Na etapa rainha do Giro, João Almeida perdeu a camisola rosa ao fim de 15 dias. O português mereceu o respeito do mundo ciclismo, chovendo elogios à sua prestação.

João Almeida já não é o líder da Volta a Itália em bicicleta. Após mais de duas semanas a envergar a ‘maglia rosa’, o ciclista português sentiu dificuldades no Stelvio, a etapa rainha do Giro. João Almeida foi sétimo na etapa e desceu para o quinto lugar na classificação geral, atrás de Kelderman, Hindley, Geoghegan Hart e Pello Bilbao. Está agora a 2m16s do novo líder.

A Deceuninck-QuickStep, equipa de João Almeida, mostrou-se grata pelo trabalho do português até ao momento. “Nada a não ser respeito interminável e admiração por este jovem rapaz, que durante 15 dias honrou a icónica camisola rosa do Giro”, lê-se numa publicação na rede social Twitter.

Já o colega de equipa Fausto Masnada pediu desculpa a João Almeida por não ter conseguido ajudar mais o português a manter a camisola rosa.

“Sinto muito por ter perdido a camisola rosa do João Almeida mas gastei todas as minhas energias ao tentar manter-me com ele o máximo de tempo possível. Amanhã é outro dia e Milão está cada vez mais perto”, escreveu o italiano no Twitter, acompanhando a publicação com uma imagem a abraçar o português.

João Almeida não tardou a responder, agradecendo a Masnada e ao resta da equipa da Deceuninck-QuickStep: “Obrigado, foste fantástico. Tu e toda a equipa! Isto não seria possível se eu não tivesse tido toda a ‘matilha’ comigo”.

O ciclista das Caldas da Rainha admitiu que esta foi uma etapa muito difícil, mas que a sua equipa “esteve muito bem”.

“As minhas sensações não eram assim tão más. Sentia fadiga, o que é normal, mas os adversários estavam muito fortes. Estou contente com a minha prestação, foi sólida. Não se pode ser ‘super’ todos os dias, e hoje eles estavam mesmo muito fortes”, disse Almeida.

O jovem de 22 anos confessa que chorou na chegada ao topo do Stelvio, após ter visto a família e alguns portugueses a torcer por si.

“Estava no limite e sabia que não podia seguir ao mesmo ritmo até ao topo, por isso levei o meu ritmo para não perder muito tempo”, acrescentou.

João Almeida surpreendeu tudo e todos ao agarrar-se à camisola rosa com unhas e dentes durante 15 dias. O feito do português mereceu a atenção e o respeito de várias figuras do ciclismo mundial, que não perderam a oportunidade para enaltecer a atuação do ciclista luso.

O italiano Vincenzo Nibali, da Trek-Segafredo, cruzou a meta da etapa desta quinta-feira logo atrás de João Almeida. No fim, fez uma publicação no Instagram onde direcionou uma palavra de carinho e admiração pela ‘pantera’.

“Hoje certamente não foi um dia bom para mim nem para o camisola rosa. Mas o importante foi termos dado tudo. Boa sorte, João Almeida“, escreveu Nibali, que segue na 8.ª posição da geral.

Remco Evenepoel, uma das maiores promessa do ciclismo mundial, também deixou elogios ao seu colega de equipa.

“Chapeau João Almeida e Deceuninck. Tiro o chapéu pela vossa coragem e determinação, campeões! Boa sorte para os próximos dias”, disse o ciclista que falhou o Giro por lesão.

DC, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …