Há uma ligação entre a Mona Lisa e Espanha

A investigadora Dolores García revelou que as roupas usadas por Lisa Gherardini, que se acredita ser a protagonista da famosa pintura de Leonardo da Vinci, vieram da guilda de seda valenciana e os seus corantes eram espanhóis, importados da América.

Lisa Gherardini era um membro da família Gherardini de Florença e da Toscana. O seu nome foi dado ao quadro Mona Lisa, que se acredita ser um trabalho encomendado pelo seu marido a Leonardo Da Vinci durante a Renascença italiana.

Dolores García, autora de várias obras sobre a Mona Lisa, iniciou esta investigação, interrogando-se porque é que Lisa Gherardini, esposa do comerciante de tecidos e seda Francesco del Giocondo, um dos mais ricos e influentes de Florença, fora retratada sem nenhuma jóia, que identificava a classe social e a elite da época.

“As mulheres florentinas eram uma vitrine para famílias ricas e, de acordo com o seu estatuto social, usavam um tipo de jóia”, explicou a investigadora, em entrevista à agência EFE, citada pelo jornal espanhol ABC.

Gherardini era a mulher do comerciante mais rico e famoso da cidade e um dos doze homens que compunham o governo da República de Florença, com poder e estatuto importante, de modo que este facto era ainda mais incompreensível.

Durante sua investigação, documentada no seu último ensaio “Valência e a sua arte de seda na Gioconda”, Garcia percebeu que Mona Lisa estava a usar uma jóia: o seu vestido de seda. “O vestido era a verdadeira jóia da família e a que mostrava a sua posição social”, disse a investigadora.

Por outro lado, não era uma jóia ostensiva, não tinha bordados de ouro e prata, o que a levou a pensar que o seu valor estava no corante. Foi assim que Garcia descobriu que as cores preto, beringela e amarelo da roupa eram um corante especial de uma planta que a Espanha tinha importado após o descoberta da América e que “apenas as famílias mais ricas” e a nobreza europeia poderiam usar.

O valenciano Luis de Santángel introduziu o corante americano em Espanha, o que significou uma revolução no setor, monopólio da monarquia espanhola. A cidade de Valência também era, naquela época, o “centro de seda de toda a península”, com os melhores artesãos e tintureiros de seda. Do porto da cidade de Grau saía toda a seda da península para Florença – e essa é a conexão com o comerciante Francesco del Giocondo.

Para a investigadora, na pintura da Gioconda, “vemos a seda de Valência” como um símbolo de riqueza, prestígio e alto estatuto do comerciante florentino e da sua família.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …