Lesões cerebrais tendem a aumentar o fundamentalismo religioso

JMJ Rio 2013 / Flickr

Um estudo publicado na revista Neuropsychologia revela que as lesões numa determinada região do cérebro tendem a aumentar o fundamentalismo religioso no comportamento individual.

“As crenças humanas e, neste caso, as crenças religiosas, são um dos armazenamentos de conhecimento cognitivo e social que nos diferencia de outras espécies e indicativos evolutivos de como os processos cognitivos/sociais influenciaram o desenvolvimento do cérebro humano”, disse o principal autor do estudo, Jordan Grafman, da Universidade Northwestern, nos EUA.

Grafman e a sua equipa examinaram 119 soldados veteranos da guerra do Vietname com lesões na região do cérebro conhecida como córtex pré-frontal ventromedial e 30 veteranos sem histórico de lesões cerebrais.

Os indivíduos com lesões relataram níveis mais altos de fundamentalismo religioso em comparação com os restantes, o que indica que “a variação na natureza das crenças religiosas é governada por áreas cerebrais superiores específicas e essas áreas estão entre as áreas mais desenvolvidas do cérebro humano”, explicou Grafman ao PsyPost.

Estudos anteriores sugeriram que o córtex pré-frontal ventromedial, situado no lobo frontal, era um “centro crítico” na representação de sistemas de crenças.

Este novo estudo revela que os danos no córtex pré-frontal ventromedial tendem a estimular o fundamentalismo religioso, reduzindo a flexibilidade e o planeamento cognitivo processado no córtex frontal – ou seja, a capacidade de atualizar crenças através de novos conhecimentos.

No entanto, Grafman alertou que os resultados da investigação possuem limitações quando são relacionados com outras crenças. “Ainda temos de entender como é que as crenças religiosas são diferentes das crenças morais, legais, políticas e económicas nas suas representações no cérebro“, afirmou o cientista.

Ao mesmo tempo que destacam a importância da descoberta, os cientistas também advertem para uma série de outros fatores que determinam as convicções religiosas de uma pessoa, incluindo traços de personalidade e o ambiente social.

“As crenças moldaram os nossos comportamentos há milhares de anos e dependem de outros aspetos dos processos cognitivos e sociais. Apesar de as crenças poderem ser estudadas de forma independente de outros processos cognitivos/sociais, a sua dependência e interação com outras funções cerebrais será um importante tema de investigação nas próximas décadas”, adiantou Grafman.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • E nos estádios de futebol, estão a ficar repletos deles, depois passamos pela politica é um nunca mais acabar!.

      • São os mesmos!!
        Alguns dos selvagens dos estádios são os mesmos que vão a Fátima (e à missa ao Domingo)!!
        Assim como alguns políticos!… a Cristas ainda ontem disse que ia a Fátima ver o Papa com a família porque é muita religiosa…
        Este centenário das alucinações, perdão, das aparições só vai ajudar a comprovar este estudo!

RESPONDER

Tondela vs Benfica | Pizzão em goleada na Beira Alta

O Benfica conseguiu a maior goleada da sua temporada fora de casa. Na deslocação a Tondela, os “encarnados” venceram por claros 5-1, numa noite de grande inspiração de Pizzi – estreou-se a marcar esta época …

Turquia quer abrir embaixada na parte oriental de Jerusalém como capital palestiniana

O presidente da Turquia disse, este domingo, que o país planeia abrir uma embaixada em Jerusalém Oriental como capital de um futuro Estado palestiniano, depois dos EUA terem reconhecido Jerusalém como capital de Israel. “Já declarámos …

Sporting vs Portimonense | Leão sereno soma e segue

O Sporting subiu ao primeiro lugar da tabela na Liga NOS, de forma provisória, ao vencer, por 2-0, o Portimonense, em Alvalade. A equipa liderada por Jorge Jesus soube contrariar as adversidades impostas por um Portimonense …

Isabel dos Santos usou dinheiro da Unitel para controlar a Zon e criar a NOS

A empresária angolana utilizou dinheiro da maior operadora móvel do país para comprar ações da Zon e realizar a fusão entre a Zon e a Optimus, criando a NOS.  Segundo o Público, entre maio de 2012 …

Empresas de autocarro e comboio de acidente em França com versões contraditórias

A condutora do autocarro que, na quinta-feira, colidiu com um comboio, no sudoeste de França, diz que as cancelas da passagem de nível estavam levantadas quando atravessou a linha, mas a companhia ferroviária afirma o …

Santana Lopes "está a fazer as mesmas trapalhadas que fazia em 2004"

O antigo presidente da Câmara do Porto diz que, relativamente à questão dos debates na televisão, o rival à liderança do PSD só está a mostrar que continua "a fazer exatamente as mesmas trapalhadas que …

Equipa de Trump acusa Mueller de ter obtido milhares de emails ilegalmente

O Procurador Especial que investiga a interferência russa nas eleições presidenciais dos EUA em 2016 obteve de forma ilegal "dezenas de milhares de emails", segundo um advogado da equipa de transição de Donald Trump. Numa carta …

6 meses depois, ainda há quem pergunte pela "estrada da morte"

O chamado "turismo da desgraça" ainda persiste pela zona de Pedrógão Grande, mas com muito menos frequência do que nas primeiras semanas e meses após o incêndio de 17 de junho. Na estrada 236-1, seis meses …

Atentado contra igreja no Paquistão faz pelo menos 8 mortos e 30 feridos

Pelo menos oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas, este domingo, durante um ataque suicida contra uma igreja no sudoeste do Paquistão a poucos dias do Natal, anunciou a polícia. O ataque foi perpetrado por dois …

Gravuras rupestres mostram que os cães ajudaram o Homem a sobreviver

Foram descobertas na Arábia Saudita gravuras rupestres que mostram que o Homem já caçava com cães há oito mil anos. Os cientistas continuam a tentar perceber quando e como é que começou a relação entre humanos …