Covid-19. Investigadores analisam esperma de infetados para verificar impacto na imunidade da próxima geração

Investigadores da Universidade de Bergen, na Noruega, estão a coletar o esperma de pacientes com covid-19 para analisar se o vírus está a afetar os espermatozóides e se terá impacto no sistema imunitário da próxima geração.

De acordo com o Sci Tech Daily, até ao momento, 50 pacientes com covid-19, com idades compreendidas entre os 30 e os 40 anos, entregaram uma amostra de esperma. O plano é que os participantes retornem após 12 meses para mais testes.

“O sistema imunitário é treinado por infeções de todos os tipos. Queremos estudar como ele é afetado pela covid-19 e também se a infeção tem implicações nos sistemas imunitários das gerações futuras. É por isso que decidimos estudar o esperma, além do sangue”, disse a professora Cecilie Svanes, do Centro de Saúde Internacional da Universidade de Bergen, uma das líderes do projeto.

Segundo o artigo, todos os tipos de infeção originam reações no sistema imunitário. “Testes anteriores em animais revelaram que as infeções podem afetar o sistema imunitário de uma geração futura tanto de forma negativa como positiva”, indicou Svanes.

Infeções por vermes parasitas – designados helmintos – tiveram um efeito positivo no sistema imunitário de descendentes de ratos. A sepse, por outro lado, teve um efeito negativo na geração seguinte desses mesmos roedores.

Os investigadores acreditam que a ligação entre a infeção, o esperma e a descendência é o resultado de mudanças que afetam como o material hereditário é “lido e compreendido” e como o corpo constrói as proteínas envolvidas no sistema imunitário. Os pesquisadores estão a estudar o RNA mensageiro, que traduz o ADN em proteínas.

Como apontou o artigo, a equipa não pode esperar que os pacientes com covid-19 tenham filhos para estudar possíveis efeitos da infeção sobre a sua resposta imunitária. Para já, vão comparar o esperma e o sangue dos pacientes com os de um grande grupo de controle, composto por indivíduos que não foram infetados com o vírus.

Desse grupo de controle fazem parte participantes do estudo europeu RHINESSA, que envolve pessoas de sete países, acompanhadas durante mais de 20 anos. O banco de dados contém informações sobre como a saúde pulmonar, a asma, as alergias e as doenças associadas se desenvolveram ao longo do tempo.

“Se encontrarmos mudanças negativas consideráveis ​​nos espermatozóides, podemos aconselhar as pessoas a esperar para ter filhos, por exemplo, um ano após uma infeção por covid-19″, concluiu Svanes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Texas vai permitir porte de armas em público sem ser necessária qualquer licença

O governador republicano do Texas assinou uma lei que permite o porte de armas em público, sem respetiva licença, a última de uma série de medidas que expandem este tipo de direitos nos estados conservadores …

Para já, Ivo Rosa escapa de um inquérito disciplinar do Conselho Superior da Magistratura

O Conselho Superior da Magistratura não vai abrir inquérito disciplinar a Ivo Rosa, pelo menos, para já. O órgão de gestão dos juízes concluiu que não há suspeitas de violação de caso julgado na decisão …

Mario Gómez: "O futebol é como a roupa, é de modas"

Comentário do antigo internacional alemão sobre as funções do ponta-de-lança atual. Mario não tem saudades dos relvados. Mario Gómez García, o homem que veio de Riedlingen, na República Federal da Alemanha, para marcar muitos golos. Figura …

A um mês dos Jogos Olímpicos, Tóquio pondera levantar estado de emergência

Os Jogos Olímpicos, que foram adiados no ano passado devido à pandemia, vão começar no dia 23 de julho. O Governo japonês está a ponderar levantar o estado de emergência em Tóquio. Tóquio está em estado …

Militares birmaneses acusados de incendiar uma aldeia

Uma aldeia foi destruída pelo Exército birmanês depois de confrontos entre militares e opositores da junta ditatorial. Dois idosos, que não conseguiram fugir, acabaram por morrer queimados. A aldeia de Kin Ma, na região de Magway, …

Ucrânia 2-1 Macedónia N. | “Synio-zhovti” relançam aspirações

A Ucrânia conquistou esta quinta-feira a sua segunda vitória em Europeus, depois de seis derrotas consecutivas, ao bater a estreante Macedónia do Norte por 2-1, em encontro disputado em Bucareste, com arbitragem pelo argentino Fernando …

Mais 1.233 casos de covid-19 em Portugal. Morreram duas pessoas

Esta quinta-feira, Portugal registou 1.233 novos casos e duas mortes na sequência da infeção por covid-19. Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foram registados, nas últimas 24 horas, mais 1.233 casos e …

Proibida circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana

A situação epidemiológica em Portugal é agora "mais preocupante", pelo que "dificilmente" o país deverá desconfinar na próxima semana como estava previsto, anunciou esta quinta-feira a ministra Mariana Vieira da Silva. A ministra da Presidência, Mariana …

Lisboa alarga horários de vacinação para atingir as 65 mil pessoas por semana

Já a partir da próxima segunda-feira, os centros de vacinação em Lisboa vão ter horário acrescido. O objetivo é aumentar o número de doses de vacinas administradas por semana para cerca de 65 mil. A partir …

PS diz que portugueses não esquecem que Passos cortou a dobrar no SNS

Pedro Passos Coelho acusou a esquerda de "desqualificar" o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a deputada socialista Sónia Fertuzinhos respondeu que os portugueses não esquecem que o Governo PSD/CDS cortou o dobro no SNS …