L´Équipe decreta o fim da era Ronaldo. Polémica na sétima Bola de Ouro de Messi (e há uma teoria da conspiração)

8

Yoan Valat / EPA

Messi, Bola de Ouro 2021

Lionel Messi venceu a sétima Bola de Ouro em 2021.

“O fim de uma era”. É desta forma que o jornal francês L´Équipe, responsável pela atribuição da Bola de Ouro, fala do facto de Cristiano Ronaldo ter ficado, pela primeira vez desde 2010, fora do pódio do troféu. Mas a sétima vitória de Messi é vista como “escandalosa” por alguns media.

Messi foi agraciado com a sua sétima Bola de Ouro na cerimónia desta segunda-feira, realizada em Paris. Um triunfo que não é consensual, pois há muitas pessoas que consideram que o polaco Robert Lewandoski, do Bayern de Munique, merecia mais.

Cristiano Ronaldo ficou apenas em sexto lugar, o que é uma novidade desagradável para o avançado português que, desde 2010, não ficava de fora do pódio do troféu que venceu por cinco vezes.

Uma situação que leva o jornal L´Équipe a decretar “o fim de uma era”, considerando que, aos 37 anos, o actual jogador do Manchester United tem “uma possibilidade ínfima” de igualar Messi em termos de “palmarés da mais prestigiosa recompensa individual”.

Esta análise do jornal desportivo francês não pode ser desligada da posição pública que Ronaldo tomou antes da cerimónia da Bola de Ouro.

Ronaldo furioso com Chefe de Redacção do L´Équipe

O capitão da Selecção Portuguesa insurgiu-se contra o Chefe de Redacção do L´Équipe poucas horas antes da gala em Paris, acusando Pascal Ferré de mentir. Tudo porque o jornalista disse, recentemente, que o objectivo de Ronaldo é reformar-se com mais Bolas de Ouro do que Messi.

“Pascal Ferré mentiu, usou o meu nome para se promover e para promover a publicação para a qual trabalha. É inadmissível que o responsável pela atribuição de tão prestigiado prémio possa mentir desta forma, num absoluto desrespeito por alguém que sempre respeitou a France Football e a Bola de Ouro”, escreveu Ronaldo nas suas redes sociais.

Há quem analise esta posição de Ronaldo como um reflexo de mau perder pelo seu sexto lugar na disputa pela Bola de Ouro deste ano.

“Lewandowski merecia mais”

Mas a Bola de Ouro entregue a Messi também está a suscitar polémica. E há quem desabafe que “o futebol morreu ontem à noite”.

Os méritos do craque argentino para ganhar este troféu não são reconhecidos por todos e há quem defenda que Lewandowski é que devia ter levado o troféu, nomeadamente pela sua performance ao longo de 2020, ano em que o L´Équipe não entregou o prémio devido à pandemia de covid-19.

O próprio Messi reconheceu, no discurso de vitória, que o avançado polaco do Bayern de Munique merecia uma Bola de Ouro pelo desempenho do ano passado.

Mesmo na reforma, vão dá-la a Messi. O polaco merecia-a muito mais, mesmo este ano”, considera, contudo, um adepto de futebol nos comentários das notícias do L´Équipe sobre a Bola de Ouro.

“Nas últimas 5 épocas, Lewandowski 206 golos, Messi 169, Ronaldo 155. É uma loucura que ele não tenha pelo menos uma Bola de Ouro”, aponta outro adepto sobre o avançado polaco.

E há quem note que a gala da Bola de Ouro foi “uma grande mascarada” com um desfecho “constrangedor”.

“O Qatar comprou-lhe uma Bola de Ouro”

Por outro lado, surgem as teorias da conspiração pelo facto de Messi jogar no Paris Saint-Germain (PSG), clube que é detido pelo multimilionário Nasser bin Ghanim Al-Khelaifi, empresário do Qatar.

“O Qatar ganhou! Cerimónia em Paris, Messi em Paris, o Mundial no Qatar… Tudo isto é politicamente correcto… Esta Bola de Ouro não representa mais nada”, escreve um outro adepto nos comentários do L´Équipe.

“Ao assinar pelo PSG, o Qatar comprou-lhe uma Bola de Ouro“, aponta ainda outro adepto, enquanto um terceiro refere que “o Qatar pagou pelo marketing de Messi”.

Entretanto, há quem dirija críticas directas ao L´Équipe, notando que o jornal fez “lobbying pró PSG”.

“Porque é que não falam da mensagem de Ronaldo”, questiona um outro adepto nos comentários do jornal, acusando-o de “esconder os escândalos”.

Messi marcou um golo na Ligue 1 em 4 meses e contra o Clermont. Mas ninguém fala disso, sobretudo nos media parisienses”, indica ainda outro adepto, acusando estes jornais de serem “porta-vozes do PSG” e concluindo que a Bola de Ouro “é uma farsa”.

“Uma votação escandalosa”

Na Alemanha, são os próprios jornais que se juntam à revolta contra o segundo lugar de Lewandowski. O Bild fala de “uma votação escandalosa” e pergunta “porquê sempre Messi?”. “Lewandowski enganado, Messi sagrado”, constata ainda o jornal.

Em Itália, o Tuttosport também destaca que para a redacção deste desportivo, o vencedor seria Lewandowski.

Em sentido contrário, a Argentina celebra a sétima Bola de Ouro do seu craque, com o Olé a falar de um “Messi de Selecção” e a enaltecer a conquista da Copa América como o factor que fez a diferença. É um “final dourado para o seu grande 2021 com a Argentina”, conclui este jornal.

“Uma Bola de Ouro que leva o selo da Selecção nacional“, constata ainda o jornal Clarin.

Até Iker Casillas se junta a esta discussão, considerando que “cada vez custa mais a acreditar nestes prémios do futebol”.

“O Messi é um dos cinco melhores jogadores de toda a história, mas é preciso começar a saber catalogar os que se destacaram ao longo de uma temporada. Não é assim tão difícil, porra! As pessoas é que tornam isso difícil”, escreve o ex-guarda-redes de FC Porto e Real Madrid numa publicação no Twitter.

PUBLICIDADE

  Susana Valente, ZAP //

8 Comments

  1. Não é o L équipe que decreta o fim de CR7.
    Ainda tem muito para jogar.
    O que não há dúvidas é que há pelo menos 2 bolas de Ouro roubadas a CR7: no ano do Modric e no ano da nations league.
    Messi ganhou porque o PSG/QATAR precisa de publicidade, e o QATAR tem FIFA e a França comprada.

    Messi nada fez para ganhar, não se cpmpara a taça da sud america com qualquer competição na Europa, seja champions ou campeonato da Europa. Nem na sud america Messi fez grandes jogos…

    CR7 tem sido boicotado de forma asquerosa.
    NUNCA um presidente da Fifa gozou um público com um jogador, grande ou pequeno.
    Blatter, esse corrupto, gozou com CR7 numa entrevista .
    Azar, CR7 ganhou nesse ano.
    Ser português célebre provoca muita dor de khorno.
    Eusébio também foi roubado. Em 1962, depois de ter derrotado o super poderoso Real Madrid na final da taça dos campeões, Eusébio foi roubado para um jogador banal Masopust da Checoslováquia….

    Vamos apoiar CR7.. Mbappe e Haaland ainda estão verdes

    • Opiniões.
      O anão do Blater tirou uma bola de Ouro a Messi ao dá-la a Ronaldo num ano em que prolongou a votação e o Ronaldo marcou 3 golos à Suécia num play off para apuramento para mundial ou europeu…
      O facto de o Messi só ter 7 bolas é um escândalo!
      Por incrível que possa parecer o troféu premeia o MELHOR jogador do ano.
      Desde, pelo menos 2008, que o MELHOR é Messi!!
      Não premeia o goleador, premeia o MELHOR jogador.
      Não perceber que Messi é – de longe! – o melhor de sempre é de quem tem muita poeira nos olhos!
      Que fiquem com ela nos olhos, mas não a atirem a outrém!
      Se fosse a exibir os abdominais e a auto elogiar-se, o cris ainda não tinha perdido nenhuma, mas eu presumo que é para premiar o MELHOR! E o MELHOR nunca foi ele mesmo quando lhas deram!
      Baralham Bota de Ouro com Bola de Ouro.
      Haja paciência.

      • É nas avaliações subjectivas que se criam as maiores fraudes e injustiças. O MELHOR jogador para si pode o não ser para outro. Pela sua opinião o messi deveria ter 13 ou mais bolas de ouro só isso demonstra a forma de adoração que tem pelo jogador e por conseguinte a forma deturpada em como avalia o futebol e seus jogadores.

      • O melhor jogador é oq ue faz mais rodriguinhos ou o que é mais eficaz ? É que se for pelos rodriguinhos, ganha sempre um brasileiro …
        O Messi no ano passado e este ano não fez nada, logo isto é um escândalo.
        Pelo ponto de vista apontado o Sérgio Ramos, provavelmente o jogador mais e melhor titulado teria milhentas bolas de ouro.
        Pela mesma ordem de ideias o Messi tem algumas bolas de ouro que seriam do Iniste e do Xavi

  2. No futuro a historia falará de Cr7 recordista nas diversas estatísticas futebolísticas e de um Messi recordista de bolas de ouro. Resultado, no futuro haverá cada vez menos adeptos de futebol

    • Será? O que contribuem estas tretas “de ouro” para fomentar a paixão pelo futebol? Não passam de fraudes para justificarem milhares de parasitas que vivem à custa do futebol. É-me indiscutível que Messi é o MELHOR futebolista do último decénio. o mais completo, joga, faz jogar, ´´e um excecional goleador, apesar dos 170 cms e 70 kg. E não é uma avaliação “subjetiva” a minha, é fatual, comprovada pela estatística, não tem a ver com visões do mundo-cor-de-rosa, onde a libido parece colorir as “avaliações”. Nos últimos dois anos, considerando as contribuições individuais na conquista de títulos, Jorginho, Lewandowski e Messi seriam a minha escolha e pela ordem enunciada. Pura racionalidade, a libido não atrapalha as escolhas.

  3. é mais o fim de messi, porque os recordes impossíveis são do cr7, o messi que recorde tem de jeito?! 7 bolas de ouro???

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.