Jovem detido na Cova da Moura acusa polícia de violência e racismo

Thomas Hawk / Flickr

Um dos cinco jovens que foram detidos na semana passada na Cova da Moura, bairro problemático da Amadora, acusa a polícia de o ter agredido física e verbalmente.

“Bateram-me com o cassetete, davam pontapés. Diziam-me para me candidatar ao Estado Islâmico. Chamavam pretos, macacos, que iam exterminar a nossa raça”, conta Bruno Lopes, de 24 anos, em declarações ao jornal Público.

As circunstâncias relatadas pelo jovem terão ocorrido na esquadra da PSP de Alfragide, depois de ter sido detido em frente a um café da Cova da Moura. Bruno Lopes alega que foi encostado à parede por um agente, sem qualquer razão, e que depois foi agredido por outros dois sem oferecer “resistência alguma”, como frisa o Público, antes de ter sido detido.

Tudo aconteceu na passada quinta-feira, 5 de Fevereiro, e Bruno Lopes foi libertado na sexta-feira, depois de ter sido acusado de ter arremessado uma pedra contra uma carrinha da polícia – um dado que o jovem nega, citado pelo Público. “Se estava a ser revistado, como é que podia ter lançado uma pedra?”, refere para refutar as acusações das autoridades.

A actuação da PSP está a ser alvo de um inquérito interno, lançado na própria esquadra de Alfragide, mas também é motivo de averiguações no seio da Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Na Cova da Moura, a certeza do excesso de violência dos agentes é inabalável. A cabo-verdiana Jailza Sousa, de 29 anos, que foi atingida por duas balas de borracha na nádega e no peito, quando estava com o filho, sublinha que não fez nada para motivar esta reacção de um agente. Ela diz que o filho está “traumatizado” e conta que viu Bruno Lopes “a levar chapadas” da polícia sem que o jovem revelasse qualquer postura agressiva.

SV, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A conversa é sempre a mesma imputar culpas aos agentes de autoridade com o argumento de racismo.Claro que só a ingenuidade nos fará acreditar no argumento tão estafado. Estas pessoas com comportamentos fora do normal deverãoser tratados como cidadãos que ignoram completamente as boas normas cívicas de convivência.Assim que a Lei (igual para todos) actue com proficiência.

  2. E alguém acredita? coitado do rapaz, estava ali na vida dele e do nada o guarda foi arriscar a carreira só porque lhe apeteceu dar porrada em alguém, dando comentários racistas onde provavelmente tem colegas negros…

    Não levou mas devia ter levado que quando sair vai estar a assaltar ou a passar droga

Metro do Porto compra 18 novos veículos e assegura mais 60 mil lugares por dia

A Metro do Porto assinou esta terça-feira o contrato para a aquisição, por 49,6 milhões de euros, de 18 composições à empresa chinesa CRC Tangsthan que permitirão disponibilizar mais 60 mil lugares diários, estima a …

Catarina Martins diz que Carlos Costa "não tem condições" para ser governador

Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, disparou contra aqueles que considera serem "cúmplices" do "assalto ao povo angolano". Tanto a Justiça como o Governo português têm de agir, considera o Bloco de Esquerda, na sequência …

Pedro Sánchez vai reunir-se com líder do governo regional catalão

O primeiro-ministro espanhol e líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, anunciou na segunda-feira que se reunirá com o líder do governo regional da Catalunha, Quim Torra, no início de fevereiro. Em entrevista à televisão …

Governo confirma que nunca avaliou impacto dos vistos gold. Só 5% foram recusados

O Ministério da Administração Interna (MAI) confirmou que não foram realizadas avaliações ao impacto dos vistos gold e que não cabe ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) controlar as origens do capital investido em …

Conselho de Finanças Públicas alerta para "risco de desvio significativo" no ritmo de ajustamento estrutural

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alerta para um "risco de desvio significativo" do ritmo de ajustamento estrutural da economia portuguesa em 2020, avisando que a evolução programada da despesa no OE2020 "não cumpre o …

Carolina Salgado condenada a pena de quatro meses de prisão, substituída por multa de 600 euros

Carolina Salgado não cumpriu sentença do processo de difamação a Pinto da Costa. Além das 300 horas de trabalho comunitário devia ter publicado o texto da sentença no jornal e não o fez. Carolina Salgado foi …

Taiwan deteta primeiro paciente com pneumonia originária da China

A Agência Central de Notícias de Taiwan disse que uma mulher, que esteve recentemente na cidade chinesa de Wuhan, está a ser tratada e foi colocada sob quarentena, depois de se ter dirigido voluntariamente aos …

PSP investiga alegada agressão de um agente a uma mulher na Amadora

A Polícia de Segurança Pública (PSP) abriu um processo de averiguações sobre a atuação policial contra uma mulher que foi detida, no domingo, na Amadora, ocorrência que envolveu "agressões" e que resultou numa denúncia contra …

Ex-presidente da Interpol condenado a 13 anos e meio de prisão por suborno

O ex-presidente da Interpol Meng Hongwei foi condenado a 13 anos e meio de prisão por suborno, segundo uma declaração de um tribunal chinês divulgada esta terça-feira. Além da pena de prisão, foi multado em …

Condutor que atropelou mortalmente irmã de Djaló condenado a 16 anos de prisão

O Tribunal de Almada condenou, esta terça-feira, a 16 anos de prisão o condutor acusado do atropelamento mortal de uma jovem de 17 anos nas Festas da Moita, no distrito de Setúbal, em setembro de …