Livre admite dificuldades de comunicação, mas mantém confiança em Joacine

Manuel de Almeida / Lusa

A Assembleia do Livre, órgão máximo do partido entre congressos, reuniu-se este domingo em Lisboa, um encontro que já estava marcado, mas que aconteceu um dia depois da polémica entre a deputada única Joacine Katar e o Grupo de Contacto, a direção do partido.

“A Assembleia do Livre reconhece que todos os nossos membros, apoiantes e eleitores olham para as declarações dos últimos dias com perplexidade. Assumimos as dificuldades de comunicação e queremos garantir que estamos a trabalhar em conjunto para as resolver, reafirmando que o partido continua unido e focado em torno do seu programa político e eleitoral”, pode ler-se no comunicado enviado pelo órgão diretivo.

No mesmo texto, é ainda reiterada a posição, “estabelecida ao longo dos seis anos de existência do partido, na defesa dos Direitos Humanos e subscrevendo os princípios do Direito Internacional contra os colonatos ilegais na Palestina“.

Joacine Katar Moreira também esteve presente na reunião — que segundo fonte do partido adiantou à Lusa terminou pelas 22h30 —, mas saiu antes do final, pouco depois das 18h, escusando-se a prestar declarações à comunicação social.

A Assembleia da República aprovou, na sexta-feira, um voto do PCP de “condenação da nova agressão israelita a Gaza”, que teve a abstenção da deputada única do Livre.

No sábado de manhã, o partido fundado por Rui Tavares manifestou preocupação com o voto da sua deputada “em contrassenso” com o programa e as posições do Livre, de acordo com um comunicado do Grupo de Contacto, a direção do partido.

Em resposta, Joacine Katar Moreira atribuiu o sentido do seu voto a uma “dificuldade de comunicação” com a direção do Livre, afirmando terem sido “três dias de contacto infrutífero”, e mostrou-se surpreendida com a posição do partido.

Posteriormente, Pedro Nunes Rodrigues, da direção do Livre assegurou à Lusa que nunca foi pedido pelo gabinete de Joacine Katar Moreira qualquer apoio específico no voto sobre a Palestina, mas adiantou que o partido continuará a trabalhar com a deputada “para que a legislatura corra da melhor forma, sem problemas de comunicação”.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O Livre entrou no caminho do surreal. Depois do episódio da saia, surge esta telenovela de voto contraditório com posição assumida e justificação extraordinária: dificuldade de comunicação. Isto, na era da comunicação. E se Joacine votou em desacordo com o que pensa, então afinal o Livre está muito pouco livre. E ainda está a começar.

  2. Eu só questiono: Não estamos num país onde se fala Português? Qual a dificuldade na comunicação? A meu ver os alicerces da língua (portuguesa) não estão bem estudados por quem quer ser “deputada à força”.

  3. Que se entendam… A Joacine é inexperiente nestas andanças! Mas é Jovem, inteligente e com o tempo, mesmo em desacordo com a direcção, poderá vir a ser uma parlamentar com qualidade, marcando mesmo a diferença em muitas situações… O Livre naceu, penso eu, após uma ruptura com o BE! Tal como os recém formados, partidos, pensam que basta ir a eleições à conquista do voto para ter um grupo parlamentar grande ou com muitos deputados… Mas a realidade é diferente! Os Partidos designados tradicionais, da esquerda à direita, acabam por representar bem as “diferentes sensibilidades políticas” da maioria dos Portugueses! Os que se sentem exccluídos, como a extrema esquerda, extrema direita ou outros grupos terão de continuar a ir à luta! A extrema-direita conseguiu apenas um deputado… E difícilmente irá conseguir mais, pelo menos, nos próximos tempos…

  4. Pois se a mulher é gaga tem que haver dificuldades de comunicação! Eu sempre tenho dito que todo este enredo que envolve esta senhora e o seu partido, sobretudo ela, que irá dar em motivo de chacota.

RESPONDER

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …