João Loureiro diz que só apanhou uma boleia. Polícia Federal admite obrigá-lo a ficar no Brasil

Estela Silva / Lusa

O ex-presidente do Boavista, João Loureiro (d)

João Loureiro garantiu que o voo não aconteceu por sua causa e que só apanhou uma “carona” até ao Brasil. As autoridades brasileiras não afastam cenário de escutas ou de proibição de saída do país.

Em entrevista à TVI, João Loureiro reiterou que não tem “qualquer ligação” à meia tonelada de cocaína encontrada no avião onde voou para o Brasil. “Apenas constava da lista de passageiros”, disse o ex-presidente do Boavista, adiantando que foi ouvido pela Polícia Federal, mas a seu pedido e apenas como testemunha.

“Não há nenhuma suspeita sobre mim”, garantiu em entrevista, desta vez à RTP. “Não faço a mínima ideia quem está por detrás desta situação. Imagino que seja uma organização poderosa. Sinto-me utilizado. Acho que, de certa forma, fui utilizado. Não acredito que pelas pessoas que me convidaram [a ir ao Brasil] porque as conheço há algum tempo, mas alguém aqui me utilizou.”

À RTP, Loureiro explicou que apenas apanhou uma boleia até ao Brasil. Depois de ter sido contactado por causa das funções que agora exerce por um “grupo empresarial e várias entidades que desejavam investir em Portugal”, voou num avião privado no final de janeiro que partiu de Tires, fez escala em Cabo Verde, parou em Salvador da Baía e seguiu até Jundiaí, no interior de São Paulo.

O Observador avança que, ao seu lado, seguia Mansur Ben-barka Heredia, um cidadão espanhol que estava a ser vigiado pela Polícia Judiciária por suspeitas de tráfico de droga. João Loureiro garantiu não ter qualquer ligação: “Conheci esse senhor no dia do embarque.”

Esta terça-feira, o Observador escreve que a Polícia Federal admite travar a saída de João Loureiro do Brasil e colocá-lo sob escuta se forem apurados elementos suficientes.

Fonte oficial adiantou ao matutino que não foi aplicada qualquer medida restritiva a Loureiro na sexta-feira porque “medidas judiciais demandam requisitos legais que precisam ser demonstrados ao Poder Judiciário”.

No entanto, as autoridades brasileiras não excluem que tais elementos possam ser conseguidos nas próximas horas ou dias.

João Loureiro intermediou lugares

O antigo presidente do Boavista intermediou junto de quatro profissionais ligados ao futebol os lugares no avião privado, avança o Público esta terça-feira. O diário escreve ainda que ficou acordado que haveria uma comparticipação, num valor que não chegou a ser discutido, já que todos acabariam por desistir do voo, que tinha como destino o aeródromo de Tires, em Cascais.

No entanto, estas conversas, que ocorreram numa altura em que Portugal já interditara os voos do Brasil devido à pandemia, aconteceram numa altura em que o voo já estava pago há muito tempo.

O diário confirmou a informação com uma fonte ligada à OMNI, proprietária do Falcon 900B, que disse que a viagem de ida e volta custou mais de 100 mil euros à empresa brasileira que a pagou.

Ao Público, João Loureiro só confirmou ter sido intermediário de dois dos passageiros ligados ao futebol e porque tal lhe foi solicitado dado não haver voos para Portugal, desde as 00h de 31 de Janeiro.

Em relação aos outros dois, nada disse, assegurando apenas que não conhece o outro português que apareceu na lista de passageiros, um empresário do setor dos vinhos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …