Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem clandestina que o FBI

PT - Partido dos Trabalhadores / Flickr

Deltan Dallagnol

A operação Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem utilizados por John Edgar Hoover, o temível líder do FBI durante quase 50 anos.

Durante quase 50 anos, John Edgar Hoover liderou o FBI, ficando conhecido por atuar de forma clandestina para sabotar, intimidar e perseguir adversários políticos. Em vários ocasiões, Hoover ignorou a Constituição norte-americana para espiar inimigos da nação, como por exemplo Martin Luther King.

O The Intercept escreve que, no Brasil, a operação Lava Jato atuou de forma semelhante à de Hoover. Clandestinamente, fez escutas ilegais, divulgou conversas de jornalistas críticos da operação e perseguiu adversários políticos.

Esta semana, o procurador-geral da República Augusto Aras começou a abrir a chamada “caixa de segredos” e acusou a operação de investigar 38 mil brasileiros de maneira clandestina.

O primeiro a sair em defesa da operação foi Sérgio Moro, o ex-juiz acusado de estar envolvido nele. O antigo ministro da Justiça de Jair Bolsonaro disse desconhecer “segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato”.

“Ao contrário, a Operação sempre foi transparente e teve suas decisões confirmadas pelos tribunais de segunda instância e também pelas Cortes superiores, como STJ e STF”, escreveu ainda numa mensagem divulgada na rede social Twitter.

Por sua vez, a força-tarefa de procuradores da Lava Jato em Curitiba nega as acusações de espionagem. “É falsa a suposição de que 38 mil pessoas foram escolhidas pela força-tarefa para serem investigadas. Esse é o número de pessoas físicas e jurídicas mencionadas em Relatórios de Inteligência Financeira encaminhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF)”.

No entanto, a reportagem do The Intercept em colaboração com a ‘Folha’, mostra que a Lava Jato conseguiu acesso a vários dados de brasileiros na Receita Federal. Lá, um funcionário repassava informações de maneira informal.

“A independência funcional dos membros do Ministério Público é uma garantia de que o serviço prestado se guiará pelo interesse público, livre da interferência de interesses diversos por mais influentes que sejam”, refutam os procuradores da Lava Jato.

Através do Telegram, a Lava Jato atuava com uma agenda eleitoral, protegia aliados e procurava impedir o regresso do Partido dos Trabalhadores (PT) ao poder.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Olha, há coisas erradas no Brasil, o tal do Moro parece que realmente protegia o pessoal do PSDB, mas tomar o IntercePT como fonte confiável de alguma coisa é pedir para ser cahamado de burro !
    Foi só o Moro (o maior traidor do Braisil) sair do ministério e a policia já começou a ir atrás dos tucanos do PSDB. No entanto, e só não vê quem não quer, é que essa narrativo do IntercePT está tentando inocentar o a outra gang de bandidos : o PT !
    Graças a Deus, coloacamos Bolsonaro no poder, e aos poucos ass coisas vão indo para o lugar . Mesmo com dezenas de traidores e infiltrados tentando sabotar o governo e a liberdade de expresão do próprio povo, Bolsonaro está conseguindo superar as dificuldades.
    Moro não é de condiança? Não ! mas muito menos a bandidagem grossa do PT e do PSol, dos quais o IntercePT é um vassalo .

RESPONDER

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …