Cientistas descobriram a origem da Peste Negra

quadro de Pieter Brughel des Älteren / Wikimedia

Cientistas descobriram de onde veio epidemia da Peste Negra, que entre os séculos XIV e XVIII matou mais de metade da população da Europa.

Investigadores alemães do Instituto Max Planck realizaram um estudo em que analisaram os restos mortais em dez valas comuns na Rússia, Reino Unido, França, Alemanha e Suíça. As suas conclusões, publicadas este mês na revista especializada Nature Communications, mostram que a doença veio do Este da Europa.

Além disso, os cientistas descobriram que as estirpes da peste se modificavam e se tornaram cada vez mais mortais. Também se descobriu que o gene mudou com o tempo: dois genes responsáveis pela capacidade de infetar outros organismos desapareceram.

Os microbiólogos recolheram amostras genéticas de várias sepulturas e concluíram que a epidemia da Peste Negra foi causada por algumas espécies intimamente relacionadas (Yersinia pestis). Também foi descoberto que os micróbios começaram a sofrer mutações após a penetração na Europa, formando várias estirpes diferentes.

A estirpe mais antiga foi encontrada numa sepultura perto da cidade de Laishevo, no rio Kama, no moderno Tartaristão, na Rússia. A estirpe encontrada perto de Laishevo acabou por ser a que criou outras subespécies europeias da praga. Assim, os cientistas concluíram que a doença começou a sua marcha mortal pela Europa a partir das áreas orientais da Rússia moderna.

No entanto, os investigadores argumentam que o tempo e o método específicos de propagação da doença ainda não foram estabelecidos. “É possível que, após o processamento de amostras da Eurásia Ocidental que ainda não foram estudadas, outras interpretações sejam feitas a esse respeito”, concluiu Maria Spyrou, uma das autoras do estudo, em comunicado.

Relatos históricos sugerem que as bactérias responsáveis pela praga, Yersinia pestis, chegaram ao continente por uma dúzia de navios do Mar Negro ancorados na Itália, de acordo com o History. Quando os navios chegaram, a maioria dos marinheiros estava morta e os que ainda estavam vivos tinham furúnculos negros de onde escorria sangue e pus. Em apenas cinco anos, 20 milhões de pessoas morreriam de Y. pestis – quase um terço da população.

Y. pestis é espalhado de pessoa para pessoa através do ar, bem como mordidas de pulgas ou ratos. Sintomas graves incluem febre, dores de cabeça, calafrios e gânglios linfáticos dolorosos, de acordo com os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças. Hoje, a estirpe é tratável com antibióticos.

Nos últimos anos, Y. pestis foi observador em Colorado Prairie Dogs, numa pequena cidade chinesa, na Mongólia, depois de um casal comer marmota crua e matou dezenas em Madagáscar.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Eu queria mesmo é saber de onde a Peste veio, no sentido de qual organismo a transmitiu… Foram os ratos??? Os macacos???

  2. A pulga do rato – Xenopsylla Cheopis – era o agente transmissor da bactéria (Yersinia OU Pasteurella pestis) causadora da doença nos climas temperados e quentes. Nos climas frios, a peste transmitia-se também, mas apenas pelas pulgas, entre os seres humanos.
    A vitória da medicina sanitária sobre a doença foi demonstrada em Portugal no ano de 1898 quando o médico Professor Ricardo Jorge detetou um foco de peste, alertou as autoridades do país e estes cumpriram com rigor as medidas de quarentena e isolamento que ele prescreveu… Essa vitória impediu que morressem no mínimo 4 a 5 mil pessoas, mas o impacto que o cumprimento desses cuidados teve sobre a vida comercial e industrial (o «prejuízo financeiro»!) proporcionou um dos mais infames e vergonhosos episódios políticos da história moderna de Portugal: o ataque ao governo «progressista» de então, à autarquia da cidade do Porto e ao rei D. Carlos, por políticos republicanos [os DEPUTADOS DA PESTE*] porque «PARA EVITAR QUE MORRESSEM 4 ou 5 MIL HABITANTE DESSA CIDADE DO PORTO, CAUSARAM UM PREJUÍZO À ECONOMIA de ???? REAIS»…
    O anátema sobre o professor Ricardo Jorge foi tão violento que teve de «fugir» da cidade do Porto e transferir-se para a Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa…
    * Um desses 3 deputados (eleitos pelo partido REPUBLICANO, quando nessa data o regímen do país era uma [tolerante]monarquia…) foi o Dr. Afonso Costa, que tem um imponente monumento no Campo 24 de Agosto, no Porto e apartir de então iniciou uma carreira política fulgurante…

    • Caro Ramiro Araújo!
      É tão raro ler comentários de qualidade, que, comparando com quem cumpre a lei, é merecedor de parabéns.
      O não estar de acordo com a sua posição pró-monarquica e anti-republicana é aqui um pormenor irrelevante.

      • Obrigado pelo elogio. Não monárquico… Sou médico, formado há 50 anos, militante da causa INTEGRIDADE E TRANSPARÊNCIA, e um dos exemplos de político íntegro e honrado que cito mais frequentemente é a figura histórica do 1° presidente eleito da República Portuguesa, Dr. Manuel de Arriaga…
        Desde 1958 existe nos jardins do Hospital de S. João e Faculdade de Medicina, um monumento à memória do clínico, investigador, e insigne professor, Ricardo Jorge.

    • Estou neste preciso momento a olhar para a estátua que cita, do Dr. Afonso Costa.
      Tão bom ler comentários cultos como o que postou.
      Obrigada por este bocadinho de história da medicina e de Portugal.

  3. Já li, há algum tempo, sobre a Peste Negra, no Arraial de Santo Antonio do Itabapoana, na época distrito de Campos, RJ, hoje distrito de Bom Jesus do Itabapoana, sobre um grande número de mortes ali. Saberia me informar? Obrigada.

RESPONDER

Em tempos difíceis, alguns dinossauros tornaram-se canibais

Um novo estudo sugere que os alossauros, grandes predadores do Jurássico, poderiam tornar-se canibais em tempos de escassez de alimentos. De acordo com o site Science Alert, não é fácil encontrar marcas de dentes de dinossauros …

Praias, cafés e espetáculos. Países mais afetados pela pandemia começam a aliviar planos de emergência

Numa altura em que a pandemia parece começar a dar tréguas e com o verão a aproximar-se no hemisfério norte, dezenas de países reabrem esta segunda-feira atividades económicas, de lazer e culturais após as restrições …

Costa, Ferro, Medina e 85% dos socialistas querem que Marcelo continue em Belém

Cerca de 85% dos socialistas querem que Marcelo Rebelo de Sousa continue na Presidência da República para um segundo mandato, revela uma sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF. A seis meses …

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade, sugere uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, e do Instituto Karolinska, na Suécia. Em causa está …

Combater a pobreza energética até 2040 custa 384 milhões por ano

Pela primeira vez, o Governo sabe quanto seria preciso investir para combater a pobreza energética até 2040: 7.671 milhões de euros  – o equivalente a 384 milhões de euros por ano. De acordo com o jornal …

Trump classifica movimento antifascista como organização terrorista

O Presidente norte-americano anunciou que vai classificar o movimento ANTIFA (antifascistas) como organização terrorista, e culpou os média por “fomentarem o ódio e anarquia” na onda de protestos contra a violência policial. “Os Estados Unidos da …

Megaoperação em Loures. PSP e PJ cercam bairro da Quinta da Fonte e detém nove pessoas

A Unidade Especial da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Judiciária (PJ) estão, esta segunda-feira, desde antes das 7h, a fazer uma megaoperação no Bairro Quinta da Fonte, em Loures. Segundo avança a TVI24, …

Cientistas podem ter descoberto onde vive o stress no cérebro humano

Onde é que os sentimentos negativos, como a pressão e a ansiedade, existem no nosso cérebro? Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, tentaram encontrar a resposta. Estudos anteriores indicam que os sentimentos subjetivos ou …

A atmosfera de Marte está a escapar para o Espaço (e já se sabe quem é o culpado)

Marte pode já ter sido um planeta habitável mas, ao longo de milhares de milhões de anos, a sua atmosfera escapou para o Espaço. Os cientistas mapearam as correntes elétricas na atmosfera marciana que podem …

Júpiter é tão grande que o nosso Sistema Solar quase teve dois sóis

O nosso Sistema Solar tem apenas uma estrela e uma série de planetas relativamente pequenos. No entanto, Júpiter esteve muito perto de se tornar o irmão mais pequeno do Sol. Júpiter é, de longe, o maior …