“Queriam calar-nos, não conseguiram.” Jerónimo encerra Avante! com ataques a Marcelo e recados ao Governo

António Cotrim / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa

Foram 45 minutos de discurso com fortes críticas e avisos. Jerónimo de Sousa encerrou, este domingo, a Festa do Avante! e não deixou nada por dizer.

Este domingo, Jerónimo de Sousa subiu ao palco na Quinta da Atalaia e, para 2.000 cadeiras lotadas, ergueu a voz rouca para dizer: “Queriam calar-nos, não conseguiram”.

Foi assim que o secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) encerrou a 44ª edição da Festa do Avante!, marcada pelas medidas de restrição motivadas pela covid-19, muita polémica e uma grande revolta por parte dos comunistas.

“Construímos e realizámos a nossa Festa, esta grande festa e este comício da solidariedade, da paz, da amizade, da democracia e do socialismo, num quadro de inusitada hostilidade dos grandes interesses económicos e das forças mais reacionárias e conservadoras, contra a qual moveram uma insidiosa campanha, utilizando os seus poderosos recursos mediáticos e de intoxicação da opinião pública para a inviabilizar”, disse, citado pelo Observador.

“Nestes três dias conseguimos resgatar o valor da vida, da vida com felicidade. Há que continuar este combate para uma vida melhor e um Portugal com futuro”, acrescentou.

Jerónimo atirou fortes críticas ao PS, PSD e CDS-PP pela resposta dada à pandemia e à defesa dos direitos dos trabalhadores. Sem mencionar nomes nem bandeiras, o comunista criticou também quem se “está a esforçar” para fazer crer que “tudo vai ficar bem” e que “os problemas que o país hoje enfrenta são essencialmente resultado da epidemia”.

“Querem mesmo fazer crer que passada esta, tudo vai ficar bem, como se estivesse antes tudo bem e o futuro do país e do seu desenvolvimento garantido”, frisou, não deixando passar em branco alguns temas que marcaram a atualidade nas últimas semanas, entre eles o Novo Banco, os impostos e a saída de empresas nacionais para “paraísos fiscais”.

António Costa foi um dos visados no discurso de encerramento, merecendo recados diretos. “Não vale a pena uns virem agitar com ameaças de crise política. O que se impõe é aproveitar todos os instrumentos para não permitir que os trabalhadores e o povo vejam a sua vida mergulhada numa crise diária”, declarou Jerónimo de Sousa.

Apesar das críticas, não fechou a porta às negociações para o Orçamento do Estado para 2021. “Não vale a pena apressarem-se a sentenciar que o PCP não conta, que está de fora das soluções de que o país precisa.”

“O PCP não faltará, como nunca faltou, a nenhuma solução que dê resposta aos problemas, não desperdiçará nenhuma oportunidade para garantir direitos e melhores condições de vida”, garantiu.

As reprimendas de Jerónimo estenderam-se ao Presidente da República. O líder comunista disse que há “um processo de rearrumação de forças posto em marcha” e inseriu nesse “esforço” Marcelo Rebelo de Sousa.

“De pouco valem declarações do PS de que não quer nada com o PSD se as opções que vier a adotar forem, mais coisa menos coisa, aquelas que o PSD adotaria, sem romper com orientações e compromissos que têm sustentado a política de direita”, afirmou.

“Tanto mais quando se continuam a registar em matérias relevantes convergências entre os dois partidos, parte de um processo de rearrumação de forças posto em marcha, e em que o atual Presidente da República se insere, para branquear o PSD visando a sua reabilitação política e a cooperação mais intensa com o PS, indispensáveis à política de direita”, acrescentou.

Por último, Jerónimo confirmou que o PCP terá um candidato próprio às eleições presidenciais, que se realizam em janeiro do próximo ano. A candidatura foi anunciada sem um nome, mas com uma promessa: assumirá “os direitos dos trabalhadores, os valores de Abril e o compromisso do projeto que a Constituição da República Portuguesa consagra”.

A 44ª edição da Festa do Avante! foi marcada por intensa polémica em torno da sua realização. Este ano, o recinto da Quinta da Atalaia tinha uma lotação de cerca de 100 mil pessoas em simultâneo, que foi reduzida para 16.563 visitantes por dia segundo as normas definidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O PCP assegurou que o número nunca foi ultrapassado. Ao Público, dirigentes comunistas adiantaram que a contabilidade das presenças, assim como as entradas vendidas, será revelada em breve.

LM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Famosa teoria de Stephen Hawking sobre buracos negros confirmada

Usando ondulações no espaço-tempo causadas pela fusão de dois buracos negros distantes, uma equipa de cientistas conseguiu provar uma das teorias mais famosas de Stephen Hawking. A teoria da área do buraco negro, que Stephen Hawking …

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …

Halterofilista neozelandesa será a primeira atleta transgénero a competir nos Jogos Olímpicos

A neozelandesa Laurel Hubbard, de 43 anos, classificou-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria acima de 87kg feminina (super pesadas) do levantamento de peso, tornando-se a primeira atleta transgénero a participar na competição. "Estou …

República Checa 0-1 Inglaterra | Serviços mínimos valem topo

A Inglaterra, que tinha assegurado o apuramento na segunda-feira, garantiu o primeiro lugar do Grupo D do Euro 2020, ao vencer a República Checa por 1-0, com um golo madrugador, no mítico estádio de Wembley. Num …

Croácia 3-1 Escócia | Croatas de trivela rumo aos oitavos

A Croácia, liderada pelos ‘craques’ Luka Modric e Ivan Perisic, qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer por 3-1 a Escócia, que eliminou, num Grupo D conquistado pela Inglaterra. Os …

Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), …

"É inaceitável". Ana Mendes Godinho critica situações de trabalho temporário que "duram décadas"

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, insistiu esta terça-feira na relevância do combate à precariedade, sinalizando a intenção de restringir o trabalho temporário. "Tem de haver mecanismos mais fortes para combater a segmentação do mercado …

Hitler expulsou os soldados judeus há oito décadas. Agora, um rabino junta-se ao exército alemão

No início da Segunda Guerra Mundial, Hitler expulsou os judeus das Forças Armadas na década de 1930. Agora, Zsolt Balla irá assumir o cargo de rabino-chefe do exército alemão. Mais de 80 anos depois, aquilo que …

Rio critica Governo após "justa indignação" de Merkel

O presidente do PSD acusou esta terça-feira o Governo de estar a fazer Portugal passar “por uma vergonha desnecessária”, considerando que depois da “vexatória desconsideração” do Reino Unido, os portugueses têm que “ouvir a justa …

Amazon acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos

A Amazon foi acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos, segundo uma investigação da Newsweek, publicada na segunda-feira. "Uma investigação da ITV News num dos centros de distribuição da Amazon no Reino …