//

Kobe Bryant. Revelado o áudio entre o helicóptero e a torre de controlo

Ainda antes da queda do helicóptero em que viajava Kobe Bryant, ouve-se o controlador aéreo avisar que a aeronave viajava a uma altitude abaixo do recomendado para aquela zona.

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. Esta segunda-feira foram revelados os primeiros contactos entre o helicóptero e a torre de controlo, momentos antes da queda da aeronave.

Bryant viajava com oito outras pessoas num helicóptero privado, que se despenhou. Também uma das suas filhas, Gianna​ Maria Onore, de 13 anos, perdeu a vida. Nenhum dos passageiros sobreviveu.

O helicóptero, registado com N72EX, teve o último contacto com a torre de controlo quando sobrevoava Calabasas, a uma altitude de 1.500 pés (450 metros). A ligação entre o helicóptero e a torre terá sido perdida devido à baixa altitude a que viajava.

Antes da queda, ouve-se o controlador a avisar que o N72EX viajava a uma altitude abaixo do ideal para aquela área. “Você ainda está a um nível baixo para seguir voo neste momento”, diz o controlador aéreo.

Kurt Deetz, ex-piloto da empresa Island Express Helicopters, realçou que o helicóptero em que viajava Kobe Bryant tinha um bom historial de segurança. O antigo piloto acredita que o mau tempo é a causa mais provável do acidente.

Além disso, indica que havia combustível suficiente para provocar um incêndio após se despenhar. No momento da queda, o helicóptero voava a cerca de 260 km/h e tinha 350 litros de combustível.

“A probabilidade de uma falha catastrófica do bimotor do aparelho simplesmente não acontece”, disse Deetz.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.