Hospitais de retaguarda, vacina da gripe alargada e telemedicina. As armas contra um inverno com covid-19

Jean-Christophe Bott / EPA

Bastonários, médicos e responsáveis hospitalares estão preocupados com as medidas necessárias para fazer face ao inverno que se avizinha.

De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal Público, o alargamento dos critérios para a toma da vacina da gripe, a criação de hospitais de retaguarda, o reforço das equipas de saúde, a substituição de equipamentos obsoletos, planos para lares, reserva de testes, telemedicina e articulação com o setor privado e social são algumas das propostas dos responsáveis de saúde para fazer face aos meses que se avizinham.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, defende a necessidade de haver “vacinas para a gripe sazonal em grandes quantidades, o que ajuda a evitar a confusão de sintomas e faz com que menos pessoas deixem de ir trabalhar”.

“Tem de haver vacinas para profissionais de saúde, outros profissionais e doentes de risco e idosos. Mas, este ano, quanto mais pessoas se vacinarem, melhor. Devia considerar-se o alargamento de critérios da toma da vacina”, acrescentou o responsável.

Além disso, em declarações ao diário, Miguel Guimarães referiu que é “fundamental” que o Governo comece a considerar “a possibilidade de laboratórios militares ou industriais, em Portugal, terem capacidade para produzir” uma eventual vacina para a covid-19. O responsável destacou ainda a criação de hospitais de retaguarda como uma das medidas mais importantes para enfrentar o inverno que aí vem.

A criação de “um plano específico para lares” é outra medida que tem de ser elaborada “já”, e tem de incluir uma “avaliação” das “condições” e o reforço de cuidadores e enfermeiros. Haver “uma reserva de testes e de equipamentos de proteção individual” e elaborar um plano para o setor privado e social são outras das prioridades elencadas.

“Se tivermos uma onda forte, podemos precisar da ajuda deste setor. Que instalações pode pôr à disposição do Serviço Nacional de Saúde, por exemplo?”, questionou o bastonário, que sublinhou a necessidade da aposta na telemedicina, nomeadamente para se poder fazer consultas à distância, e o reforço de camas e de equipamentos.

Miguel Guimarães disse ainda que o setor público deve elaborar horários desfasados para os profissionais de saúde e considerar a opção do teletrabalho. Por último, o responsável frisou que deve ser considerada a dispensa de atestado médico nas baixas até três dias, de maneira a evitar 2filas nos centros de saúde e urgências para pedir um atestado”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …

Hong Kong. Magnata da imprensa Jimmy Lai libertado sob caução

O magnata da imprensa e uma das principais figuras do movimento pró-democracia de Hong Kong Jimmy Lai foi esta terça-feira libertado sob caução, constatou a agência France-Presse. Jimmy Lai tinha sido detido na segunda-feira, ao …

Lar de Reguengos de Monsaraz diz ter feito tudo para salvar vidas

A direção do lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) onde surgiu o surto de covid-19 que causou 18 mortos garantiu ter feito “tudo” ao seu “alcance” para “salvar vidas”, nesta “crise” com “contornos dramáticos”. A Fundação …

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …