Líder da JSD propõe aliança entre PSD, CDS e IL nas autárquicas de 2021

O líder da JSD, Alexandre Poço, apelou aos presidentes do PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal para um acordo de centro-direita nas eleições autárquicas de 2021, sublinhando que o debate político está cada vez mais extremado e populista.

“Este acordo, que proponho e pelo qual lutarei dentro do meu partido, olha para as próximas autárquicas como as primeiras eleições – e por isso, as mais fundamentais – em que vamos a jogo num clima extremado, populista e perigoso“, escreve Alexandre Poço, numa carta aberta dirigida a Rui Rio, Francisco Rodrigues dos Santos e João Cotrim Figueiredo e divulgada esta quarta-feira pelo jornal i.

Na carta, o líder da JSD sublinha a “mudança acelerada em que o sistema partidário português se encontra”, dizendo que esta transformou o debate político “numa discussão extremada e populista, onde parece prevalecer quem grita mais alto ou quem insulta com mais intensidade os adversários”.

O bom senso e a moderação não têm tido dias fáceis. Os populistas ganham força, contaminam o debate com soluções simples e miraculosas para problemas complexos”, insiste Alexandre Poço.

O líder da JSD diz que “ainda há tempo” para os três partidos encontrarem “pontos comuns” para este acordo de âmbito nacional. “O pior que nos pode acontecer é ter um debate público e escolhas políticas extremadas. Um debate político em que todos os problemas são de resolução binária, onde só existe ‘o contra’ e o ‘a favor’, o ‘sim ou não’ e em que passamos demasiado tempo a discutir as intenções maliciosas dos nossos adversários”, escreve.

Na carta aberta, Alexandre Poço diz que “ser moderado começa a ser a posição mais radical e difícil”. “Apenas agindo podemos evitar um caminho sem retorno, uma espiral de crescente intensidade, uma estrada que extrema a sociedade de tal forma, em que a razão, os factos e a verdade deixam de ter lugar à mesa”, sublinha.

Alexandre Poço diz que o “apelo populista” aos cidadãos “pode e deve ser vencido” e que os três partidos não podem permitir “que o extremismo se torne o mainstream“.

“Nenhuma alternativa viável e positiva para resolver os problemas do nosso país virá dos extremos, da extrema-direita ou da extrema-esquerda”, considera Alexandre Poço, defendendo que o país precisa de “políticas que diminuam as injustiças sociais, as assimetrias territoriais e que retirem pessoas da crónica pobreza, consagrando uma verdadeira igualdade de oportunidades”.

“Não acredito que com esta solução governamental – ora mais às claras, ora mais às escuras – de PS, BE e PCP, seja possível caminhar neste sentido. Com o PS atrelado à extrema-esquerda e aos seus dogmatismos, não vislumbro a possibilidade de ter a esquerda moderada neste caminho”, acrescenta.

Na carta aberta dirigida a Rui Rio, Francisco Rodrigues dos Santos e João Cotrim Figueiredo, o líder da JSD defende que o país precisa de “uma resposta diferente” e de “arrojo no combate aos extremismos e na construção de uma alternativa às esquerdas”.

“Acredito que o centro-direita moderado e civilizado pode e deve agir, enquanto é tempo”, defende o social-democrata, acrescentando: “Olhar para as próximas eleições autárquicas como business as usual, preocupados mais com o interesse particular de cada um dos nossos partidos, sem entender o que está a acontecer ao centro-direita será um erro, que poderá trazer consequências graves e duradouras para o sucesso de uma alternativa, mas também para o futuro da nossa democracia e da nossa sociedade.

O deputado Alexandre Poço é presidente da Juventude Social-Democrata (JSD) e sucedeu no cargo a Margarida Balseiro Lopes, que há dois anos foi a primeira mulher eleita para este cargo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …