Israel vai a votos e a batalha é entre Netanyahu e Gantz

Abir Sultan / EPA

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

As eleições em Israel desta terça-feira estão a ser encaradas como uma luta entre o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, e Benny Gantz, um antigo chefe do Exército que fundou um partido há poucos meses.

Apesar de haver muitos partidos, vários candidatos e tendências políticas muito diferentes, as eleições em Israel estão a ser vistas como uma corrida entre Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro que venceu três eleições consecutivas e está no Governo há dez anos seguidos, e Benny Gantz, um antigo chefe do Exército que fundou um partido há poucos meses.

Se for novamente eleito esta terça-feira, Netanyahu ficará na História como o primeiro-ministro que mais tempo ficou no cargo. Mas, pelo contrário, poderá também ficar na História como o primeiro chefe de Governo a ser acusado enquanto está em funções.

Segundo o Público, o procurador-geral já disse que está a preparar a acusação e que está apenas dependente de ouvir o primeiro-ministro, um mero procedimento formal.

Benjamin Netanyahu é suspeito em três casos: o possível favorecimento de um grupo de telecomunicações detentor de um site que lhe terá dado cobertura noticiosa positiva; suspeito de ter prejudicado a concorrência de um jornal que lhe deu cobertura noticiosa favorável, e ainda de ter aceite presentes de empresários em troca de favores políticos.

Contudo, o quadro legal de Israel permite que, mesmo acusado, se possa manter no cargo enquanto se defende em tribunal. O que é certo é que nem as acusações fizeram com que o povo israelita perdesse a confiança em Netanyahu.

Ainda assim, o primeiro-ministro está tão e há tanto tempo presente na política do país que há também quem já esteja cansado. Aliás, o modo como desacreditou jornalistas e organizações não-governamentais que criticam a política do Governo valeu-lhe o epíteto de arrogante.

Sem qualquer experiência política, o novato Benny Gantz traz a imagem de segurança e, sobretudo, de alguém que não é corruptível, uma vez que os chefes militares são vistos em Israel como pessoas de valores morais sólidos.

Todavia, Netanyahu espera esta terça-feira ser eleito para um quinto mandato, na sequência das eleições que decorrem hoje e servirão para eleger o 21º Knesset (Parlamento) do país. Além de Netanyahu, concorrem ao cargo mais 12 candidatos.

As primeiras projeções deverão ser apenas conhecidas perto das 22h e os primeiros resultados oficiais só começam a ser divulgados no início de quarta-feira. No entanto, o resultado final poderá só ser conhecido dentro de alguns dias.

Netanyahu, do Likud (centro-direita), é o favorito à vitória, apesar de a lista de Gantz se encontrar bem posicionada. A campanha eleitoral foi caracterizada por frequentes acusações entre os dois principais candidatos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …