Irão vive a instabilidade política mais mortífera das últimas quatro décadas

STR / EPA

O que começou por ser um protesto contra um aumento surpresa nos preços da gasolina transformou-se rapidamente em manifestações generalizadas, com uma repressão sistemática.

Em apenas quatro dias, entre 180 e 450 pessoas morreram em protestos que começaram há duas semanas após o aumento abrupto dos preços da gasolina. Este domingo, o norte-americano The New York Times escreveu que o Irão enfrenta atualmente a instabilidade política mais mortífera desde a Revolução Islâmica há 40 anos.

O gatilho dos protestos foi o aumento abrupto de 50% ou mais dos preços da gasolina. Desde então, os manifestantes pedem o fim do Governo da República Islâmica e o derrube dos seus líderes.

De acordo com o Expresso, os protestos têm sido reprimidos com violência pelas autoridades e só agora, após o levantamento recente de um corte da Internet, começam a surgir detalhes sobre a repressão. As forças de segurança terão aberto fogo contra manifestantes desarmados, na sua maioria desempregados ou jovens de baixos rendimentos, segundo relatos de várias testemunhas.

Omid Memarian, vice-diretor do Centro de Direitos Humanos no Irão, um grupo estabelecido em Nova Iorque, disse que “o uso recente de força letal contra pessoas em todo o país não tem precedentes, nem mesmo para a República Islâmica e o seu histórico de violência”.

O número de mortos não é certo, mas sabe-se que poderá ter variado entre as duas centenas e o meio milhar, havendo pelo menos dois mil feridos e sete mil detidos a registar.

O líder supremo, o ayatollah Ali Khamenei, considerou a repressão uma resposta justificada ao que apelidou de conspiração dos inimigos do Irão, dentro e fora do país.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O fanatismo no Irão vai acabar. Nem sempre foi assim e nem será sempre assim. Existe uma cultura urbana jovem em cidades como Teerão que demonstram bem uma total intolerância com o atual regime. Acho que tem os dias contados. Pode não ser desta mas, mais tarde ou mais cedo, vamos voltar a ter um Irão pré-Khomeini

Descoberto primeiro animal que não precisa de oxigénio para viver

Respirar oxigénio é uma característica fundamental dos animais multicelulares, mas os cientistas acabam de descobrir, pelo menos, um que não precisa de o fazer para sobreviver. É muito provável que tenha aprendido que todos os organismos …

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …