Covid-19. Investigadores analisam esperma de infetados para verificar impacto na imunidade da próxima geração

Investigadores da Universidade de Bergen, na Noruega, estão a coletar o esperma de pacientes com covid-19 para analisar se o vírus está a afetar os espermatozóides e se terá impacto no sistema imunitário da próxima geração.

De acordo com o Sci Tech Daily, até ao momento, 50 pacientes com covid-19, com idades compreendidas entre os 30 e os 40 anos, entregaram uma amostra de esperma. O plano é que os participantes retornem após 12 meses para mais testes.

“O sistema imunitário é treinado por infeções de todos os tipos. Queremos estudar como ele é afetado pela covid-19 e também se a infeção tem implicações nos sistemas imunitários das gerações futuras. É por isso que decidimos estudar o esperma, além do sangue”, disse a professora Cecilie Svanes, do Centro de Saúde Internacional da Universidade de Bergen, uma das líderes do projeto.

Segundo o artigo, todos os tipos de infeção originam reações no sistema imunitário. “Testes anteriores em animais revelaram que as infeções podem afetar o sistema imunitário de uma geração futura tanto de forma negativa como positiva”, indicou Svanes.

Infeções por vermes parasitas – designados helmintos – tiveram um efeito positivo no sistema imunitário de descendentes de ratos. A sepse, por outro lado, teve um efeito negativo na geração seguinte desses mesmos roedores.

Os investigadores acreditam que a ligação entre a infeção, o esperma e a descendência é o resultado de mudanças que afetam como o material hereditário é “lido e compreendido” e como o corpo constrói as proteínas envolvidas no sistema imunitário. Os pesquisadores estão a estudar o RNA mensageiro, que traduz o ADN em proteínas.

Como apontou o artigo, a equipa não pode esperar que os pacientes com covid-19 tenham filhos para estudar possíveis efeitos da infeção sobre a sua resposta imunitária. Para já, vão comparar o esperma e o sangue dos pacientes com os de um grande grupo de controle, composto por indivíduos que não foram infetados com o vírus.

Desse grupo de controle fazem parte participantes do estudo europeu RHINESSA, que envolve pessoas de sete países, acompanhadas durante mais de 20 anos. O banco de dados contém informações sobre como a saúde pulmonar, a asma, as alergias e as doenças associadas se desenvolveram ao longo do tempo.

“Se encontrarmos mudanças negativas consideráveis ​​nos espermatozóides, podemos aconselhar as pessoas a esperar para ter filhos, por exemplo, um ano após uma infeção por covid-19″, concluiu Svanes.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estatísticas no futebol: "Os coletes até evitam lesões"

O presente e o futuro dos números, na perspetiva de Hernâni Ribeiro. Em Portugal ainda não há uma utilização massiva dos dados estatísticos no futebol. Daqui a 10 ou 15 anos, cada clube vai ter alguém …

Empresário brasileiro nega ter tido acesso ao avião apreendido com 500 quilos de cocaína

O empresário brasileiro Rowles Magalhães Silva negou ter tido acesso à chave do avião privado apreendido em Salvador, Brasil, com mais de 500 quilogramas de cocaína a bordo e que tinha como destino o aeródromo …

UE quer 78% da população empregada até 2030. 35% dos trabalhadores pretendem mudar de emprego no próximo ano

Um estudo publicado recentemente mostra que 35% dos trabalhadores pretendem mudar de emprego no próximo ano. A Comissão Europeia vai propor uma meta de ter 78% da população da União Europeia (UE) empregada até 2030. De …

Príncipe Filipe “melhorou ligeiramente”, mas já há protocolo em caso de óbito real

Numa altura em que está prestes a completar 100 anos de idade, o marido da Rainha Isabel II encontra-se internado desde 16 de Fevereiro. Esta semana o duque de Edimburgo foi transferido de hospital devido …

Pedrógão Grande. Associação de Vítimas diz que relatório confirma que nada mudou na floresta

O relatório da comissão eventual de inquérito parlamentar sobre Pedrógão Grande confirma as preocupações da Associação de Vítimas relativamente à falta de ação na floresta da região. “[O relatório] confirma a evidência que já tínhamos de …

Nova Zelândia atingida por sismo de 7,2 na escala de Richter

Um sismo de magnitude 7,2 na escala de Richter abalou, esta quinta-feira, a costa nordeste da Nova Zelândia. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami, pedindo aos habitantes que se afastassem da costa, que …

Partido de extrema-direita alemão AfD colocado sob vigilância

A Alternativa para a Alemanha (AfD), partido de extrema-direita alemão, foi colocado sob vigilância a 25 de fevereiro pelo serviço de segurança interna do país, revelou na quarta-feira o Süddeutsche Zeitung. De acordo com o Expresso, …

Caso BES está parado há 8 meses (por causa de uma tradução para francês)

O caso BES está parado há oito meses. O atraso deve-se a uma tradução para francês das quatro mil páginas do processo, necessária para notificar três arguidos suíços. De acordo com o Jornal de Notícias, que …

Lopetegui continua interessado em Corona

O treinador dos espanhóis do Sevilha, Julen Lopetegui, continua interessado na contratação de Tecatito Corona, que alinha pelo FC Porto.  De acordo com o jornal La Razón, o treinador espanhol continua interessado na contratação do jogador mexicano …

Tem de haver "solidariedade estratégica" na pervensão de fogos. Costa oferece bonsai a Marcelo

O Presidente da República foi convidado especial do último Conselho de Ministros do seu primeiro mandato, dedicado às florestas, onde se discutiu o Programa Nacional de Ação do Plano de Gestão Integrada de Fogos Rurais. …