Kenneth chegou a Moçambique. Ciclone pode ser o maior de sempre

Tiago Petinga / Lusa

Depois do Idai, a tempestade chegou com a força de um furacão de categoria 4 e entrou esta quinta-feira em Moçambique com ventos de 285km/hora e chuvas intensas.

Um mês depois do ciclone Idai ter devastado Moçambique, outra tempestade tropical atingiu o norte do país com rajadas de vento de 285km/hora e chuvas intensas, valores superiores aos registados no Idai e equivalentes à categoria 4.

O ciclone Kenneth já provocou pelo menos um morto em Pemba, capital da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, devido à queda de um coqueiro, confirmou a proteção civil à Lusa.



O ciclone começou a aproximar-se de Pemba no início da tarde desta quinta-feira. De acordo com o Observador, há informação de uma outra vítima mortal que está por confirmar na vila de Macomia, cerca de 150 quilómetros a norte, na mesma província de Cabo Delgado, acrescentou outra fonte, realçando que a falta de energia e comunicações está a dificultar o levantamento da situação.

O Kenneth está mover-se em direção a oeste-sudoeste a 18 quilómetros por hora e estima-se que vá afetar 700 mil pessoas. A zona de Cabo Delgado deverá ser a mais atingida por esta tempestade tropical.

Vários locais da região de Pemba foram evacuadas de imediato devido aos ventos e chuvas fortes. A companhia aérea Moçambicana LAM decidiu também suspender os voos entre Maputo e Pemba.

Este ciclone foi o primeiro a chegar ao norte de Moçambique desde que há registos (há 60 anos). O ano de 2019 fica na história como o primeiro em que o país foi atingido por dois ciclones de categoria dois ou superior na mesma época chuvosa. O Idai, que atingiu o território em março, foi classificado com categoria três.

Segundo um morador da vila de Macomia, sede de distrito no caminho previsto do ciclone Kenneth pela província de Cabo Delgado, o princípio da noite foi caótico, tendo em conta a velocidade do vento e a intensidade da chuva. Um outro morador realçou que, antes de anoitecer, já havia árvores caídas e estragos nalguns edifícios públicos e casas de construção precária.

Ao princípio da noite, a situação era relativamente calma em Mocímboa da Praia e Palma, a norte do corredor de passagem prevista do ciclone, assim como na capital provincial, Pemba, a sul do trajeto previsto, disseram várias fontes contactadas pela Lusa. Só a dimensão a que estava a chegar a ondulação impressionava alguns residentes na capital de Cabo Delgado, que relataram estragos no clube naval da cidade.

Ao longo da noite desta quarta-feira, o vento forte e a chuva provocaram também estragos nas ilhas Comores, região vizinha de Moçambique, e mataram três pessoas, de acordo com o Presidente Azali Assoumani, citado pela Reuters. As autoridades das ilhas, que ficam perto de Madagáscar, encerraram os aeroportos e escolas durante 24 horas por precaução.

O governo moçambicano já ativou um fundo de emergência de 1,3 milhões de euros para ajudar as potenciais vítimas do ciclone. “Fizemos um levantamento preliminar daquilo que serão as necessidades e estão estimadas em cerca de 100 milhões de meticais (1,3 milhões de euros)”, disse a diretora-geral do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), Augusta Maita.

O alerta vermelho foi anunciado na manhã de quarta-feira e, além do norte de Moçambique, o ciclone poderá ainda afetar o sul da Tanzânia, país vizinho.

Segundo a BBC, o Kenneth pode ser o maior ciclone algumas vez registado a atingir a região de Moçambique.

Filipe Nyusi pediu esta quinta-feira à população que mantenha a calma e não entre em pânico. “O grande problema, neste momento, são as chuvas recorrentes e os ventos que sopraram, mas a dimensão está sob controlo”, garantiu o Presidente moçambicano, citado pela Rádio Moçambique.

O Presidente apelou ainda à “solidariedade e união” entre todos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Caro ZAP, penso que a expressão “285km/horas” não está correcta, o certo seria 285km/hora ou 285km/h, espero não estar enganado.

RESPONDER

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …