Leilão de madeira queimada rendeu 2,85 milhões de euros

Tiago Petinga / Lusa

Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram vendidos por 2,85 milhões de euros.

Dos 114 lotes de material lenhoso de matas nacionais e perímetros florestais da Região Centro levados a hasta pública, que tinham um valor base total de 4,443 milhões de euros, foram vendidos 52, representando 65% desse valor.

Os valores mais elevados foram conseguidos com a madeira da Mata Nacional de Leiria, sendo que, de 15 lotes a leilão, foram vendidos seis.

No que respeita a esta madeira da Mata Nacional de Leiria, o Estado esperava conseguir 2,256 milhões de euros, mas realizou 1,59 milhões de euros, tendo sido vendidos os lotes com madeira de melhor qualidade. De 106.334 metros cúbicos de volume de madeira, foram vendidos 43.126 metros cúbicos (40%) desta mata.

Três lotes da Mata Nacional de Leiria foram muito disputados. O que atingiu o valor mais alto, 450 mil euros, tinha 9.692 pinheiros (11.039 metros cúbicos de volume) e um preço base de licitação de 295 mil euros.

Por 412 mil euros, foi vendido um lote de 7.715 pinheiros (9.177 metros cúbicos de volume), com preço base de licitação de 245 mil euros, e, por 256 mil euros, um outro de 5.946 pinheiros (5.938 metros cúbicos de volume), com preço base de licitação de 155 mil euros.

Esta hasta pública, à qual foram admitidas 55 empresas, teve como objetivo alienar 114 lotes de material lenhoso provenientes das matas nacionais de Pedrógão, Leiria, Urso, Quiaios, Vagos e Covilhã e dos perímetros florestais do Paião, Dunas de Cantanhede, Dunas de Vagos, Préstimo, S. Salvador, Serra do Crasto, Penoita, S. Pedro do Sul, Vouga, S. Miguel e S. Lourenço, Leomil, Arca, Serra do Pisco, Serra da Estrela, Alcongosta, Castelo Novo, Louriçal do Campo, Alge e Penela, S. Pedro Dias e Alveite, Mata do Braçal, Castanheira de Pera, Necessidades, Rabadão, Pampilhosa da Serra e Serra da Aveleira.

Alguns destes lotes já tinham estado em hasta pública, também em Viseu, em dezembro de 2017.

Em comunicado, o ICNF esclareceu que o Estado tem a expectativa de arrecadar entre 25 e 35 milhões de euros “na totalidade da madeira ardida em matas nacionais e perímetros florestais” que gere, “que será vendida ao longo de sucessivas hastas públicas, cujo processo de marcação está em curso”.

49 pessoas morreram e cerca de 70 ficaram feridas na sequência dos incêndios de outubro de 2017 na região Centro, que também destruíram total ou parcialmente cerca de 1.500 casas e mais de 500 empresas.

Três meses antes, em 17 de junho, as chamas que deflagraram no município de Pedrógão Grande, no interior do distrito de Leiria, e que alastraram a concelhos vizinhos, fizeram 66 mortos e 253 feridos, atingiram cerca de meio milhar de casas e quase 50 empresas, e devastaram 53 mil hectares de território, 20 mil hectares dos quais de floresta.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …

ONU envia ajudas para estabilizar falta de alimentos no Líbano

A Organização das Nações Unidas já começou a ajudar o Líbano, através do envio de farinha de trigo. O objetivo é começar a colmatar a falta de alimentos destruído pelas explosões. Segundo o The Washington Post, …