Javalis estão a cruzar-se com porcos domésticos (e podem trazer a peste suína)

Se o aumento de javalis em Portugal vier a disseminar a peste suína africana (PSA) “será uma catástrofe”, refere Nuno Faustino, presidente da Associação de Criadores de Porco Alentejano (ACPA).

Nuno Faustino, presidente da Associação de Criadores de Porco Alentejano (ACPA), afirmou, em declarações ao jornal Público, que se o exponencial aumento de javalis em Portugal vier a disseminar a peste suína africana (PSA) “será uma catástrofe“. A peste poderá causar impacto na fileira do porco alentejano, um setor “exporta mais de 90% do que Portugal produz”.

Com a presença da peste suína africana, “as fronteiras fecham e não há onde colocar o produto”. O recurso será confinar os animais aos aparcamentos, embora se saiba que os javalis conseguem ter acesso às porcas reprodutoras domésticas. Quando tal acontece, as ninhadas são de porcos cruzados, sem valor de mercado.

A certificação nunca será posta em causa, mas a sanidade animal sim. “Quando as porcas são tocadas pelo javali são imediatamente afastadas e observadas para confirmar se houve ou não contágio” explica Nuno Faustino, admitindo que o contacto entre as porcas reprodutoras e o javali “é muito difícil de evitar”.

biólogo e investigador da Universidade de Aveiro, Carlos Fonseca, admite que Portugal “poderá vir a ter a peste suína a curto/médio prazo”, adiantando que o país está perante “um aumento” exponencial de javalis em simultâneo com o decréscimo de caçadores.

A zona onde a presença de javalis é mais significativa estende-se desde a região alentejana (Serpa) até ao distrito de Castelo Branco. Por ano, são abatidos legalmente uma média de 30 mil javalis.

Por sua vez, o dirigente da Confederação Nacional de Agricultura (CNA) João Diniz revela também um acentuado grau de preocupação, uma vez que muitos agricultores estão a deixar de produzir, nomeadamente milho, mas também culturas permanentes como vinhas, olivais, nogueiras, castanheiros.

Perante este cenário, o responsável critica a postura do Ministério da Agricultura, ao pretender lançar para as zonas de caça o ónus do problema, “obrigando-as a pagar os prejuízos causados seja por javalis, veados ou gamos”.

“E depois manda as pessoas lesadas queixarem-se à GNR.” Esta situação “está a lançar agricultores contra caçadores nas aldeias” adverte o dirigente da CNA, citado pelo Público.

Jorge Neves, presidente da Associação de Produtores de Milho e Sobro (Ampromis), também está preocupado. Ao mesmo jornal, adianta não ser ainda possível contabilizar os prejuízos que os javalis já terão causado nas searas de milho.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Marte pode ter tido dois reservatórios de água (e nenhum oceano de magma)

Meteoritos marcianos analisados por cientistas sugerem que o Planeta Vermelho pode não ter tido um oceano de magma global, ao contrário da Terra. O mesmo estudo indica que Marte recebeu água de, pelo menos, duas …

Além de sermos bons ouvintes, também deveríamos tentar comunicar com extraterrestres

Desde há muito tempo que os seres humanos são fascinados pela ideia de não estarmos sozinhos no Universo. Um cientista sugere que para além de tentar escutar sinais extraterrestres, deveríamos também investir em enviar mensagens …

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …