Irão lança aviso a milícias iraquianas. “Preparem-se para uma guerra por procuração”

Mbazri / Wikimedia

Qassem Suleimani, líder militar iraniano.

Qassem Suleimani, um dos líderes militares mais influentes no Irão, avisou as milícias aliadas ao Iraque para se prepararem para “uma guerra por procuração”. Trump já se manifestou e diz que não quer entrar em guerra com o Irão.

Num encontro com milícias iraquianas em Bagdá, Suleimani lançou um aviso para se prepararem para “uma guerra por procuração“. As tensões têm aumentado na região e uma fontes dos serviços secretos, citada pelo The Guardian, diz que “não foi exatamente um apelo às armas, mas também não andou longe disso”.

Uma intensa atividade diplomática entre os EUA, o Reino Unidos e o Iraque têm tentado apaziguar os confrontos entre Teerão e Washington. O receio é que o Iraque se transforme num palco para um conflito entre os dois países.

Segundo o The New York Times, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse ao secretário da Defesa que não está interessado em partir para guerra com o Irão. Os diplomatas americanos estão a fazer esforços para acalmar os ânimos entre os dois países.

Na quinta-feira, quando questionado se os Estados Unidos iriam entrar em guerra com o Irão, Donald Trump respondeu: “Espero que não”. Rejeitando o diálogo com o presidente americano, o ministro das Relações Exteriores do Irão, Mohammad Javad Zarif, disse ser “inaceitável” a escalada de tensão por parte dos EUA.

O clima de tensão fez com que os Estados Unidos retirasse os diplomatas não essenciais da embaixada norte-americana em Bagdá e Erbil. Além disso, as bases dos EUA no Iraque estão também sob perigo de ameaça.

Também Jeremy Hunt, secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, partilhou das preocupações norte-americanas. “Compartilhamos a mesma avaliação de elevada ameaça representada pelo Irão. Como sempre, trabalhamos de perto com os EUA“.

https://twitter.com/Jeremy_Hunt/status/1129028971990007808

Suleimani, chefe da Força Quds, desempenha um papel crucial na orientação estratégica das milícias e tem sido o principal responsável na organização da presença do Irão no Iraque e na Síria. O iraniano treina e orienta forças leais a Teerão fora do país, como o Hezbollah.

Segundo o Observador, as forças com que Suleimani se reuniu nesta última reunião serão as Unidades de Mobilização Popular do Iraque, brigadas que combateram o Estado Islâmico e que depois integraram o exército iraquiano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …