-raciais, sublinhou a deputada do Livre.

De acordo com Joacine, estes encontros pedidos pelo Livre a alguns partidos estão enquadrados no objetivo de “reforçar sucessivamente que esta legislatura seja uma legislatura verdadeiramente à esquerda e que, igualmente, seja uma legislatura na qual as questões da justiça social e da justiça ambiental sejam completamente salvaguardadas”.

Pelo Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido, Catarina Martins, assinalou que existem “convergências com o Livre sobre a necessidade de uma lei laboral mais forte, que proteja quem vive do seu trabalho, sobre a necessidade de ter um Serviço Nacional de Saúde também mais forte, sobre as questões dos serviços públicos, da escola pública”.

“Esperamos poder trabalhar em todas essas matérias durante os próximos tempos”, declarou a líder do BE, ressalvando, porém, que este encontro entre os dois partidos “foi apenas uma reunião preliminar de trabalho” e que não estão agendadas futuras reuniões.

Ainda assim, o Bloco admite que as duas forças políticas poderão “conversar ao longo da legislatura” porque ”não teria sentido se fosse de outra maneira”.

“Todas as convergências que forem possíveis criar em nome do trabalho, em nome dos serviços públicos, do Estado social são importantes, e nós estamos aqui com uma expectativa que seja possível trabalhar nesses dossiês em que, aliás, os nossos programas têm proximidade”, concretizou.

Na semana passada o Livre anunciou que iria pedir reuniões com BE, PCP, PEV e PAN para discutir “possíveis convergências”.

O encontro aconteceu na Assembleia da República, e contou com a presença da coordenadora nacional do BE, Catarina Martins, do líder do grupo parlamentar, Pedro Filipe Soares, e da deputada recém-eleita Beatriz Dias.

Já pelo Livre, esteve presente a deputada eleita Joacine Katar Moreira, o seu assessor parlamentar, Rafael Martins, e os membros do Grupo de Contacto do partido Isabel Mendes Lopes e Pedro Mendonça.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hotel japonês oferece estadia por 1 dólar (mas é preciso transmitir tudo no YouTube)

O hotel japonês Business Ryokan Asahi, na cidade costeira de Fukuoka, oferece dormida por um dólar (130 ienes) desde que os hóspedes concordem transmitir toda a sua estadia através do YouTube. De acordo com os …

Peter 2.0. Cientista com doença terminal quer transformar-se no ciborgue mais avançado de sempre

Peter Scott-Morgan, cientista britânico do ramo da robótica, está em fase terminal da doença do neurónio motor, uma doença degenerativa. Mas ele não quer visto como o homem que morreu daquela doença, mas sim tornar-se …

Estados Unidos vão transformar aeronaves obsoletas em "aviões arsenal"

Os Estados Unidos preparam-se para transformar algumas das suas maiores e mais obsoletas aeronaves em "aviões arsenal", que funcionarão como plataformas repletas de armas, revelaram fontes do Governo norte-americano. Foi em 2016 que esta ideia veio …

Imperador japonês paga 25 milhões de dólares por ritual secreto para dormir com deusa

Este ritual de sucessão do Imperador Naruhito aconteceu na quinta-feira e envolve dormir com uma deusa do Sol. O templo é construído para o efeito e é destruído depois. O ritual japonês altamente secreto conhecido como …

Para entrar nesta praia italiana, vai ser preciso pagar (e nem todos podem entrar)

Aos pés de uma antiga aldeia de pescadores, La Pelosa é uma atração turística muito célebre. Por isso, a autarquia decidiu tomar medidas para a proteger. A famosa praia tem sido uma vítima da erosão natural …

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …