Investigadores propõem alargar testes a quem tem dor de cabeça e obstrução nasal

Guillaume Horcajuelo / EPA

Um grupo de quatro investigadores da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) recomendou o alargamento dos critérios para testes de covid-19, aconselhando que passem a incluir sintomas como dor de cabeça, corrimento ou obstrução nasal, dor de garganta e dores musculares.

A atual norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) considera um caso como suspeito apenas quando há ou tosse ou febre, falta de ar, perda de olfato ou de paladar, lembrou o Público, que avançou a notícia na terça-feira.

A equipa sugere igualmente “uma estratégia de comunicação” junto da população para esclarecer sobre os sintomas ligeiros, propondo que seja dada “uma indicação clara para isolamento de pessoas com sintomas respiratórios de qualquer gravidade, acautelando a sua proteção relativamente a questões laborais e financeiras”.

“Medidas restritivas mais gerais podem falhar na contenção da transmissão se os cidadãos continuarem a desvalorizar um conjunto de sintomas ligeiros”, sublinharam Vasco Peixoto, André Vieira, Pedro Aguiar e Alexandre Abrantes, no artigo de opinião publicado na terça-feira no Barómetro Covid-19 da ENSP da Universidade Nova de Lisboa.

“Com a evolução da pandemia a lista de sintomas tem sido alargada e, hoje, o Center for Disease Control (CDC) dos EUA e a Organização Mundial de Saúde recomendam que se incluam como critérios para se se fazerem testes de covid-19 a combinação de dois ou três dos sintomas seguintes: nariz obstruído, corrimento nasal, dor de garganta, dores musculares, dores de cabeça, náuseas, vómitos, diarreia ou fadiga”, referiram.

A desvalorização destes sintomas “representa um ângulo morto do controlo da pandemia e pode estar a contribuir para o atual descontrolo da mesma na Europa em contexto de maiores contactos laborais e sociais associados a diminuição de restrições”, indicaram.

De acordo com a equipa, a utilização de testes rápidos de antigénio, que arrancou segunda-feira em Portugal, pode permitir que se testem as pessoas que apresentam sintomas respiratórios ligeiros.

“Há um custo-benefício em valorizar sintomas ligeiros. Deixar a transmissão da infecção descontrolada também implica fazer mais testes durante um período de tempo. É importante levar em conta aquilo que se prevenia em número de casos de infeção, possível ‘lockdown’ e custos com hospitalizações”, disse Vasco Peixoto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

E agora, Portugal? Depois do Grupo da Morte... Bélgica, Itália, França e Espanha no quadro

Teoricamente, desta vez a seleção nacional ficou claramente do lado mais forte na fase a eliminar do Europeu. Haverá um "escaldante" Inglaterra-Alemanha nos oitavos-de-final. Muitos adeptos portugueses ainda se lembram do golo tardio, noutro jogo, que …

Parlamento Europeu aprova novo estatuto do Provedor de Justiça

O Parlamento Europeu aprovou o novo estatuto do Provedor de Justiça Europeu que vai passar a trabalhar com novas regras, podendo avançar com os próprios inquéritos, prevendo-se também no novo regulamento medidas de proteção para …

Fernando Santos: "Estava a dizer à equipa para se chegar à frente"

Explicação do selecionador nacional, que esteve muito agitado durante os últimos minutos do Portugal-França. Uma primeira parte "excelente" e uma decisão duvidosa da equipa de arbitragem que alterou o resultado perto do intervalo. Fernando Santos começou …

Alemanha 2-2 Hungria | Goretzka salva germânicos no fim

Uma Alemanha impiedosa ao atrevimento da Hungria rendeu hoje um empate a duas bolas, selando a qualificação germânica para os ‘oitavos’ do Euro2020 e a despedida dos magiares no quarto e último lugar do Grupo …

Quase 900 funcionários dos Serviços Secretos dos EUA contraíram covid-19

Aproximadamente 900 funcionários dos Serviços Secretos dos Estados Unidos (EUA) testaram positivo para o coronavírus, de acordo com registos do governo obtidos por um grupo de vigilância. De acordo com os registos, obtidos pela Citizens for …

Portugal 2-2 França | Jogo louco vale empate com sabor a oitavos

A seleção portuguesa de futebol qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020, ao empatar 2-2 com a campeã mundial França, em encontro da terceira jornada do Grupo F do Euro2020, na Puskás Arena, …

Em 2020, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), no ano passado, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados e quase 2.700 foram mortas devido à proximidade com vários conflitos existentes em todo o …

Portugal vs França: seleção empata 2-2 e está nos oitavos do Euro!

A seleção de Portugal jogou esta quarta-feira contra a França, num encontro que podia significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais cedo e sem glória. …

Rússia nega investimento em IA para criação de microchips cerebrais

A Rússia negou as alegações de que estaria a investir em Inteligência Artificial que permitiria aos humanos controlar carros, aviões e usinas nucleares através de microchips implantados nos seus cérebros. O diário Kommersant relatou na terça-feira …

Bombeiro que socorreu a princesa Diana após o acidente revela as suas últimas palavras

Quase 24 anos depois da morte da princesa Diana, o chefe dos bombeiros que esteve no local na noite do acidente em Paris, revelou as suas últimas palavras. Amada por todo o mundo, a princesa do …