Já não há batatas fritas nos McDonald’s venezuelanos

Mais de 100 restaurantes da cadeia McDonald’s na Venezuela substituíram as batatas fritas nos menus por produtos tradicionais venezuelanos, como as tiras de mandioca frita ou a arepa (massa de milho frito), que desde Setembro último eram opcionais.

A substituição da batata frita está a causar grande polémica entre a população, principalmente nas redes sociais, com alguns venezuelanos a atribuir a substituição à escassez de produtos no país e outros a dificuldades no acesso a dólares para as importações de batatas congeladas.

Maria Mercedes Gaeta, responsável pela área de comercialização da McDonald’s disse à imprensa que desde Setembro de 2014 que os produtos venezuelanos eram opcionais.

“Chegaram para ficar e vão ser os comensais a decidir quanto tempo permanecerão no menu”, explicou Gaeta.

Num comunicado a empresa diz estar a trabalhar para solucionar a escassez e que continuará “a oferecer aos clientes a experiência McDonald’s, com opções 100% venezuelanas”.

A imprensa venezuelana afirma que a escassez de batata frita ter-se-ia agravado devido a uma greve de estivadores nos Estados Unidos, que estaria a impedir a exportação atempada de batatas fritas congeladas.

Nos primeiros 10 meses de 2014, a Venezuela importou apenas 14% da quantidade de batata frita congelada relativamente ao mesmo período do ano anterior.

A polémica em causa levou o Aporrea, um portal da Internet afecto ao regime venezuelano, a escrever um artigo relativo à “verdade sobre a eliminação de batatas fritas nos McDonald’s de Venezuela”, vincando que “não tem nada a ver com as políticas do Governo” venezuelano.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Morreu Bunny Wailer, derradeiro ícone do reggae

O cantor e percussionista jamaicano Bunny Wailer, uma lenda do reggae, morreu esta terça-feira, aos 73 anos, no Andrew’s Memorial Hospital de Kingston, o que marca o fim de uma época para este movimento musical. A …

Exilados sauditas sentem-se em perigo após dissidente desaparecer no Canadá

Exilados sauditas no Canadá temem que o dissidente que está de volta ao país de origem tenha sido forçado a revelar informações sobre a comunidade exilada. De acordo com o jornal Público, os exilados sauditas no …

Internamentos voltam a diminuir. Há mais 979 casos e 41 mortes

Portugal registou esta quarta-feira 979 novos casos de infeção por covid-19 e mais 41 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Festas ilegais aumentaram nos últimos 15 dias. PSP já deixa avisos para a Páscoa

Numa altura em que a população já está confinada há mais de um mês, a tendência é cada vez mais para sair de casa e procurar algum contacto social. Por isso mesmo, a PSP já …

Pediatras pedem reabertura urgente das escolas. Professores querem ser consultados na elaboração do plano

A Sociedade Portuguesa de Pediatria defende a reabertura urgente das escolas especialmente o ensino pré-escolar e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico, chamando a atenção para as consequências do fecho no desenvolvimento das …

Ventura propõe tirar subvenções a políticos condenados a mais de três anos de prisão

O deputado único do Chega entregou esta terça-feira no parlamento um projeto de lei para retirar, incluindo retroativamente, as subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos condenados por crimes "com pena de prisão superior a …

PGR analisa carta que culpa o Governo por "borla fiscal" à EDP na venda de barragens

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) está a analisar uma carta do Movimento Terra de Miranda que questiona a autorização dada pelo Governo à venda de seis barragens transmontanas por parte da …

Biden prevê vacinas para todos os adultos antes do fim de maio

Joe Biden assegura que até maio o país terá vacinas suficientes contra o covid para todos os adultos do país, dois meses antes do previsto. O presidente do EUA anunciou que até ao final de maio …

Pandemia não é “uma competição ou um concurso de beleza entre países”

O presidente da Aliança Global para as Vacinas (GAVI), Durão Barroso, defende que o processo de vacinação mundial contra a covid-19 não deve ser “uma competição ou um concurso de beleza entre países” e lança …

Sarkozy admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

O ex-Presidente francês admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos contra a sua condenação a três anos de detenção, um em prisão efetiva, por corrupção e tráfico de influência. Numa entrevista ao jornal Le Figaro, …