Jobs for the boys do PS. Assessor de Costa na Segurança Social e Engenheiro Mecânico em Unidade de Saúde

Hugo Delgado / Lusa

O ex-assessor de António Costa, Tiago Preguiça, de 33 anos, é o novo diretor-geral da Segurança Social. Uma nomeação directa que caiu mal entre as chefias da entidade enquanto há uma polémica com a escolha de outro militante do PS formado em Engenharia Mecânica para a Unidade de Saúde de Castelo Branco.

O assunto dos “jobs for the boys” volta a ser notícia e, mais uma vez, é o PS que é envolvido.

Desta feita, está em causa a escolha de Tiago Preguiça para o cargo de diretor-geral da Segurança Social. O militante do PS de Santarém, com apenas 33 anos, era assessor político de António Costa depois de ter sido assessor de Vieira da Silva no Ministério da Solidariedade e Segurança Social.



O cargo estava vago há cerca de um ano e o Governo optou pela nomeação directa de Preguiça em regime de substituição, o que significa que se manterá em funções até à realização do concurso público.

O Correio da Manhã (CM) nota que “o objectivo passa por abrir um concurso para este cargo de topo da Administração Pública à medida do nomeado“, frisando que “Preguiça apresentará no currículo experiência no cargo, algo que não será possível a nenhum dos restantes concorrentes”.

O ex-assessor de Costa é licenciado em Estudos Europeus e não tem experiência concreta na área da Segurança Social.

O cargo de director-geral da entidade costuma estar, “historicamente”, “reservado a quem percorre todos os patamares da Segurança Social e apresenta grande experiência no sector”, aponta ainda o CM.

Numa nota do Ministério da Segurança Social, aponta-se, contudo, que “o nomeado tem as habilitações necessárias para o desempenho das funções”.

PS a “tomar conta da máquina da Segurança Social”

A designação do Preguiça está a acontecer em moldes semelhantes ao que aconteceu com outros dirigentes de topo da Segurança Social que começaram por entrar em regime de substituição e depois ganharam os respectivos concursos públicos.

O Observador repara que o Conselho Directivo da Segurança Social é “quase exclusivamente composto por militantes do PS desde os primeiros meses do Governo Costa I”, mas nota que “nas estruturas distritais tudo piorou no segundo mandato”.

Em 2017, apenas 28% dos directores distritais tinham ligações partidárias. Actualmente, 67% dos directores distritais (ou seja, 12 em 18) têm ligações ao PS, vinca a mesma publicação, notando que algumas dessas nomeações aconteceram durante a pandemia.

É o PS a “tomar conta da máquina da Segurança Social”, analisa o Observador, reparando que “no topo da pirâmide” da entidade há “cem por cento de ligações partidárias”.

Já no tempo do Governo de Passos Coelho era assim, com os lugares de topo da Segurança Social a serem preenchidos por figuras ligadas ao PSD, como nota a dita publicação.

No Conselho Directivo do Instituto da Segurança Social, em 14 anos, há apenas um em 19 dirigentes que não tinha ligação partidária, designadamente José Manuel Silva e Sá que ocupou o cargo durante o Governo de José Sócrates. Mas, ainda assim, Silva e Sá seria “próximo dos socialistas”, como nota o Observador.

Engenheiro Mecânico preferido a cirurgiã para Unidade de Saúde

Em Castelo Branco, a polémica dos “jobs for the boys” envolve a Unidade Local de Saúde depois de a ministra da Saúde ter convidado e a seguir desconvidado a cirurgiã Aida Paulino para presidir ao conselho de administração.

Marta Temido acabou por apostar em José Nunes, “formado em Engenharia Mecânica”, “militante do PS e amigo do dirigente nacional do PS Luís Correia”, ex-presidente da Câmara de Castelo Branco e agora candidato independente ao cargo, como reporta o Público.

O jornal salienta que a ministra ignorou a recomendação do Ministério das Finanças que “exigia que um dos administradores tivesse formação na área económico-financeira” e nota que a mudança é vista como “uma cedência a pressões políticas”.

José Nunes foi vogal na anterior administração depois de ter sido indicado pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa que é liderada pelo socialista Luís Pereira, actual presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão.

O novo enfermeiro director da Unidade, Carlos Almeida, também é militante do PS e a nova directora clínica Maria Eugénia André é “próxima do PS”, segundo o mesmo jornal.

Sobre o processo de escolha destes elementos, o gabinete do Ministério da Saúde repara, em nota enviada ao Observador, que “a designação dos conselhos de administração é um processo que envolve diversas etapas (nomeadamente, apresentação de proposta de equipa pela administração regional de saúde territorialmente competente, avaliação prévia de currículos pela Cresap e apreciação dos elementos pelos ministérios responsáveis), que só fica completa com o despacho de nomeação pela tutela das Finanças e da Saúde”.

A Unidade de Saúde estará com problemas financeiros e o médico Sanches Pires, responsável pela sua criação, chegou a enviar um email ao primeiro-ministro, a expressar preocupação com a “problemática nomeação”, alertando para a “deficiente gestão”, como revela o Público.

Sanches Pires apelo ainda ao “bom senso” de Costa para que intercedesse junto do Ministério da Saúde “na urgente resolução deste grave problema da ULS de Castelo Branco”. Mas o primeiro-ministro sacode responsabilidades pelo caso para Marta Temido.

Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. A tradição do polvo PS. Confundir Estado com governo e colocar o primeiro sob controlo do segundo. Um dos males de Portugal!

  2. Desde que o Relvas nomeou um motorista sem acarta de condução já nada me espanta no PS PPD e CDS tudo farinha do mesmo saco, VIVA a BOYADA dos cartões partidários do arco da governação.

    • Deveria haver lei, para não permitir a estes ladrões de atuarem desta forma descarada. Depois da ministra da justiça fazer aquela enorme vigarice, já nada me espanta. Alguém que ponha mão nisto e perguntar ao papagaio-mor do reino o que é que ele acha sobre este caso grave e espantoso: um mecânico, na saúde, em vez de uma médica operadora.

  3. E quem se queixa? O povo vota neles e espera que sejam os outros (os “ricos”, a Europa, os “bancos”, os “grandes capitalistas”, todos aqueles a que nem eu nem nenhum dos leitores pertencem) que paguem os desmandos de quem governa. Continuem a cortar no PS até á próxima bancarrota.

  4. Um escarro completo de partido!
    Uma máfica que nos vai levar à cauda da europa!
    E o selfies assobia para o lado como cobarde que é!

  5. Infelizmente Portugal é isto, país pobre dirigido por chefias pobres de conhecimento mas de enriquecimento fácil. O mal é sempre o mesmo leis desadequadas ou adequadas aos interesses políticos, com uma justiça de país subdesenvolvido. Um 25 de Abril com flores deu nisto, o povo é brando e os políticos aproveitam.

    • E amanhã é dia da esquerda ir para a rua de cravo ao peito e punho fechado festejar toda esta abastança à custa da exploração de quem trabalha honestamente.

  6. Um, preguiça à frente de um organismo tão preguiçoso, está a composição perfeita para que tudo funcione como um relógio suíço!

  7. É mais um vergonha e descaramento deste governo. Não olha a meio para controlar o aparelho do Estado. E o pior disto tudo é que estas atitudes, em pró dos seus boys, retira aos outros cidadãos, provavelmente mais competentes para a função, as oportunidades de emprego e de carreira. Estão a ver, numa unidade de saúde privada, o seu Presidente ser um engenheiro mecânico, em detrimento de uma especialista em Medicina/saúde (no caso uma cirurgiã) ?
    Por outro lado, que vivência e experiência de vida tem o jovem Tiago Preguiça aos 33 anos, para ser nomeado Diretor Geral da Segurança Social? Pergunta-se, se ele não tivesse o “cartão PS” e não fosse assessor do Costa estaria nomeado para o cargo?
    Não foi por acaso, que o governo PS “encostou às boxes” a Comissão de Recrutamento e Seleção na Função Pública (CReSAP), que foi criada para impedir estes “jobs for the boys”, propondo os mais competentes e habilitados para a função.

  8. Tiago Preguiça, de 33 anos, é o novo diretor-geral da Segurança Social

    Isto é mesmo gozar com quem trabalha. E um engenheiro mecânico para uma unidade de saúde!!!??
    Bem… ainda conheço casos piores de profundos incompetentes à frente das mais altas instâncias da nação.

    O POVO TEM O QUE MERECE.

RESPONDER

Aprovado prolongamento de apoios às rendas até ao final do ano

Os apoios às rendas foram concedidos no ano passado, para fazer face às dificuldades criadas pela pandemia de covid-19. A comissão parlamentar de Economia aprovou, esta quarta-feira, o prolongamento dos apoios às rendas habitacionais e comerciais …

PSD volta a apresentar queixa à CNE contra Rui Moreira

Esta quarta-feira, o PSD/Porto acusou o movimento independente liderado por Rui Moreira de enviar informação da apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal "para emails institucionais" do município, acrescentando que vai apresentar queixa à Comissão …

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de "quem não tem nada para dizer"

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Depois de ter sido acusado por …

Nova Iorque atinge 70% de adultos vacinados (e celebra com fogo-de-artifício)

O estado de Nova Iorque atingiu o marco de vacinação que, de acordo com os especialistas, garante a imunidade de grupo. O governador do estado norte-americano de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou na noite de terça-feira …

"Construtiva" e "sem animosidades". Cimeira entre Biden e Putin termina mais cedo do que previsto

A cimeira entre Vladimir Putin e Joe Biden chegou ao fim mais cedo do que se previa. Os presidentes optaram por conferências de imprensa em separado, e o primeiro a falar foi o Presidente russo. Os …

Euro 2020: seleções da casa em desvantagem na primeira jornada

Nove seleções jogaram no seu país, até agora. Mas somente três ganharam o respetivo jogo. Portugal contribuiu para estragar as festas caseiras. Num Europeu estranho e inédito, que decorre em muitos países, muitas seleções jogam em …

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …