Julgamento BPN: em 3 anos, tribunal ouviu 63 das 300 testemunhas

José Sá Freire / YouTube

foto: YT / José Sá Freire

foto: YT / José Sá Freire

O julgamento do processo principal do caso Banco Português de Negócios (BPN) arrancou faz hoje três anos, tendo sido ouvidas até à data 63 testemunhas de acusação arroladas pelo Ministério Público, isto, de um total de 300 testemunhas.

Nesta altura, falta ouvir os depoimentos em tribunal de 23 testemunhas chamadas pela acusação, sete das quais arroladas recentemente, seguindo-se ainda a audição da totalidade das testemunhas de defesa dos 15 arguidos, entre os quais se destaca o fundador do BPN, José Oliveira Costa, a que se soma a empresa Labicer.

É precisamente sobre a matéria que envolve a empresa de cerâmica em que o BPN investiu vários milhões de euros – notícias apontam para um prejuízo total próximo de 90 milhões de euros só com os negócios em torno da Labicer, considerados dos mais ruinosos para o grupo – que incidem atualmente os trabalhos do coletivo de juízes responsável pelo processo-crime.

Sendo certo que os advogados dos arguidos poderão prescindir da audição de algumas das testemunhas que já participaram nas sessões de julgamento por iniciativa da acusação, não é menos verdade que a ‘fatia de leão’ de testemunhas arroladas neste processo ainda está por ouvir, o que indica que o mesmo ainda estará longe de ser concluído.

Em causa neste processo que corre nas Varas Criminais de Lisboa (atualmente deslocado em termos físicos para o Palácio da Justiça) estão diversos crimes económicos, que vão desde abuso de confiança a burla qualificada, passando por fraude fiscal e falsificação de documentos, entre outros ilícitos.

Refira-se que as 15 pessoas e o representante da empresa Labicer estão há muito dispensados pelo tribunal de comparecerem nas sessões do julgamento, quase todos por motivos familiares e profissionais, mas também por razões de saúde, como é o caso de Oliveira Costa.

Porém, sempre que o tribunal assim o entenda, os arguidos têm que se apresentar na sala de audiências. Continuam a ser realizadas, sempre que possível, três sessões por semana.

Mais de cinco anos depois da nacionalização do BPN, decidida a 31 de outubro de 2008, além do processo principal, são dezenas os processos relacionados com o escândalo do grupo financeiro criado por Oliveira Costa que ainda correm nos tribunais, entre eles, os mais mediáticos envolvem figuras como os antigos políticos Duarte Lima e Dias Loureiro.

Em 2008, o banco foi nacionalizado e, em 2011, o Estado vendeu o BPN ao banco de capitais luso-angolanos BIC Português, por 40 milhões de euros.

No relatório final da segunda comissão parlamentar de inquérito ao BPN, aprovado a 16 de novembro do ano passado, lê-se que o custo total da sua nacionalização para os cofres estatais é de, no mínimo, em números redondos, 3,4 mil milhões de euros e, no máximo, de 6,5 mil milhões de euros.

Recorde abaixo: SIC Grande Reportagem BPN

 

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrada em Israel cidade com dez mil anos da Idade da Pedra

Uma enorme metrópole que remonta à Idade da Pedra foi descoberta perto de Jerusalém, em Israel. Os investigadores dizem que não é apenas a maior deste tipo já encontrada no país, mas uma das mais …

Frentes de Vila de Rei e Mação estão dominadas a 90%. Teme-se "reacendimentos graves"

Pedro Nunes, comandante do Agrupamento Distrital do Centro Norte da Proteção Civil, fez esta manhã o ponto da situação a partir da Sertã. O "incêndio está estabilizado", os meios foram redistribuídos e "90% do …

Fisco proibido de usar inspeções para incriminar contribuintes. Centenas de processos podem cair por terra

O Tribunal Constitucional (TC) considerou inconstitucionais as normas que permitem às autoridades avançar ou concluir processos-crime com declarações fiscais obtidas voluntariamente pelo contribuinte ou arguido, conforme o caso. Esta prática, de acordo com o TC, viola …

Os Australopitecos eram amamentados até aos 12 meses

As crias dos australopitecos, uma espécie humana extinta que viveu em África, foram amamentadas até ao primeiro ano de vida, segundo um estudo publicado esta segunda-feira na revista científica Nature. Na investigação da faculdade de medicina …

Tempestade no norte da Índia fez pelo menos 33 mortos

Pelo menos 33 pessoas e outras 13 ficaram feridas na sequência de uma tempestade que atingiu no domingo o estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, informaram esta segunda-feira as autoridades. De acordo com Sandhya, …

"Neve artificial" poderia salvar lençol de gelo da Antártida

O lençol de gelo da Antártida pode deslizar para o oceano e inundar as cidades costeiras. No entanto, esta catástrofe pode ser evitada se os Governos investirem num projeto de engenharia para cobrir a superfície …

Constante de Hubble recalculada. E o mistério da expansão do Universo adensa-se

Uma equipa de cientistas da Universidade de Chicago, nos EUA, voltou a medir a constante de Hubble, usada para medir a taxa de expansão do Universo. O novo estudo, liderado pela especialista Wendy Freedman e …

Micro-bristle-bot. O robô mais pequeno do mundo que pode vir a salvar vidas

Do tamanho de uma formiga e mais leve que uma pitada de sal, o "micro-bristle-bot" é o robô mais pequeno do mundo pode um dia vir a salvar vidas. Desenvolvido na Universidade da Georgia, nos Estados …

Os gorilas têm amigos para toda a vida (e fazem grandes festas anuais)

Cientistas concluíram que os gorilas têm amizades que duram para toda a vida, inclusive entre animais que não são parentes, e celebram grandes reuniões anuais. De acordo com o ABC, uma equipa de cientistas concluiu que …

Bengala que guiou bote salva-vidas após o naufrágio do Titanic leiloada por 44 mil euros

Quando o Titanic afundou em águas geladas perto de Newfoundland em 1912, um bote salva-vidas de sobreviventes usou a luz operada por bateria na bengala de uma mulher para iluminar o caminho para a segurança. Essa …