Iraniana condenada a 20 anos de prisão por tirar o véu

Shaparak Shayarizadeh, uma das mulheres detidas no Irão por tirar o véu de uso obrigatório em público, denunciou que foi condenada a 20 anos de prisão, 18 deles de pena suspensa, embora ainda não haja confirmação oficial.

“Deram-me a sentença: 20 anos. 20 anos por protestar contra uma lei injusta, pela minha desobediência civil e por tirar o véu em público”, afirmou num publicado nesta segunda-feira no seu Instagram.

Até o momento, o poder judicial iraniano não se pronunciou sobre o caso, nem sobre a condenação anunciada pela mulher. Shaparak Shayarizadeh foi libertada após o pagamento da fiança no final de fevereiro, depois de passar mais de um mês detida.

Sem véu e à beira das lágrimas, Shayarizadeh explicou no vídeo que a condenação estipula “dois anos de prisão e 18 anos de prisão de pena suspensa”. “Eu devo viver durante 18 anos quieta, e, além disso, o procurador queria uma pena de prisão mais dura“, denunciou a mulher.

Shayarizadeh foi detida em janeiro nos protestos contra o uso obrigatório do véu no Irão, onde algumas mulheres se manifestarame na avenida Engelab, no Teerão, e penduraram o hijab num poste. Dezenas de mulheres foram detidas entre dezembro e fevereiro devido a este protesto, denominado “as meninas da rua Engelab”.

A advogada de Shayarizadeh é Nasrin Sotudeh, famosa na defesa dos direitos humanos, que foi presa em 13 de junho por acusações que ainda não foram divulgadas. Devido à situação da sua advogada, Shayarizadeh conheceu a sua sentença com atraso.

O uso obrigatório do véu foi imposto às mulheres no Irão após o triunfo da Revolução Islâmica.

ZAP // EFE

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Vivemos no século (XXI)de grande mudanças sociais, tecnologias e de tradições … é normal respeitar costumes ou tradições, é possível a nossa liberdade pessoal como, manter o direito à escolha da identidade… o véu um simbolo do islamismo como outras religiões…

  2. Aqui na Europa devia ser proibido o uso do véu, até porque é um perigo para a segurança pública. Nunca se sabe se um bandido se lembra de se mascarar de mulher com burca só para fazer problemas (roubar um banco ou uma estação de gasolina por exemplo e escapar às câmaras)

  3. Os iranianos e outros da sua religião ou parecida certamente ainda não aprenderam a apreciar mulheres, será uma questão de atraso cultural!.

RESPONDER

Desvendado o mistério das formigas que coleccionam crânios das inimigas

Uma espécie de formigas inofensivas, chamada Formica archboldi, que habita nas florestas da Florida, é afinal um cruel "caçador de cabeças", que mata formigas maiores com "escarros" ácidos e colecciona os seus crânios nos formigueiros. Adrian …

Não há qualquer hipótese de resgatar os corpos dos 44 tripulantes do ARA San Juan

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou este domingo que não há tecnologia capaz de resgatar do mundo do mar o submarino ARA San Juan, localizado este sábado a 900 metros de profundidade …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélite, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …