Jorge Jesus proibido de falar do Sporting (mas deixou alguns recados)

O ex-treinador dos leões revelou que tem uma cláusula de confidencialidade que não o permite falar sobre os últimos acontecimentos no clube, mas não se coibiu de deixar alguns recados.

Num evento promovido pelo International Club of Portugal, Jorge Jesus revelou que tem uma cláusula de confidencialidade que não o permite falar sobre qualquer assunto relacionado com o Sporting, sobretudo sobre os últimos três meses.

“O que posso dizer é que neste momento tenho uma cláusula de confidencialidade na minha rescisão, sendo penalizado se fugir a esta cláusula, e portanto não me posso alongar com o tempo que estive no Sporting e com o que aconteceu no Sporting”, assumiu o ex-treinador dos leões, citado pelo Diário de Notícias.

Apesar da cláusula assumida por Jesus, o técnico português, que agora vai treinar os sauditas do Al-Hilal, não se coibiu de deixar alguns recados, a começar pela música “Falem agora”, cantada no evento pela fadista Fábia Rebordão. “É a letra ideal para a minha despedida”, admitiu, entre risos, citado pelo Observador.

“Só és líder se quem trabalha contigo te seguir; senão, não te reconhecem valor (…) Os líderes têm de nascer com esse ADN; mandar é fácil, saber mandar é que é difícil“, destacou o treinador português durante a intervenção.

“O líder tem de se saber adaptar às situações que lhe aparecem diariamente, deve saber desempenhar, interpretar, a responsabilidade que tem e, apesar de serem potencializáveis, têm de nascer com alguma coisa diferente”, afirmou, citado pelo jornal i.

Não há um bom presidente sem um bom treinador, nem um bom treinador sem bons jogadores”, disse ainda o técnico, ao longo da intervenção de cerca de 20 minutos.

Tribunal valida convocação da AG do Sporting

O Tribunal Cível considerou, esta sexta-feira, Jaime Marta Soares como legítimo presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting e validou a convocação de uma reunião magna para dia 23, apesar de faltarem os meios adequados para a realizar.

Na decisão cautelar, a que a agência Lusa teve acesso, é dito que se “afigura sumariamente demonstrada a existência da qualidade do requerente e indiciariamente a convocatória da Assembleia Geral (AG) por quem de direito”.

Contudo, o juiz considerou que, na exposição de Marta Soares sobre a reunião magna, não são expostos os “meios adequados a acautelar que a Assembleia Geral não se transforme num risco para a integridade física dos participantes, mas simplesmente o cumprimento das formalidades necessárias para a sua integral realização”. Pelo exposto, “indefere-se liminarmente o presente procedimento cautelar”, lê-se na decisão.

Marta Soares pediu ao tribunal que se pronunciasse sobre a marcação da Assembleia Geral de dia 23, alegando que a convocou ao abrigo dos Estatutos do Sporting, pelo que entende que é o clube que “tem de providenciar todos os meios necessários à realização” da mesma.

Porém, alega Marta Soares, quando o conselho diretivo do Sporting Clube de Portugal, liderado por Bruno de Carvalho, se apercebeu que o presidente da mesa da AG pretendia convocar a reunião magna “também para a revogação com justa causa do mandato dos seus membros, passou a boicotá-la ostensivamente“.

Nos fundamentos para a providência é solicitado “um Plano de Segurança para a realização da referida Assembleia Geral, requerendo a colaboração das autoridades policiais”, entre outros pedidos.

Justifica o pedido que a realização de uma AG “sem os meios necessários, pode redundar numa verdadeira tragédia, atendendo ao clima de tensão, crispação e confrontação que é público e notório.

Ora, o tribunal entendeu que não foram apresentados os meios adequados a acautelar que a reunião magna do clube não se possa transformar num risco para a integridade física dos participantes, pelo que indeferiu a realização da mesma.

Desde 15 de maio que o Sporting vive uma situação conturbada, desencadeada pela invasão da Academia, em Alcochete, onde alguns futebolistas e elementos da equipa técnica foram agredidos, a que se seguiu a derrota na final da Taça de Portugal.

Paralelamente, o ‘team manager’ do Sporting, André Geraldes, foi constituído arguido no âmbito de uma investigação sobre alegados atos de tentativa de viciação de resultados.

Depois estes acontecimentos, a maioria dos membros MAG e do Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e parte da direção apresentaram a sua demissão, defendendo que o presidente Bruno de Carvalho não tinha condições para permanecer no cargo.

Após duas reuniões dos órgãos sociais, Jaime Marta Soares marcou uma AG para votar a destituição do CD, para 23 de junho – sobre a qual foi interposta uma providência cautelar para a sua realização pela MAG – e nomeou uma comissão de fiscalização para evitar o vazio provocado pela demissão da maioria dos elementos do CFD.

O CD do Sporting, que não reconhece legalidade a estas decisões, criou uma Comissão Transitória da MAG, que, por sua vez, convocou uma AG para o dia 17 de junho, para aprovação do Orçamento da época 2018/19, análise da situação do clube e esclarecimento aos sócios, e decidiu marcar uma AG Eleitoral para a MAG e para o CFD para o dia 21 de julho.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Estou de acordo contigo, o maluco precisa de ser internado no Júlio de Matos!
      Se não quisermos que o maluco continue a fazer mal ao nosso Sporting temos que correr com ele.
      Apoio o internamento do maluco do bruno de carvalho.

  1. O Jorge Jesus já teve de mudar de nome. Agora chama-se Jorge Alá. Também já deixou crescer a barba e usa turbante. Ele que se cuide…!

Banco de Fomento precisa da luz verde de Bruxelas e do Banco de Portugal

O primeiro-ministro anunciou a criação do Banco de Fomento e já tem um acordo prévio com a Comissão Europeia. No entanto, para que funcione como um banco, também precisa de luz verde do Banco de …

Procurador-geral admite que há uma separação entre polícia e afro-americanos

O procurador-geral norte-americano reconheceu, esta quinta-feira, a existência de uma separação entre afro-americanos e a polícia e prometeu uma investigação sem limites do Departamento da Justiça para saber se houve um crime federal no assassínio …

Ministério Público pede suspensão de funções de Mexia e Manso Neto na EDP

O Ministério Público pediu, esta sexta-feira, a suspensão de funções do presidente da EDP, António Mexia, e do administrador Manso Neto. A notícia é avançada pela SIC Notícias, que dá conta de que a promoção das …

Polícia australiana desmantela rede de pedofilia e resgata 14 vítimas

A polícia australiana anunciou esta sexta-feira que desmantelou uma rede de pedofilia que distribuía fotografias e vídeos de abuso sexual de crianças na Internet, tendo resgatado 14 das vítimas. De acordo com a agência Lusa, as …

Adiamento da reabertura em Lisboa pode levar centros comerciais à falência

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) alertou, esta sexta-feira, para a possibilidade de falências e desemprego em resultado da decisão do Governo de adiar a reabertura dos centros comerciais em Lisboa para 15 de …

Polícia empurra manifestante idoso em Buffalo. Vídeo causa indignação, mas protestos acalmam

Um vídeo gravado na cidade norte-americana de Buffalo, que mostra aquilo que parece ser um polícia a empurrar um manifestante idoso e a deixá-lo no chão a sangrar, aumentou esta quinta-feira a contestação contra a …

Cartão do Cidadão pode ser renovado por SMS a partir de 6 Junho

A renovação simplificada do Cartão de Cidadão por SMS vai estar disponível a partir de dia 6 de Junho, segunda uma nota do Ministério da Justiça (MJ). A medida envolve apenas as pessoas que não …

Na Suécia, quem tem sintomas de covid-19 pode fazer o teste gratuitamente

A Suécia vai fornecer testes de diagnóstico à covid-19 gratuitos a todas as pessoas que apresentem sintomas e realizar o rastreamento de contactos de todos os que estão infetados.  O anúncio surgiu esta quinta-feira, no mesmo …

Índia regista recorde de infetados com covid-19. Quase dez mil num só dia

A Índia registou outro recorde de novos casos de coronavírus, mais de 9.800 nas últimas 24 horas, período em que se contabilizaram 270 mortes, informou esta sexta-feira o Ministério da Saúde. A Índia regista agora 226.770 …

Países Baixos vão abater mais de 10 mil visons após suspeita de transmissão

As autoridades holandesas ordenaram o abate, a partir desta sexta-feira, de mais de 10 mil visons em unidades que fazem criação, depois da suspeita de transmissão do novo coronavírus a pessoas. No passado dia 28 de …