Iniciativa Liberal quer remodelação e alargamento dos cuidados paliativos

António Cotrim / Lusa

João Cotrim de Figueiredo, Iniciativa Liberal

Num projeto de resolução a que a agência Lusa teve acesso, e que deu entrada no parlamento, o deputado único da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, defende uma aposta efetiva nos cuidados paliativos.

A Iniciativa Liberal propôs esta quinta-feira ao Governo que remodele o Plano Estratégico para o Desenvolvimento dos Cuidados Paliativos, garantindo assim os recursos necessários para uma cobertura a nível nacional. Num projeto de resolução a que a agência Lusa teve acesso, e que deu entrada no parlamento, o deputado único da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, defende, assim, uma aposta efetiva nos cuidados paliativos.

Os liberais pretendem que o Governo “remodele o Plano Estratégico para o Desenvolvimento dos Cuidados Paliativos”, defendendo que o novo plano assente, por um lado, “no rigor na estimação de recursos, tempos alocados e implementação”.

Por outro lado, a Iniciativa Liberal pretende que seja garantida uma “cobertura universal, a nível nacional, destes recursos, integrando as recomendações internacionais” e, ainda, “considerando a efetivação das quatro principais áreas profissionais, medicina, enfermagem, psicologia e serviço social, essenciais neste suporte”.

Na perspetiva de João Cotrim Figueiredo “os cuidados paliativos transcendem os cuidados médicos, compreendendo uma dupla dimensão emocional e espiritual, tanto do doente como dos seus familiares, que é essencial para salvaguardar o princípio da dignidade da pessoa humana”, sendo por isso a sua reestruturação e alargamento fundamentais.

“Em 2016, o Governo elaborou o primeiro Plano Estratégico para o Desenvolvimento dos Cuidados Paliativos, referente ao biénio 2017-2018. Apesar das melhorias verificadas, existem ainda medidas a tomar para atingir uma cobertura universal da população”, refere o mesmo projeto.

De acordo com os liberais, um outro relatório de Outono de 2019 do Observatório Português dos Cuidados Paliativos conclui que “Portugal ainda está longe da pretendida cobertura universal da população no âmbito dos Cuidados Paliativos”. “Estima-se que exista um défice de 384 camas e uma taxa de cobertura de apenas 50% a nível nacional, com enormes assimetrias a nível distrital/regional”, alerta ainda.

No projeto de lei apresentado pela Iniciativa Liberal relativo à eutanásia, que “regula a antecipação do fim de vida, de forma digna, plenamente consciente e medicamente assistida”, está previsto que seja garantido o acesso aos cuidados paliativos como alternativa às pessoas que cumpram os requisitos para poder iniciar um procedimento clínico de antecipação da morte.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …