Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Liam Richards / Saskatoon Starphoenix

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem.

A notícia foi divulgada pelo jornal canadiano Star Vancouver, que adianta que as filmagens podem ajudar as autoridades a perceber a razão que terá levado os jovens a cometerem os crimes.

Segundo o mesmo jornal, a mensagem em vídeo terá sido filmada antes do suicídio e Bryer e Kam partilharam 30 segundos das imagens com as famílias. No vídeo, segundo um familiar entrevistado pelo The Star, os rapazes despedem-se das famílias e descrevem o que gostariam que fosse feito com os seus restos mortais.

A Royal Canadian Mounted Police, polícia canadiana, já estará a analisar o vídeo, que pode ajudar a perceber como é que dois jovens se tornaram no centro das atenções do Canadá pela suspeita de um triplo homicídio.

Os dois jovens foram dados como desaparecidos a 19 de julho, depois de o seu carro ter sido encontrado incendiado numa estrada perto do lago Dease, British Columbia. Kam McLeod e Bryer Schmegelsky foram depois dados como suspeitos do homicídio de um casal de turistas australiano — Lucas Fowler e Chynna Deese — e de um outro homem — Leonard Dick –, tendo os crimes ocorrido na zona onde o carro foi encontrado.

Os dois rapazes chegaram a ser parados numa operação Stop mas foram mandados seguir pela polícia. Foram avistados várias vezes mas as autoridades canadianas não conseguiram capturá-los com vida.

Localizados mais tarde numa pequena povoação, terão conseguido fugir depois de se disfarçarem. Os corpos foram encontrados num local de densa vegetação, perto de um rio, não tendo ainda sido divulgada a causa da morte. Mais tarde, os resultados das autópsias levaram a polícia a suspeitar que tenham morrido de ferimentos feitos por eles próprios, recorrendo a uma arma.

O casal de namorados abatido pelos dois jovens estava de férias no Canadá e a polícia ainda não conseguiu perceber qual foi a motivação para o crime. Leonard Dyck era um professor universitário e terá sido morto dois dias depois do casal de turistas.

As famílias dos dois adolescentes contaram à polícia que estes viajavam para o Yukon à procura de trabalho. Ambos eram adeptos de armas e seriam simpatizantes da ideologia nazi. Os jornais canadianos publicaram fotos dos dois a exibirem armas e símbolos como a cruz suástica.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O segredo da Coreia do Sul para combater a covid-19? Tecnologia de ponta e toque humano

O sucesso da Coreia do Sul a combater a pandemia de covid-19 não assentou apenas no recurso à tecnologia de ponta — também envolveu o tradicional toque humano. De acordo com um recente relatório da Câmara …

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …