Janelas da Basílica de Mafra precisam de restauro “urgente” resistente a infiltrações e pombos

Alvesgaspar / Wikimedia

Fachada principal do Palácio Nacional de Mafra

As janelas e portas da Basílica do Palácio Nacional de Mafra estão a precisar de uma “intervenção urgente” que proteja todo o património de infiltrações e dos pombos, alertou o responsável pelo restauro dos órgãos históricos.

“Há necessidade de fazer uma intervenção urgente dos janelões que circundam os órgãos”, afirmou à agência Lusa Dinarte Machado, que tem vindo a alertar o Ministério da Cultura desde que foi concluído o restauro dos seis órgãos históricos, em 2010.

Para o mestre organeiro, “há risco de haver vidros partidos nos janelões dos órgãos e se isso acontecer [haverá] água nos órgãos, o que os destruiria de imediato, o que não é admissível, depois de ter sido efetuado o restauro e, mais recentemente, obras de conservação nos instrumentos”.

O diretor do Palácio Nacional de Mafra, Mário Pereira, admitiu à Lusa que, “passados 15 anos da última intervenção, é bom que haja uma intervenção por causa das infiltrações”. Quando se apercebe de um vidro partido ou em risco de partir “no próprio dia é substituído”, assegurou.

Questionada pela Lusa, a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) respondeu que “prevê avançar com uma intervenção de melhoria das janelas e portas do Palácio Nacional de Mafra”, a ser “oportunamente calendarizada”.

Nos últimos meses, enquanto decorrem obras nas torres sineiras do palácio para o restauro dos respetivos sinos e carrilhões, os pombos que aí existiam têm vindo a procurar outros refúgios, entrando de forma esporádica dentro da basílica. Ao contrário do que antes acontecia, nas últimas semanas foram detetados dois a três pombos no interior da basílica, disseram à Lusa o mestre organeiro e o organista e diretor artístico do programa de concertos, João Vaz, o que foi confirmado pelo diretor do Palácio.

“Se os pombos entram é porque há vidros partidos ou a cair e isso é sinal de preocupação, porque podem provocar danos nos órgãos”, sublinhou Dinarte Machado. Mário Pereira garantiu que os pombos já saíram e que “não há vidros partidos, ainda assim, os pombos têm entrado pelo zimbório e pela porta principal da basílica”.

À Lusa, a DGPC esclareceu que a entrada de pombos foi um “episódio pontual relacionado com a recente intervenção” nas torres sineiras, tendo sido “tomadas todas as medidas necessárias para a resolver”. Segundo a DGPC, nas vistorias que são efetuadas constantemente, “foi detetado um vidro partido, que terá contribuído para a entrada de pombos, mas foi reparado de imediato”.

Um visitante do palácio remeteu uma carta à DGPC e à ministra da Cultura, a que a Lusa teve acesso, a alertar para a existência de dejetos de pombos na galilé e dois pombos no interior da basílica, “voando entre os vários órgãos”.

Mandado construir por João V no século XVIII, o Palácio Nacional de Mafra é detentor do maior conjunto sineiro do mundo, composto por dois carrilhões e 119 sinos, e seis órgãos históricos, concebidos para tocarem em conjunto, o que constitui caso único em todo o mundo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …

Site da campanha de Trump foi alvo de ataque. Hackers "fartaram-se das fake news"

O website oficial da campanha presidencial de Donald Trump foi alvo de um ataque informático que o deixou temporariamente desfigurado na noite desta quarta-feira. Os hackers responsáveis substituíram o habitual conteúdo por uma mensagem normalmente utilizada …

CV30. O poderoso anticorpo descoberto por cientistas que dá luta ao novo coronavírus

Investigadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, nos Estados Unidos, descobriram um potente anticorpo, encontrado no sangue de um recuperado de covid-19, que interfere com a superfície espinhosa do novo coronavírus, fazendo com que partes …

Igreja flutuante "nasceu" num canal de Londres

A Denizen Works recentemente concluiu uma igreja flutuante pouco ortodoxa em Londres, no Reino Unido. O projeto tem um novo teto que pode ser baixado ou levantado conforme as necessidades. Batizado de Génesis em homenagem ao …

Compostos de alga vermelha da costa de Peniche eficazes no tratamento do cancro

A alga vermelha “Sphaerococcus coronopifolius” da costa de Peniche possui compostos com atividade antitumoral que podem contribuir para o desenvolvimento de novos fármacos ou potenciar o efeito de fármacos de combate ao cancro já existentes, …

Surto de covid-19 em Vila Flor. Festa de aniversário de autarca gera polémica

A festa organizada por funcionários da Câmara de Vila Flor, no distrito de Bragança, para celebrar o aniversário do seu presidente, está a dar que falar. O município já conta com cerca de 70 infetados. De …

Alberto II da Bélgica conhece filha de relação extraconjugal pela primeira vez

O antigo rei Alberto II da Bélgica encontrou-se pela primeira vez com a filha Delphine de Saxe-Cobourg, depois de anos de negações sobre a paternidade da recém-reconhecida princesa. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Estados Unidos testaram míssil balístico intercontinental

Os Estados Unidos anunciaram que testaram hoje com sucesso um míssil balístico intercontinental, para demonstrar a eficácia da dissuasão nuclear norte-americana e tranquilizar os aliados de Washington. O míssil, apelidado de Minuteman III, estava equipado com …

Portugal entre os cinco países europeus onde menos se consegue poupar durante pandemia

Portugal está entre os cinco países europeus em que a população está a poupar menos do que antes da pandemia de covid-19, com uma percentagem de 48%, superior à média europeia, de 39%. Segundo o estudo …

Nicarágua aprova lei que criminaliza o que o Governo considerar "fake news"

O Congresso da Nicarágua votou, esta terça-feira, a favor de uma nova lei para regular o que pode ser publicado nas redes sociais e na comunicação social. De acordo com a agência Reuters, a chamada lei …