Líder da oposição russa detido em casa antes de protesto contra a corrupção

varfolomeev / Flickr

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, numa manifestação de apoio a prisioneiros políticos

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, numa manifestação de apoio a prisioneiros políticos

O líder opositor russo, Alexei Navalny, organizador das manifestações de protesto contra a corrupção convocadas hoje na Rússia, foi detido à porta de casa, antes de poder dirigir-se ao protesto em Moscovo, informou a sua mulher.

“Saudações. Eu sou Yulia Navalnaya. Felicidade a todos pela festa (Dia da Rússia). Alexei foi preso à porta de casa. Pediu-me para transmitir que os planos não mudaram: Tverskaya”, escreveu a mulher, na conta do Twitter de Alexei Navalny.

Navalny mudou no domingo à noite o lugar do protesto em Moscovo, da zona em que havia sido autorizado pela autarquia da cidade para a região da rua Tverskaya, onde hoje têm lugar as celebrações pelo ‘Dia da Rússia'”, o que foi qualificado pelas autoridades como “uma provocação”.

Milhares de apoiantes de Nalvany estão a manifestar-se por toda a Rússia, tendo sido muitos presos em Moscovo, já que o local onde estavam a protestar estava interdito, informaram os meios de comunicação russos.

Esta é a segunda vaga de manifestações, depois de 26 de março, organizadas por Nalvany, que lidera uma campanha anti-corrupção na Internet e anunciou a intenção de desafiar o Presidente, Vladimir Putin, nas eleições presidenciais de 2018.

Segundo os medias locais, cerca de três mil pessoas juntaram-se em Novossibirsk, na Sibéria, e outras manifestações de menor dimensão ocorreram em Krasnoïask, Kazan, Tomsk, Vladivostok e outras cidades.

Em Moscovo, uma dezena de pessoas foram presas antes do início da manifestação prevista para às 14h00 locais (12h00 em Lisboa), segundo o site OVD Info.

O 12 de julho, “Dia da Rússia”, é comemorado em todo o país e lembra a independência em 1990, antes da dissolução oficial da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), sendo um feriado marcado por inúmeros eventos públicos, nomeadamente reconstituições históricas, assim como uma receção oferecida por Putin no Kremlin.

No dia 26 de março, várias centenas de pessoas foram presas na capital durante a maior manifestação antigovernamental em anos. Navalny passou 15 dias na prisão nesta altura.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eis um bom exemplo da democracia segundo Putin: manifestações sim, mas se forem a nosso favor; nas ruas, está bem, mas só nas que nós disponibilizarmos, e de preferência sem saída; prisão preventiva dos organizadores, mas por uma questão de respeitinho e para segurança de todos.
    Putin não vai em modas. É que com os modernismos dos opositores, a Rússia ainda acabava no regresso à “perestroika”. Era só o quer faltava!

RESPONDER

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e recolher obrigatório entre as 22h00 e as …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …