Portugal já conquistou três continentes e Leonardo Jardim pode agora juntar a Ásia

Al-Hilal / Twitter

O treinador do Al-Hilal, Leonardo Jardim.

O treinador do Al-Hilal, Leonardo Jardim.

Leonardo Jardim pode fazer história se conquistar a Liga dos Campeões Asiática esta terça-feira. Tornar-se-á o primeiro português a fazê-lo.

O Al-Hilal, orientado pelo português Leonardo Jardim, disputa hoje a final da Liga dos Campeões Asiática, frente aos sul-coreanos do Pohang Steelers, em Riade, na Arábia Saudita.

Leonardo Jardim pode, desta forma, tornar-se o primeiro treinador português a vencer a principal competição de clubes do continente asiático.

“Será um jogo histórico entre duas grandes equipas que já ganharam a Liga dos Campeões asiáticos”, disse Leonardo Jardim em antevisão ao encontro. “Estamos totalmente preparados”.

O presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), José Pereira, salientou que “estamos habituados a que os nossos treinadores tenham sucesso no estrangeiro”.

“Estamos, perdoe-me a imodéstia, habituados a que os nossos treinadores tenham sucesso no estrangeiro e, por isso, ficamos satisfeitos e esperamos que ele [Leonardo Jardim] consiga o sucesso por todos nós pretendido e por ele desejado”, assumiu o líder da ANTF.

Entre outros, o Al-Hilal contra com os ex-sportinguistas Luciano Vietto e André Carrillo, assim como o ex-portista Moussa Marega.

Portugal pode juntar mais um continente ao seu palmarés, após seis treinadores portugueses já terem conquistado as respetivas competições continentais da Europa, África e América do Sul.

Artur Jorge foi o primeiro, ao conquistar a Liga dos Campeões Europeus, com o FC Porto, em 1987. José Mourinho conquistou a mesma prova duas vezes, primeiro com o FC Porto, em 2004, e depois com o Inter de Milão, em 2010. André Villas-Boas venceu com o Chelsea, em 2012, embora tenha abandonado o clube a meio da competição.

Em África, Manuel José venceu a Liga dos Campeões da CAF em 2001, 2005, 2006 e 2008, com o Al-Ahly.

Na América do Sul, mais recentemente, Jorge Jesus e Abel Ferreira conquistaram a Libertadores com o Flamengo, em 2019, e o Palmeiras, em 2020, respetivamente. Abel Ferreira pode repetir o feito este ano, já que está novamente na final da competição.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.