Lisboa é “um dos mistérios mais bem guardados do século XX”

O escritor Neill Lochery afirma no seu novo livro, intitulado “Lisboa”, que a importância da capital portuguesa “continua a ser um dos mistérios mais bem guardados da história do século XX”.

Neill Lochery, nascido na Escócia em 1965, especializou-se em História Moderna da Europa e Mediterrâneo, tendo desempenhado funções no British Council em Portugal nos anos 80.

Lisboa. A cidade vista de fora. 1933-1974” narra a história dos estrangeiros ilustres e anónimos que passaram pela capital ou nela se estabeleceram, desde os anónimos refugiados da II Guerra Mundial, que procuravam fugir às tropas nazis, alguns com o visto do cônsul Aristides de Sousa Mendes, a outros mais conhecidos, nomeadamente membros da realeza, como o rei Carol da Roménia.

No período da II Guerra Mundial (1939-45), Lisboa foi uma cidade “relevante”, por ser a capital europeia mais a ocidente e de um país neutro, e “uma espécie de transposição para vida real do filme ‘Casablanca’“, escreve o autor.

“No final da guerra, a cidade viu-se amplamente esvaziada dos muitos estrangeiros que nela viviam, todavia não perdeu a sua importância estratégica”, e “o início da Guerra Fria confrontou Lisboa com um novo conjunto de desafios e oportunidades”.

Neste contexto não é alheia a importância estratégica da base açoriana das Lajes, que se tornou “vital para o empenho de Washington em estabelecer uma forte guarnição militar na Alemanha”.

Neste período, Lisboa é visitada por figuras como o presidente norte-americano Dwight Eisenhower, que “desfilou em apoteose pelas ruas”, Jacqueline Kennedy, mulher do Presidente norte-americano John Kennedy, que “adotou uma posição particularmente dura com Portugal”, nos anos de ditadura, com a eclosão da guerra colonial, os Príncipes do Mónaco, Grace e Rainier, Richard Nixon, que se tornaria presidente dos EUA em 1969, das atrizes Brigitte Bardot, Claudia Cardinale, Nadia Gray, Micheline Presler, e os duques de Windsor, que tinham sido alvo, quando estiveram em Cascais anos antes, de uma “conspiração alemã” para os raptar.

Lisboa, no período da guerra, é descrita pelo autor como uma “cidade internacional onde os Aliados e as potências do Eixo operavam às claras”, “um período de diplomacia de risco” onde, por duas vezes, se jogou a possibilidade de pôr fim ao conflito.

Uma das vezes por iniciativa italiana, “num amplo jardim privado cercado por muros altos, situado no bairro da Lapa”, e a outra, entre dois dirigentes dos serviços secretos inglês e alemão, no centro de Lisboa.

O período da guerra e o que se lhe seguiu de imediato – a década de 1950 – Lisboa, que o autor qualifica como “cidade luz”, continuou a ser visitada por personagens ilustres, quer a título particular, como a dos atores Laurence Olivier e Vivien Leigh, quer oficial, como a da Rainha Isabel II, em 1957, que “atraiu multidões à capital portuguesa”.

Neill Lochery dá conta de que Lisboa foi o cenário natural da “primeira película norte-americana filmada em formato panorâmico”. O filme, “Lisbon”, de Ray Milland, foi protagonizado por Maureen O’Hara e Claude Rains, tendo sido estreado em 1956.

Considerando que o centro de Lisboa “pouco se alterou entre 1933 e 1974” – datas que correspondem ao início da ditadura do Estado Novo, com a proclamação da Constituição corporativista, e a revolução de Abril, que lhe pôs fim, a obra conta a história da cidade “através do testemunho e do olhar daqueles que nela viveram ou a visitaram”.

Uma história “contraditória de um país cada vez mais isolado no plano diplomático, mas ao mesmo tempo mais procurado e marcado pela chega de estrangeiros abastados a Lisboa”.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Análise de ADN revela que japoneses modernos são descendentes de três povos diferentes

O território que hoje dá lugar ao Japão está ocupado desde o período do Paleolítico Superior. Até agora pensava-se que a ancestralidade genética japonesa era dupla, mas uma nova pesquisa vem trazer novos detalhes.  Um novo …

"Engodo dos eleitores". Jerónimo acusa PS de usar aparelho do Estado para conquistar votos

O secretário-geral do PCP acusou o PS de estar a utilizar o aparelho do Estado, nomeadamente a “bazuca europeia”, para conquistar votos nas eleições autárquicas, e exigiu que seja garantida a neutralidade dos órgãos de …

Submarinos: Portugal expressa solidariedade com França (e diz que Austrália “furou compromissos”)

O ministro dos Negócios Estrangeiros português disse hoje à Lusa que a Austrália “furou compromissos” com a França, numa decisão “bastante discutível”, acrescentando que Portugal já transmitiu solidariedade ao país europeu. Augusto Santos Silva disse, em …

ADSE recua e volta a comparticipar atos prescritos pelo SNS

A Associação Nacional de Beneficiários (Associação 30 de Julho) revelou que a ADSE recuou, perante uma reclamação da entidade, e vai voltar a comparticipar atos prescritos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS). “Na sequência da reclamação …

O maior sistema de cavernas do mundo é (ainda) mais extenso do que se pensava

O maior sistema de cavernas do mundo estabeleceu um novo recorde depois de uma equipa de topógrafos conseguir mapear mais 13 quilómetros das passagens no Parque Nacional de Mammoth Cave, em Kentucky, nos Estados Unidos. As …

"Por trás lá vem a facada". Costa critica "duplicidade" da postura do Governo da Madeira

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu que as autonomias precisam de “solidariedade e confiança mútua”, assente na verdade, criticando a “duplicidade” da postura do Governo da Madeira no relacionamento com a República. “As autonomias exigem …

Estrela foi banquete de um buraco negro e criou um fenómeno raríssimo

O resultado do encontro entre um buraco negro e uma estrela azarada deu origem a um fenómeno raríssimo detetado por astrónomos. Ao medirem a radiação X enquanto a estrela era devorada, perceberam que estavam perante um …

Um carro movido a energia solar? Bom. Um carro-casa movido a energia solar para fazer 3 mil km? Melhor ainda

Projeto foi desenvolvido por estudantes universitários holandeses, cujo trabalho em veículos movidos a energia solar é já conhecido. O Stella Vita será testado numa viagem de longo curso pelo sul de Espanha já este mês, …

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …