Numa Liga Europa “aportuguesada”, o Sporting foi o único a rugir

Miguel A. Lopes / Lusa

O Sporting foi a única equipa portuguesa a conseguir vencer nos 16-avos-de-final da Liga Europa. Benfica, FC Porto e SC Braga saíram derrotados dos seus respetivos jogos.

A Liga Europa é casa dos emblemas portugueses esta temporada, onde se reúnem Sporting, Benfica, FC Porto e SC Braga. No entanto, num dia em que se podia esperar muito das equipas lusas, a jornada acabou por ser desapontante. Apenas o Sporting conseguiu vencer o duelo — com os restantes conjuntos a saírem derrotados.

Em Alvalade, o Sporting conseguiu um resultado bastante positivo frente aos turcos do Basaksehir, vencendo por 3-1. Oportunidades não faltaram aos ‘leões’, que até podiam viajar à Turquia para a segunda mão com um parcial mais confortável.

Do lado dos turcos, jogaram duas caras conhecidas do futebol português: Júnior Caiçara, que passou pelo Gil Vicente, e Carlos Ponck, antigo jogador do Aves, Benfica, Chaves e Paços de Ferreira, entre outros.

Sebastián Coates, Andraz Sporar e Luciano Vietto marcaram os golos sportinguistas, com Edin Visca a reduzir para os turcos, na marcação de uma grande penalidade.

Com este golo, Sporar já leva seis na Liga Europa e junta-se ao top dos melhores marcadores da competição — muito graças aos tentos conseguidos ainda ao serviço do Slovan Bratislava. No topo da lista está também Diogo Jota, do Wolverhampton, e Bruno Fernandes, que agora alinha pelo Manchester United.

Benfica prolonga série negra

Num dos outros jogos do dia, o Benfica perdeu em Kharkiv com os ucranianos do Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, por 2-1, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

Depois de um nulo ao intervalo, os ucranianos entraram melhor na segunda parte e adiantaram-se aos 56 minutos, através de Alan Patrick, o Benfica ainda igualou aos 66′, por intermédio de Pizzi, na conversão de uma grande penalidade, mas o Shakhtar assegurou o triunfo aos 72, com um golo de Kovalenko.

As ‘águias’ prolongam para quatro o número de jogos sem ganhar, mas Bruno Lage não se mostra preocupado.

Independentemente de ser o quarto jogo sem ganhar, o que interessa é o contexto deste jogo. É uma eliminatória que está em aberto e vamos discuti-la no nosso Estádio e perante os nossos adeptos. Não é o resultado que queríamos, mas marcar um golo fora é importante e nada ficou finalizado na Ucrânia”, disse o treinador benfiquista na conferência de imprensa.

Na segunda mão, o Benfica vê-se obrigado a vencer para dar continuidade ao seu percurso nas competições europeias.

‘Dragões’ pecam pelos erros defensivos

O FC Porto também esteve longe da prestação desejada na Alemanha. Os ‘dragões’ perderam em casa dos germânicos do Bayer Leverkusen, por 2-1.

Lucas Alario, aos 29 minutos e Kai Havertz, aos 57′, na marcação de uma grande penalidade, marcaram os golos do Bayer Leverkusen, com Luis Díaz, aos 73′, a reduzir para os ‘azuis e brancos’.

Os golos dos ‘farmacêuticos’ derivaram de erros da defesa portista. No primeiro, uma distração permitiu ao avançado argentino finalizar livre de marcação ao segundo poste. Já no segundo, Wilson Manafá deixou-se driblar facilmente por Kevin Volland e acabou por cometer penálti na tentativa de remediar o seu erro.

Um dos acontecimentos mais polémicos da partida foi a repetição da grande penalidade de Havertz. Na conferência de imprensa, Sérgio Conceição não passou ao lado do episódio.

“Entrámos bem na segunda parte, eles não tinham chegado ainda à baliza. O penálti nasceu de uma bola longa, uma má abordagem nossa e sofremos o penálti. Depois do Marchesin ter defendido, foi repetido. Bom, ainda não vi o lance, não sei se não é por não estar na linha. Não sei se o atacante não parou antes de bater a bola e se é permitido ou não. Não me lembro de mandarem repetir um penálti por causa disto mas não vi o lance ainda. Mais importante é realçar que a equipa teve personalidade e carácter. Podíamos ter sido mais eficazes e saíamos daqui com outro resultado”, disse o técnico dos ‘tripeiros’.

Braga permite cambalhota no marcador

O Sporting de Braga perdeu em casa dos escoceses do Rangers por 3-2, num encontro em que até esteve a vencer por 2-0.

A equipa ‘arsenalista’ adiantou-se no marcador aos 11 minutos, por Fransérgio, e ampliou a vantagem aos 59′, por Abel Ruiz, antes de Hagi, aos 67′ e 82′, e de Ayodele-Aribo, aos 75′, terem protagonizado a reviravolta no marcador.

O início da partida fazia prever um bom destino para os minhotos. Um verdadeiro golaço de Fransérgio e o tento de Abel Ruiz deixaram os bracarenses na frente do marcador e da eliminatória.

Todavia, os comandados de Steven Gerrard acordaram e ainda conseguiram a reviravolta. Apanhado de surpresa, o SC Braga terá agora de vencer em casa, na segunda mão.

DC, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Este ano não há São João nem Santo António. Festas populares canceladas em Lisboa e Porto

As Câmaras Municipais de Lisboa e do Porto resolveram cancelar as festividades de Santo António e de são João, respectivamente, por causa da pandemia de Covid-19. As marchas populares só voltam no próximo ano, com …

Sem ajudas do Governo, "não sei se os grandes vão continuar a ser grandes"

"É complicado encontrar soluções", assume o presidente do Marítimo numa altura em que o futebol está parado por causa da pandemia de Covid-19. A situação é "aflitiva" para muitos clubes, diz Carlos Pereira que acredita …

Governo dá tolerância de ponto nos dias 9 e 13 de abril

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 9 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado. “É …

Depois do papel higiénico, vendas de snacks e bebidas alcoólicas disparam

A Associação Espanhola de Supermercados fez um estudo sobre as alterações de consumo desde que foi decretado o estado de emergência. A procura por papel higiénico disparou meados de março, mas os produtos mais procurados …

Bloco quer proibir banca de distribuir lucros (e pede ajuda ao PSD)

O Bloco de Esquerda quer proibir os bancos de distribuírem dividendos em 2020 e pede ajuda ao PSD para o conseguir. Em videoconferência, Mariana Mortágua lançou um desafio ao líder social-democrata. O Bloco de Esquerda anunciou …

Ordens duvidam dos números de infetados (e admitem fazer o seu próprio levantamento)

Segundo os números anunciados na quarta-feira, havia 1.124 profissionais de saúde e oito deles estavam internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). Mas estes números não convencem as Ordens. De acordo com o Observador, o bastonário …

Europa tem que ser o seu "próprio Plano Marshall". Centeno defende solução sem o "estigma" da austeridade

Mário Centeno continua a incentivar uma solução conjunta assente na ideia da solidariedade europeia perante "uma crise inesperada e sem precedentes" devido à pandemia de Covid-19. Como presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças de …

Há mais de 10 mil infetados em Portugal. DGS vai fazer testes de imunidade à população

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos. Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados …

Quase meio milhão de portugueses estão em lay-off. "Sistema é errado", diz Francisco Louçã

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. Atualmente, há 425.287 trabalhadores nessa situação. Francisco Louçã considera este sistema …

Costa "chocado" com caso da morte no aeroporto. Enfermeira, médico e polícias também investigados

Além dos três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que são suspeitos de terem agredido um cidadão ucraniano, que acabou por morrer, também há outros elementos do SEF, um médicos e uma enfermeira, …