Jovem detido na Cova da Moura acusa polícia de violência e racismo

Thomas Hawk / Flickr

Um dos cinco jovens que foram detidos na semana passada na Cova da Moura, bairro problemático da Amadora, acusa a polícia de o ter agredido física e verbalmente.

“Bateram-me com o cassetete, davam pontapés. Diziam-me para me candidatar ao Estado Islâmico. Chamavam pretos, macacos, que iam exterminar a nossa raça”, conta Bruno Lopes, de 24 anos, em declarações ao jornal Público.

As circunstâncias relatadas pelo jovem terão ocorrido na esquadra da PSP de Alfragide, depois de ter sido detido em frente a um café da Cova da Moura. Bruno Lopes alega que foi encostado à parede por um agente, sem qualquer razão, e que depois foi agredido por outros dois sem oferecer “resistência alguma”, como frisa o Público, antes de ter sido detido.

Tudo aconteceu na passada quinta-feira, 5 de Fevereiro, e Bruno Lopes foi libertado na sexta-feira, depois de ter sido acusado de ter arremessado uma pedra contra uma carrinha da polícia – um dado que o jovem nega, citado pelo Público. “Se estava a ser revistado, como é que podia ter lançado uma pedra?”, refere para refutar as acusações das autoridades.

A actuação da PSP está a ser alvo de um inquérito interno, lançado na própria esquadra de Alfragide, mas também é motivo de averiguações no seio da Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Na Cova da Moura, a certeza do excesso de violência dos agentes é inabalável. A cabo-verdiana Jailza Sousa, de 29 anos, que foi atingida por duas balas de borracha na nádega e no peito, quando estava com o filho, sublinha que não fez nada para motivar esta reacção de um agente. Ela diz que o filho está “traumatizado” e conta que viu Bruno Lopes “a levar chapadas” da polícia sem que o jovem revelasse qualquer postura agressiva.

SV, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A conversa é sempre a mesma imputar culpas aos agentes de autoridade com o argumento de racismo.Claro que só a ingenuidade nos fará acreditar no argumento tão estafado. Estas pessoas com comportamentos fora do normal deverãoser tratados como cidadãos que ignoram completamente as boas normas cívicas de convivência.Assim que a Lei (igual para todos) actue com proficiência.

  2. E alguém acredita? coitado do rapaz, estava ali na vida dele e do nada o guarda foi arriscar a carreira só porque lhe apeteceu dar porrada em alguém, dando comentários racistas onde provavelmente tem colegas negros…

    Não levou mas devia ter levado que quando sair vai estar a assaltar ou a passar droga

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …

Eleição autárquica dos EUA pode ser desempatada com moeda ao ar

Um eleição autárquica numa pequena vila no Ohio, nos Estados Unidos, pode vir a ser decidida com o lançamento de uma moeda ao ar, o famoso jogo do "cara ou coroa". De acordo com o The …