Jerónimo “não está a prazo” no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está “a prazo”.

No discurso de encerramento do XXI Congresso do PCP, o recém-eleito secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa, deixou um aviso ao primeiro-ministro: o PCP continua disponível para negociar pontualmente com o PS, mas os socialistas terão de pagar caro. “Uma alternativa política não será possível sem o PCP”, disse, citado pelo Expresso.

Depois de ter admitido que o Orçamento do Estado para 2021 ficou “curto” na sua versão final, Jerónimo frisou que se houve “avanços” é porque o PCP os propôs, enquanto “alguns desistiam”. Recorde-se que o Bloco de Esquerda votou, pela primeira vez, contra um Orçamento deste Governo.

“Enquanto alguns desistiam, se há avanços, medidas consagradas dirigidas aos trabalhadores, aos reformados, às pequenas empresas, à cultura, ao Serviço Nacional de Saúde e aos seus profissionais, todas têm a marca, a contribuição, a proposta do PCP”, afirmou o líder comunista, numa indireta ao Bloco.

A mensagem foi muito parecida à transmitida no Avante!: o PCP conta, talvez mais do que nunca para a sobrevivência do Governo PS.

“A alternativa política não é possível só com o PCP, mas também não será possível sem o PCP”, declarou Jerónimo, classificando o partido como “necessário e indispensável” para construir soluções para os trabalhadores e o povo.

O secretário-geral comunista acrescentou ainda que o PCP não está a prazo nem em “período experimental”, uma resposta à especulação de que, mesmo tendo sido reconduzido, poderá não cumprir este mandato até ao fim.

“Neste momento, tenho força para dizer que, sim senhora, não estou a prazo”, garantiu. Aos 73 anos e líder do PCP há 16 – o secretário-geral com maior longevidade a seguir ao histórico Álvaro Cunhal -, o ainda deputado revelou-se “com energia, com força [para a luta]”. “Eu força terei, se não tiver é que não posso…“, brincou ainda.

Depois da polémica em que o Congresso do PCP esteve envolto, num fim de semana de recolhimento obrigatório, Jerónimo justificou e falou em “ensinamentos”. “Não existe nenhuma dificuldade intransponível para garantir a segurança sanitária e o exercício de direitos e liberdades.”

“Temos essa tese irrefutável que os direitos defendem-se exercendo-se“, frisou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Continuar a negociar até desaparecer… a grande estratégia comunista é esta. E ve-se a cada eleição que passa. Um partido em auto-destruição mas com muita auto-impotância. Afinal eles são os salvadores dos trabalhadores mas não são executivo. Só contradições. Daqui a 10 anos são mais um pctp-mrpp…

RESPONDER

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …