Investigadores alemães afirmam ter provas de que Madeleine McCann está morta

Os investigadores da polícia alemã “têm provas” de que a menina britânica Madeleine McCann, desaparecida em 2007 em Portugal, está morta, disse esta quarta-feira um porta-voz da Procuradoria de Brunswick, na Alemanha.

“Estes são provas ou factos concretos que temos, e não meras indicações”, disse o porta-voz à agência noticiosa AFP, acrescentando que não eram “provas forenses”, como o local onde esteja o corpo do desaparecimento da menina, cujo principal suspeito é um alemão atualmente detido na Alemanha por outro crime.

Por enquanto, não posso revelar as informações exatas que temos e que indicam que o nosso suspeito matou Madeleine”, declarou o porta-voz. O mesmo responsável adiantou que as autoridades escreveram para os pais da menina, a relatar os factos.



A polícia alemã relançou a investigação ao desaparecimento de Madeleine McCann, em 2007, então com 3 anos, num aldeamento turístico de Lagos, no Algarve, anunciando no início de Junho que havia identificado um suspeito.

O homem, Christian Brueckner, 43 anos, é um pedófilo reincidente atualmente sob prisão em Kiel, no norte da Alemanha, que na altura morava a alguns quilómetros do hotel de onde a criança britânica desapareceu. Brueckner é suspeito do assassinato da menina, que na altura estava em férias com os pais e outros dois irmãos em Portugal.

Os investigadores descobriram, segundo a comunicação social alemã, fatos de banho infantis na autocaravana do suspeito. De acordo os media alemães, os investigadores também terão encontrado “pens” USB com milhares de imagens de pedofilia infantil, algumas das quais mostram o suspeito, escondido no local onde havia enterrado o seu cão.

Terão sido encontradas cerca de oito mil imagens pedófilas, na autocaravana que Christian Brückner comprou em 2010, detalha o semanário Expresso.

O suspeito já fez um pedido de libertação que não será aceite, de acordo com a Procuradoria. A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria-Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Um dia está morta, depois a polícia inglesa diz que não e os alemães voltam atrás; agora já dizem novamente que está morta…
    Estou a ver que a polícia alemã quer fazer as mesmas cenas que a polícia inglesa…
    Algo muito estranho se passa com este “suspeito”…

  2. Reitero o que cheguei a publicar anteriormente e que não foi aceite por o ZAP. Respeito esse direito do Jornal !… Mas …. no meu intimo, continuo a ficar admirado para não dizer escandalizado; ..o facto de Ano após Ano, ser accionado com tanto empenho das Autoridades Nacionais e Estrangeiras todo tipo de intervenções e a constante mediatização mediatização deste (estranho) caso. Perseverança de investigação, que inúmeros outros casos não beneficiaram a Data. Por outro lado, trata-se de (Pais), que abandonam em casa crianças de baixa idade, com todos os eventuais riscos que possam ocorrer, para saírem divertir-se. Não tenho memoria de os ver assumir qualquer culpa, mas sim de acusarem tudo e todos. Este individuo Alemão (criminoso), pode ser o assassino, sinceramente espero que sim. Mas quantos suspeitos com “fortes indícios”, já foram inquiridos e descartados ???… Dizem que detém um assassino suspeito, mas será o assassino desta criança????…. Um Dia talvez se saberá a verdadeira “Verdade” !

  3. Como esse pedófilo andou tão à vontade nessa altura pelo Algarve sem ter sido incomodado, é que a mim me admira!

  4. A policia Judiciaria estava no bom caminho sim, com o Inspector Amaral mas Sócrates que era 1.º Ministro tudo fez para o tirar do processo, porque a policia Inglesa fez esta pressão ao Governo de Sócrates.
    Pergunto, foram á Capela Inglesa?
    Pois ai ninguém falou tudo pode ter acontecido…porque á noite foram á capela!

  5. Estou farto de ouvir que há provas da morte da menina só que não as mostram para o país ficarem em paz….este crime teve uma investigação miserável o cúmulo foi acusarem os pais

  6. Está visto que a justiça, e a alemã em particular, está a ser muito branda com este crápula. Viola crianças, dá-lhes sumiço, viola idosas e anda por aí como se nada fosse. Estão à espera que dê cabo da vida a mais gente? Em qualquer país normal este criminoso reincidente já teria sido condenado a prisão perpétua. Entretanto, nos EUA, professoras jovens e atraentes que têm relações consentidas com jovens de 16 ou 17 anos, são presas e condenadas a 20 e tal anos de prisão… É o mundo estúpido em que vivemos…

  7. Já foi á 13 anos e não apareceu ainda. Isso é o que eu sei. E sei que aqui há gato, creio eu da parte dos pais. Tal como sempre, para saisfazerem os midia, tem de se atribuir a culpa a alguém se não o público não fica contente. Cá para mim, nunca se há de saber a verdade e também, que muito isso interessa. Morrem milhares POR DIA á fome em África e continuam presos no passado – 13 anos. Menos, muito menos. Parvo fui eu que gastei do meu tempo para comentar online, coisa que não faço desde a ultima vez que o fiz

  8. O raio da polícia alemã tem tudo, sabe tudo, percebe tudo o que aconteceu a Madeleine McCann,mas são incapazes de mostrarem provas. Trafulhas!

RESPONDER

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …

No Japão, combater a pandemia implica pedir ajuda a um grande gato cor-de-rosa

Um super-herói mascarado patrulha dois dos distritos mais movimentados de Tóquio para ajudar os cidadãos japoneses a derrotar o coronavírus. O seu nome é Koronon e é um gato cor-de-rosa. O cruzado é um mascote com …