Inteligência artificial do Facebook criou a sua própria linguagem

Um relatório recente do Facebook sobre o modo como os chatbots, robôs capazes de conversar por texto, dialogam uns com os outros, despertou novas análises que permitem antever o futuro da linguagem.

No relatório, investigadores do FAIR, o Laboratório de Pesquisa de Inteligência Artificial do Facebook, descrevem o treino dos seus “agentes de diálogo” para negociar usando “machine learning“.

Os chatbots eram alunos ansiosos e bem-sucedidos nas negociações, mas os investigadores acabaram por perceber que precisariam de ajustar o modelo, porque os bots estavam a criar sua a própria linguagem, desviando-se do modo de diálogo normal dos humanos.

Por outras palavras, quando se usou um modelo capaz de permitir que os chatbots conversassem livremente, usando a aprendizagem mecânica para melhorar e incrementar as suas estratégias de comunicação durante as conversas, a certa altura eles criaram e aplicaram a sua própria linguagem.

Inteligência artificial

O desenvolvimento singular e espontâneo de uma linguagem não-humana foi, provavelmente, o processo que mais desconcertou e entusiasmou os investigadores, mas não foi o único. Os chatbots também mostraram inteligência nas negociações e utilizaram estratégias avançadas para melhorar os seus resultados.

Por exemplo, um bot pode fingir estar interessado em algo sem valor, para ser capaz de “sacrificar” esse elemento mais tarde, como parte de um compromisso.

Embora a inteligência destes “robôs de negociação” do Facebook não signifiquem que estamos perante a iminência da singularidade – o momento em que a capacidade computacional ultrapassa toda a inteligência humana – ou qualquer coisa que se aproxime desse nível de sofisticação.

Mas estamos perante mais um sinal de que um domínio importante do conhecimento, até agora assumido de forma exclusiva pelos seres humanos – a linguagem – é definitivamente um universo partilhado.

A descoberta também destaca até que ponto estamos longe de conhecer tudo sobre a forma como os modelos de inteligência artificial e como eles pensam e aprendem – mesmo quando as criamos e modelamos à nossa própria imagem.

RESPONDER

Impressão de artista que mostra o possível aspeto da jovem e morta galáxia de disco MACS2129-1

Hubble capta disco galáctico "morto" que desafia as teorias da evolução das galáxias

Ao combinar o poder de uma "lente natural" no espaço com a capacidade do Telescópio Espacial Hubble da NASA, um grupo de astrónomos descobriu o primeiro exemplo de uma galáxia em forma de disco, compacta ainda …

-

200 crimes deram 5 penas de prisão perpétua para antigo paramilitar do Ulster

Gary Haggarty, antigo comandante da Força Voluntária do Ulster, admitiu culpa em 200 crimes - incluindo cinco homicídios - e vai cumprir cinco penas de prisão perpétua por isso. Na Irlanda do Norte, um antigo líder …

O estudante norte-americano Otto Warmbier, de 22 anos, detido em 2016 pela Coreia do Norte

Pyongyang nega ter torturado norte-americano que morreu depois de libertado

Pyongyang negou, esta sexta-feira, ter torturado o estudante norte-americano que esteve preso durante mais de um ano na Coreia do Norte e que acabou por morrer depois de ter sido libertado em estado de coma. O …

-

Este ano ardeu 12 vezes mais floresta do que em 2016 (sem contar com Pedrógão Grande)

Os incêndios florestais consumiram até 15 de junho 15.184 hectares, uma área ardida quase 12 vezes superior ao mesmo período de 2016, revelou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório …

-

"Quando foi a última vez que um actor matou o presidente?", perguntou Johnny Depp

O actor Johnny Depp está envolvido numa nova polémica, depois de uma declaração que fez no Festival de Glastonbury, no Reino Unido, na quinta-feira à noite. "Quando foi a última vez que um actor matou …

-

Em 2018, empresas públicas têm de ter um terço de mulheres nos cargos de topo

Seis deputados do CDS, entre os quais a líder Assunção Cristas, e os votos do PS e do BE aprovaram, esta sexta-feira, uma lei para tornar mais paritárias a administração pública e empresas públicas e …

-

Comerciantes com prejuízos de 240 mil euros em balões de S. João querem apoios

A Associação de Comerciantes do Porto anunciou que vai pedir à Secretaria de Estado do Comércio uma "compensação" para os comerciantes que comprovem que compraram este ano balões de São João e cujo prejuízo ronda …

Dijsselbloem Nights

Eurodeputados do Sul da Europa organizam as "Dijsselbloem Nights"

Eurodeputados de Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia estão a organizar as "Dijsselbloem Nights", uma espécie de festival cultural de reacção aos comentários do político holandês que preside ao Eurogrupo e que acusou os países …

Um grupo de rapazes usou saia porque os calções eram proibidos

Eles vestiram saias porque não podiam usar calções

Em Inglaterra, um grupo de 30 estudantes vestiu saias para protestar contra as regras de uniforme da escola, que não permitem o uso de calções. Na ISCA Academy, em Exeter, Inglaterra, um grupo de estudantes pediu …

-

Incêndio na Torre Grenfell em Londres começou num frigorífico

O incêndio em Londres não teve mão criminosa. A BBC, que cita um relatório sobre as primeiras conclusões do inquérito, diz que tudo começou no congelador de um frigorífico. Segundo a Renascença, em causa está o …