Inteligência artificial do Facebook criou a sua própria linguagem

Um relatório recente do Facebook sobre o modo como os chatbots, robôs capazes de conversar por texto, dialogam uns com os outros, despertou novas análises que permitem antever o futuro da linguagem.

No relatório, investigadores do FAIR, o Laboratório de Pesquisa de Inteligência Artificial do Facebook, descrevem o treino dos seus “agentes de diálogo” para negociar usando “machine learning“.

Os chatbots eram alunos ansiosos e bem-sucedidos nas negociações, mas os investigadores acabaram por perceber que precisariam de ajustar o modelo, porque os bots estavam a criar sua a própria linguagem, desviando-se do modo de diálogo normal dos humanos.

Por outras palavras, quando se usou um modelo capaz de permitir que os chatbots conversassem livremente, usando a aprendizagem mecânica para melhorar e incrementar as suas estratégias de comunicação durante as conversas, a certa altura eles criaram e aplicaram a sua própria linguagem.

Inteligência artificial

O desenvolvimento singular e espontâneo de uma linguagem não-humana foi, provavelmente, o processo que mais desconcertou e entusiasmou os investigadores, mas não foi o único. Os chatbots também mostraram inteligência nas negociações e utilizaram estratégias avançadas para melhorar os seus resultados.

Por exemplo, um bot pode fingir estar interessado em algo sem valor, para ser capaz de “sacrificar” esse elemento mais tarde, como parte de um compromisso.

Embora a inteligência destes “robôs de negociação” do Facebook não signifiquem que estamos perante a iminência da singularidade – o momento em que a capacidade computacional ultrapassa toda a inteligência humana – ou qualquer coisa que se aproxime desse nível de sofisticação.

Mas estamos perante mais um sinal de que um domínio importante do conhecimento, até agora assumido de forma exclusiva pelos seres humanos – a linguagem – é definitivamente um universo partilhado.

A descoberta também destaca até que ponto estamos longe de conhecer tudo sobre a forma como os modelos de inteligência artificial e como eles pensam e aprendem – mesmo quando as criamos e modelamos à nossa própria imagem.

PARTILHAR

RESPONDER

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …

Jóias de ouro e prata com plástico. Justiça não vê mal nenhum e iliba marca Tous

O processo de investigação aberto à marca TOUS por alegada fraude com jóias de ouro e plástico contendo plástico no seu interior, foi arquivado. A Justiça espanhola entende que, apesar de as jóias conterem plástico, …

Provas do caso Luanda Leaks podem ser nulas em Portugal

A Constituição da República Portuguesa determina que as provas obtidas mediantes violação de correspondência são consideradas nulas. Desta forma, os documentos conseguidos por Rui Pinto no caso Luanda Leaks podem vir a ser nulas aos …

Rui Pinto "tropeçou" nos Luanda Leaks sem querer

Foi quando estava à procura de "segredos do futebol" no âmbito dos Football Leaks que o hacker Rui Pinto "tropeçou" nos documentos que incriminam Isabel dos Santos nos Luanda Leaks. É o seu advogado, o …