Juncker defende fim da mudança da hora (e que cada país decida por si)

Patrick Seeger / EPA

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

O presidente da Comissão Europeia defendeu esta quarta-feira a supressão da mudança da hora, responsabilizando cada Estado-membro por escolher o horário de inverno ou de verão no seu último discurso sobre o “Estado da União”.

“Em maio de 2019 [data das eleições europeias], os europeus não vão aplaudir-nos se continuarmos a mudar a hora duas vezes por ano”, indicou Jean-Claude diante do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, na França.

“A mudança de hora deve ser suprimida. Os Estados-membros devem decidir por si próprios se querem que os cidadãos vivam no horário de verão ou no de inverno”, disse.

Em 31 de agosto, a Comissão Europeia revelou que uma maioria “muito clara” de 84% dos cidadãos europeus pronunciaram-se a favor do fim da mudança de hora na consulta pública realizada este verão. Caso a medida entre em vigor, o Sol vai nascer às 9h.

Os resultados preliminares publicados em 31 de agosto pelo executivo comunitário – os resultados finais serão divulgados “nas próximas semanas” – revelam que os portugueses que participaram no inquérito online estão em linha com a média europeia, já que 85% também defenderam que deixe de se mudar o relógio duas vezes por ano, o que Bruxelas pretende agora implementar, com a apresentação de uma proposta legislativa.

Naquela que foi, de forma destacada, a consulta pública mais participada de sempre, com mais de 4,6 milhões de contributos oriundos de todos os Estados-membros, a maior parte das respostas veio da Alemanha, onde o assunto foi particularmente mediatizado.

De acordo com a Comissão, a taxa de participação em percentagem da população nacional variou entre os 3,79% na Alemanha e os 0,02% no Reino Unido, tendo em Portugal participado no inquérito 0,33% da população.

Os resultados preliminares, acrescenta Bruxelas, “indicam também que mais de três quartos (76%) dos participantes consideram que a mudança de hora duas vezes por ano é uma experiência «muito negativa» ou «negativa»”, e “como justificação do desejo de pôr fim a esta regras, alegam-se o impacto negativo na saúde, o aumento de acidentes de viação ou a falta de poupanças de energia”.

Durante o seu discurso na sessão plenária, o presidente da Comissão Europeia fez apelos sucessivos à unidade. Juncker disse ser importante “mostrar respeito” pelo projeto europeu e “parar de arrastar o nome da União Europeia pela lama”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. “84% dos cidadãos europeus pronunciaram-se a favor do fim da mudança”
    Mas qual 84%?!
    Não inventem!!
    Só há 4,6 milhões de europeus??
    Ou votam favoravelmente 84% dos 4,6 milhoes de votantes?
    Pois…

    • Já ouviu falar em estatistica e testes de fiabilidade?
      Não é preciso a participação de toda a população para uma consulta deste género, é suficiente uma amostra representativa. E perante a quantidade de pessoas entrevistadas pode-se dizer com uma certeza de 99,5% que 85% (com um erro de +-2%) das pessoas da união europeia são a favor do fim da mudança de hora.
      FIM DA MUDANÇA DE HORA, JÁ!

        • com isto: “Só há 4,6 milhões de europeus??” Passo a explicar: Amostra de 4,6milhões numa população de 493milhões é mesmo significativa desde que criteriosamente selecionada. Pode-se afirmar com uma certeza de quase 100% que 419 milhões de europeus são a favor do fim da mudança de hora e não o numero que referiu.
          Isto chama-se estatistica e funciona, pode ter a certeza.

          • Bem… continuo a não perceber onde quer chegar…
            Mas qual amostra?
            Na notícia não refere em lado nenhum estatística (ou sondagem)!!
            Fala em votação directa de 4,6 milhões de europeus; portanto aqui não há estatística (e muito menos uma amostra criteriosamente seleccionada).
            Logo, é completamente errado dizer-se que “84% dos cidadãos europeus pronunciaram-se a favor do fim da mudança”!

  2. FIM À MUDANÇA DA HORA JÀ!
    E não se deixem manipular com o “Sol vai nascer às 9h”, até parece que o Sol vai nascer para sempre a essa hora!… vai nascer se calhar por dois meses de inverno… A partir de 21 Dezembro, solstício, os dias já começam a crescer de novo!

    • Sim, ou então Portugal poderá optar pela hora de Inverno sempre que, na prática, encurta pela mesma medida os finais de dias de Verão em redor de dois meses, em relação à situação actual.

  3. “Em 31 de agosto, a Comissão Europeia revelou que uma maioria “muito clara” de 84% dos cidadãos europeus pronunciaram-se a favor do fim da mudança de hora na consulta pública realizada este verão”

    “De acordo com a Comissão, a taxa de participação em percentagem da população nacional variou entre os 3,79% na Alemanha e os 0,02% no Reino Unido, tendo em Portugal participado no inquérito 0,33% da população.”

    Uma “maioria muito clara” de 84% ou bem menos que 4% dos cidadãos europeus?

  4. qual poncio pilatos este junker vai ficar na historia como o coveiro da europa crista e democratica. este problema da hora… deve ter muito a ver como algo que ainda nao percebemos….
    para junker e sua quadrilha estarem a preparar o fim da mudança da hora…..deve ser muito mau para a europa , deixar ao criterio de cada estado..sera um bom principio à desuniao futura que esta quadrilha esta preparando.

  5. Deveriam adoptar a hora ZULU (UTC) ou seja a que corresponde à hora de inverno quanto mais não seja por uma questão de coordenação. Acho que será a mais correcta de adoptar

RESPONDER

Forças armadas alemãs ponderaram recrutar estrangeiros (mas ninguém se quis juntar)

As forças armadas da Alemanha estão a lutar para atrair recrutas muito necessárias, com o número de novos soldados no Bundeswehr a cair para um recorde no ano passado. A escassez é um desafio urgente para …

FC Porto vs Vitória Setúbal | Superioridade total do dragão

O FC Porto não vacilou e regressou às vitórias na Liga NOS. Na recepção ao Vitória de Setúbal, os “dragões” venceram por 2-0, num jogo que esteve longe de ser espectacular e que valeu pela …

Os portugueses dormem pouco e mal

Os portugueses estão a descansar poucas horas, dormindo em média menos de seis horas diárias, com reflexos negativos na vida ativa e social, disse esta sexta-feira o presidente da Associação Portuguesa do Sono (APS), Joaquim …

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …

Trump precisa de oito milhões de dólares para o muro e a Casa Branca explica onde os vai buscar

A Casa Branca identificou esta sexta-feira os fundos federais que serão utilizados pela administração de Donald Trump para conseguir financiar a construção do muro na fronteira com o México. O Presidente norte-americano declarou esta sexta-feira estado …

Desativação de bomba da II Guerra Mundial paralisa e evacua Paris

Mais de mil moradores e trabalhadores evacuados, comboios urbanos, nacionais e internacionais cancelados, estradas fechadas, rotas de autocarro desviadas e pelo menos uma estação de metro encerrada em Paris. Também o bairro de porte de La …