José Sócrates libertado

João Relvas / Lusa

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates, à chegada a casa depois de ter sido libertado

O ex-primeiro-ministro José Sócrates viu a sua medida de coação alterada de prisão preventiva para prisão domiciliária, tendo já abandonado o Estabelecimento Prisional de Évora.

O advogado de José Sócrates, João Araújo, confirmou à agência Lusa que o ex-primeiro-ministro iria deixar de estar em prisão preventiva.

José Sócrates deixou o Estabelecimento Prisional de Évora ao fim da tarde desta sexta-feira.

Segundo avançou a TVI24, a medida de coação aplicada a José Sócrates é agora de prisão domiciliária, sem pulseira electrónica, com vigilância policial.

Às 20h, o Ministério Público confirmou, em comunicado, a alteração da medida de coação aplicada ao ex-primeiro-ministro.

“No âmbito do inquérito relativo à denominada Operação Marquês, o Ministério Público foi, hoje, notificado da decisão judicial de alteração das medidas de coacção aplicadas ao arguido José Sócrates”, indica o comunicado da Procuradoria Geral da República.

“O Tribunal Central de Instrução Criminal determinou que o arguido fique sujeito à obrigação de permanência na habitação (sem sujeição a vigilância electrónica), bem como à proibição de contactos, designadamente com outros arguidos no processo”, acrescenta a PGR.

José Sócrates foi detido há 10 meses, a 21 de novembro de 2014, no âmbito da Operação Marquês, indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Dos arguidos no processo “Operação Marquês”, apenas  José Sócrates continuava detido em prisão preventiva, depois de os restantes arguidos terem visto as suas medidas de coação alteradas.

Além do ex-primeiro-ministro, estão indiciados os empresários Carlos Santo Silva e Joaquim Barroca, o ex-motorista de Sócrates João Perna, o administrador da Octapharma Paulo Lalanda de Castro, e a mulher de Carlos Santos Silva, Inês do Rosário.

O advogado Gonçalo Trindade Ferreira, o presidente da empresa que gere o empreendimento de Vale do Lobo, Diogo Gaspar Ferreira e o ex-ministro Armando Vara são os outros arguidos no processo.

João Relvas / Lusa

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates (D), cumprimenta o seu advogado, João Araújo, à chegada à casa

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates (D), cumprimenta o seu advogado, João Araújo, à chegada à casa

Já este sábado, em conferência de imprensa, os advogados de José Sócrates classificaram o processo de “patético”, sem provas ou factos.

João Araújo e o seu colega Pedro Delille consideraram “patético” e “ridículo” o processo-crime contra o ex-primeiro-ministro.

Os advogados alegam que “estão consolidados os indícios de que não há quaisquer indícios” sobre o ex-líder do PS.

João Araújo esclareceu que Sócrates pode falar com a imprensa quando quiser e que não tem “quaisquer restrições” para responder aos jornalistas.

A defesa irá agora recorrer da medida de coação, reiterando a completa inocência do seu constituinte relativamente a todas as imputações – incluindo as respeitantes à aprovação do empreendimento de Vale do Lobo.

ZAP

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Será que é dificil entender o que se passa, Exemplo porquê o Salgado não ficou com pulseira electrónica, Porquê o Socratas também sem pulseira uma vez que custa menos aos contribuintes.
    Porque com pulseira electrónica a RAIA miúda fica a saber os passos que eles dão e isso não convém porque chega a comunicação social

  2. As medidas de coação são proporcionais à gravidade da moldura penal aplicável e enquanto possam ser protectoras da acção da investigação, esta tende a evoluir, e com isso aliviar a gravidade de tais medidas. Percebe-se a fase em que se encontrará a investigação o que leva a admitir que a acusação estará muito mais próxima!

    • “José Sócrates libertado”?
      Titular notícias não é mero proforma…
      Está em causa “Prisão” que resulta de uma sentença de condenação e “Prisão que resulta de medidas de coação próprias de um processo em que o arguido não foi e pode vir a não ser condenado mas que facilitam o normal percurso duma investigação criminal especialmente grave ou de moldura penal >5 anos e da qual emergem fortes indícios de autoria da parte do “preso preventivamente” o que é tido como medida de coação mais grave!
      Assim:
      – José Sócrates não foi libertado pois continua preso e isto devido à alteração da medida de coação de PRISÃO PREVENTIVA para PRISÃO DOMICILIÁRIA… O mesmo é dizer que “José Sócrates – Continua preso em casa” e já agora “sem argola mas com polícia à porta”.
      “José Sócrates Libertado”!?! Não. Não foi.

  3. ”João Araújo e o seu colega Pedro Delille consideraram “patético” e “ridículo” o processo-crime contra o ex-primeiro-ministro.”
    No próximo capítulo desta novela e, por causa das considerações dos advogados de defesa do Sr. Sócrates, vamos ter em prisão preventiva o Procurador Rosário Teixeira e o Juíz Carlos Alexandre.

  4. Sócrates continua preso, não foi libertado como diz o título da notícia. Nada mudou relativamente aos delitos de que é arguido. Apenas os prazos de prisão preventiva obrigaram à alteração da medida de coação. Se se confirmarem as suspeitas dos graves crimes que cometeu e que muito lesaram Portugal e os Portugueses, esperemos que volte para a prisão e que por lá se mantenha por muitos e longos anos. De qualquer forma, em casa ou na prisão, todos os dias continua a ir ao bolso dos Portugueses, pois custa por dia milhares de Euros ao Estado para o manter nessa situação e para se efetuarem as diligências judiciais.

    • Essa é que é a verdade, continua a custar milhares de euros ao estado, diga-se aos portugueses.
      Mas continua por aí gentinha a não querer ver…. ele não é o único, existe muita escumalha desta que apenas vivem à custa do esbanjamento do estado e, quem trabalha que pague……..

  5. “Se se confirmarem as suspeitas dos graves crimes que cometeu” ????
    Você Josephheilige corrija a sua prosa…
    Que se saiba, neste país, ninguém tem “ainda” (?) o direito de condenar ninguém, sem nem sequer ter sido ainda acusado. A menos que você seja Jihadista…

  6. Espero bem que não se tenha armado todo este “granel” tomando por base uma questão de alteração ao PDM. Isso costuma ser tratado pela vereação da câmara municipal, não pelo governo. Alguém aqui se lembra do chamado caso “Portucale” ? Não era também Reserva Ecológica Nacional ? Também foi o Durão Barroso o responsável ? Já foi preso preventivamente ?
    Isto já começa a tresandar !

    • Às 22h35m depois dum cozido com bacus é de estar mais para lá do que a chafurdar no teclado até porque já nem a cabeça dos dedos já está para ali virada!

    • CENOURAS de ESTÍMULOS!
      Segundo o Jornal Expresso MAi.2010 – O Sr. Juíz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal, “decidiu enviar para julgamento os 11 arguidos do processo Portucale, relacionado com o abate de sobreiros, confirmando na íntegra o despacho de acusação do Ministério Público.
      Os 11 arguidos: Abel Pinheiro, Carlos Calvário, José Manuel de Sousa e Luís Horta e Costa (estes três ligados ao Grupo Espírito Santo), António de Sousa Macedo (ex-diretor geral das Florestas), Manuel Rebelo (ex-membro da Direção Geral das Florestas), António Ferreira Gonçalves (ex-chefe do Núcleo Florestal do Ribatejo), Eunice Tinta, João Carvalho, Teresa Godinho e José António Valadas.”
      Qual é afinal o cozinhado que já tresanda ou cenoura que põe à sua frente?

    • ALTERAÇÃO DO PDM (RJIGT)
      7.3. A CCDRC emite parecer fundamentado que envia para o GOVERNO (RJIGT, Artº.80º.4).
      7.4. O GOVERNO ratifica total ou parcialmente (RJIGT, Artº.80º, nº 3) a Alteração do PDM através de uma Resolução do CONSELHO DE MINISTROS (RCM) (RJIGT, Artº.80, nº 7).
      7.5. O GOVERNO procede ao envio, através da “plataforma de submissão electrónica”, dos elementos instrutórios destinados à publicação da RCM que ratifica a alteração ao plano director municipal no DR (I Série) e de uma colecção completa do processo para depósito na DGOTDU.
      Qual é o cozinhado ou cenoura que escolhe ter à ferente?

      • As cenouras são indispensáveis à confecção de um bom cozido ! Por outro lado, cozidos estamos (quase) nós todos …
        Fala-me de alterações ao regime jurídico com data de 2015 ? Agora reescreve-se o passado à moda do “camarada” Estaline ?
        Porque raio é que um “cozinhado” entre o BES e o governo, que se fazia no tempo do PSD-CDS por intermédio de moços de recados e outros subalternos, passaria de repente a carecer de intervenção dum primeiro ministro ?

        • Intencionalmente quer enganar quem?
          O Decreto-Lei nº 316/2007 > Decreto-Lei nº 380/99; Decreto-Lei n.º 46/2009; Decreto-Lei nº 232/2007 < Decreto-Lei n.º 58/2011.
          Sim e só dos normativos evocados do RJIGT… Ali anteriormente alinhados.
          Agora, se o vil metal passar por barrigas e não adquirir dormências lá fora, se mudar de poiso e daí saltar aos bochechos sempre com o mesmo destino, talvez seja de aferir que se a base da pirâmide arrebanhada municia os arrebanhados do topo isso torna mais fácil o encadeamento da coisa!?!

          • Deixe lá as minhas intenções. Não vêm para o caso.
            Então foi Sócrates que tramou … Sócrates. Boa !
            Seria bom que todos os bandalhos e passa culpas deste país cometessem o mesmo tipo de “Suissídio” (até mesmo suicídio).
            Nada disto lhe cheirou ainda a “esturro” ? Deve ser o único.
            Sou do tal “centrão deslizante” não avençado nem subsidiado e digo-lhe já que vai ter que se esforçar mais para me convencer.
            Se tal não acontecer entretanto, não há sondagem que lhe valha !

  7. Mas que sorte! A mim já me retiraram de frente ao televisor por não suportar tanto matracar na mesma cantilena e isto vai durar pelo menos uma semana até que venha outra e já agora, se a comunicação social fosse saber o que se passa com o Marocas que há tanto tempo anda calado, este mais o Sócrates e o Costa, que bela trempe na campanha do PS!.

RESPONDER

Utentes da Soflusa estão “cansados” de constantes supressões

Os utentes da Soflusa mostraram-se esta segunda-feira "cansados" das constantes supressões das ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, que estão hoje a acontecer durante todo o dia devido à falta de mestres. "Já estou a …

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …