Italianos já podem disparar contra intrusos em casa

Os italianos vão poder disparar contra um eventual intruso nas suas casas, depois de ter sido aprovada uma lei que aumenta o direito à legítima defesa.

Segundo o jornal espanhol El Mundo, a Câmara dos Deputados italiana aprovou um projeto de lei que alarga o direito à defesa que já existia na Itália, considerando como lícito o uso de arma de fogo para se defender contra um intruso, desde que haja indícios das intenções do suposto ladrão.

Trata-se de uma proposta eleitoral da Liga, partido extremista de Matteo Salvini que invocou um alegado aumento de insegurança em Itália, apesar de as estatísticas indicarem o contrário, para avançar com a iniciativa legislativa.

Com a modificação do artigo 52.º do Código Penal, promovida pela Liga, a defesa será considerada “sempre legítima” e os cidadãos poderão atuar perante a perceção de uma ameaça.

O Código Penal passa a definir que será suficiente que um ladrão ameace usar uma arma, mesmo que não a mostre, para que um cidadão possa justificar o uso da “legítima defesa”. Da mesma forma, aqueles que se defenderem num “estado de agitação grave devido à situação perigosa” não poderão ser processados.

Outro ponto alterado foi a das sentenças, que no caso das até seis anos de prisão, serão aumentadas para aqueles que entrarem para roubar em propriedades privadas, e a sua libertação só será possível após a pessoa que cometeu a ofensa indemnizar a vítima pelos danos causados.

A proposta foi aprovada com 373 deputados a favor, 104 contra e duas abstenções. Falta ainda o Senado votar o texto, mas a sua aprovação está garantida pela maioria parlamentar do Movimento 5 Estrelas e da Liga.

A Lei da Legítima Defesa, como é conhecida, era uma das promessas eleitorais da Liga, que o Movimento 5 Estrelas teve de engolir para assinar o acordo da aliança entre os dois partidos populistas. De acordo com o jornal italiano La Repubblica, 25 deputados do Movimento faltaram propositadamente à votação.

Outros dois partidos do centro-direita, a Forza Italia, do antigo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, e os Fratelli d’Italia aplaudiram a legislação e votaram a favor, apesar de defenderem uma lei mais severa que reconhecesse o “direito à defesa”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ora cá está uma lei bem pensada (para portugal) e com pernas para andar, toda a pessoa livre em pleno poder dos seus direitos cívicos deve ter o direito à legitima defesa, pelo menos dentro da sua casa a fim de defender a sua vida, dos seus familiares e do seu património.

    • “toda a pessoa livre em pleno poder dos seus direitos cívicos deve ter o direito à legitima defesa, pelo menos dentro da sua casa a fim de defender a sua vida, dos seus familiares e do seu património”
      Isso já está na lei portuguesa!!
      Mas, tenho que concordar que, principalmente dentro de propriedade privada, as pessoas tem todo o direito a disparar contra intrusos!…

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …