Telemóvel de líder catalão terá sido espiado por software governamental (e não foi o único)

Toni Albir / EPA

O telemóvel do independentista Roger Torrent, presidente do parlamento da região espanhola da Catalunha, terá sido atacado por um software de espionagem exclusivo dos Governos.

De acordo com uma investigação conjunta do jornal espanhol El País e do britânico The Guardian, Roger Torrent, presidente do parlamento da região espanhola da Catalunha, terá sido espiado por um software governamental.

Torrent não foi o único. Pelo menos outros dois apoiantes pró-independência catalã foram avisados de que terão sido alvo de um “possível caso de espionagem política doméstica” na Europa.

Estes alegados casos de espionagem terão sido levados a cabo com o software Pegasus, feito pela NSO, uma empresa israelita do ramo do serviços de informação.

Torrent foi avisado deste ataque por investigadores do Citizen Lab, um grupo de investigação da Munk School of Journalism, da Universidade de Toronto, no Canadá, que descobriu a existência do Pegasus e que está a trabalhar com o WhatsApp para perceber quantas pessoas poderão ter sido vítimas desta falha.

Segundo a investigação, o líder catalão acredita que foi o “Estado espanhol” esteve por detrás da alegada invasão ao seu telemóvel, uma vez que a NSO vende os seus serviços a entidades governamentais.

O Governo não tem provas de que o presidente do parlamento catalão, Roger Torrent, a ex-parlamentar Anna Gabriel e o ativista Jordi Domingo tenham sido alvo de hackers através dos seus smartphones. Além disso, devemos afirmar que qualquer operação envolvendo um telefone móvel é sempre conduzida de acordo com a autorização judicial relevante”, afirmou o gabinete do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, em comunicado.

O software, revelado em 2019, aproveitava-se de uma falha do WhatsApp, detido pelo Facebook, e permitia aos detentores aceder às mensagens de quem queriam espiar. O alegado ato de espionagem terá sido feito sem se ter pedido autorização judicial.

Segundo o Whatsapp, mais de 100 membros da sociedade civil, incluindo jornalistas na Índia, ativistas de direitos humanos em Marrocos, diplomatas e altos funcionários do Governo, foram supostamente afetados. A empresa interpôs uma ação em outubro contra a NSO por se ter aproveitado de vulnerabilidades do seu sistema.

A NSO argumenta que só o faz para ajudar a apanhar “terroristas e criminosos”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …