Infecção bacteriana rara em voo de 12 horas intriga cientistas

(dr) Bioquell Inc

Imagem de Neisseria meningitidis obtida em microscópio electrónico

É um caso raro que está a surpreender a comunidade médica. Um casal japonês e um grupo de escuteiros contraíram uma infecção bacteriana potencialmente mortal durante uma viagem de 12 horas de avião entre o Japão e a Alemanha.

Esta infecção rara, conhecida por doença meningocócica, transmite-se habitualmente através de contactos próximos – beijos, por exemplo, ou vivendo próximo de pessoas infectadas.

Este novo caso de transmissão num avião é apenas o terceiro conhecido a nível mundial, segundo diz Yushi Hachisu, investigador do Instituto de Saúde Pública de Chiba, no Japão, citado pelo Live Science.

A doença meningocócica é transmitida pela bactéria Neisseria meningitidis que vive alojada no nariz e na garganta de cerca de 10% da população mundial, sem quaisquer sintomas. Quando a bactéria chega ao fluxo sanguíneo ou ao cérebro pode causar sérios danos, nomeadamente uma septicemia ou uma meningite.

O casal japonês, com cerca de 50 anos, viajava do Japão para a Alemanha, a 8 de Agosto de 2015. O caso foi agora apresentado por Yushi Hachisu na conferência IDWeek, que teve lugar no início deste mês na Califórnia, Estados Unidos.

O casal seguia viagem com duas equipas de escuteiros suecos e escoceses, com idades entre os 14 e os 17 anos, que tinham participado num encontro internacional de escuteiros. Seis dos escuteiros acabaram também por contrair a doença meningocócica, estabelecendo-se que o surto teria tido origem no referido encontro internacional.

A mulher e o marido viajaram na fila atrás dos escuteiros e perceberam que um deles passou a viagem a tossir. Mas só três dias mais tarde é que a mulher começou a sentir-se cansada, com tosse e com dores na garganta. O marido também ficou com dores de garganta e com febre ligeira.

A 19 de Setembro, já de regresso ao Japão e após uma ligeira melhoria, a mulher apresentava tremores, febre alta e dores nas articulações. Acabou por ir a vários hospitais, tendo, finalmente, sido internada a 25 de Setembro.

A mulher foi sujeita a análises, tendo-lhe então sido detectada a presença da bactéria Neisseria meningitidis no fluxo sanguíneo, bem como nas articulações. O marido também tinha a infecção no nariz e na garganta. Ambos tinham a mesma estirpe da bactéria que foi detectada nos escuteiros.

Estes dados “sugerem fortemente que a Neisseria meningitidis foi transmitida dos escuteiros escoceses para o casal japonês durante o voo internacional”, notam os investigadores.

Apesar de tudo, Hachisu realça que o risco de transmissão meningocócica num avião é “baixo”. Mas quanto mais longo o voo, maiores são os riscos de transmissão.

PARTILHAR

RESPONDER

Preços praticados pela Airbnb não cumprem lei europeia

A plataforma Airbnb tem até ao final do mês de agosto para explicar os preços que pratica, dado que violam a legislação da União Europeia. A plataforma online de reserva de alojamento tem agora até ao …

Sarcófago negro encontrado no Egito pode pertencer a Alexandre, o Grande

O maior sarcófago já descoberto na cidade de Alexandria, no Egito, vai ser aberto nos próximos dias, depois de permanecer totalmente intacto mais de dois milénios. Os especialistas têm esperanças que o artefacto negro encontrado …

Vagas no Superior com aumento residual em ano de cortes em Lisboa e Porto

O concurso nacional de acesso ao Ensino Superior volta a registar um aumento de vagas, pelo terceiro ano consecutivo, ainda que residual e em ano de corte de vagas em Lisboa e Porto, por determinação …

A primavera chegou a Marte. E com ela, as misteriosas "aranhas marcianas"

A NASA publicou fotografias de um fenómeno peculiar avistado na superfície de Marte, que se assemelha com "aranhas". As imagens foram capturas na semana passada pela câmara HiRISE, instalada a bordo da nave espacial Mars …

As pessoas estão a ficar doentes após comerem salada do McDonald's

Mais de 100 pessoas apresentaram sintomas de contaminação pelo protozoário Cyclospora cayetanensis depois de comerem a salada do McDonald's, nos Estados Unidos. Mesmo que seja com a melhor das intenções, pedir uma salada no McDonald's pode …

Descobertas 12 novas luas em torno de Júpiter

Cientistas nos Estados Unidos descobriram mais 12 luas em torno do planeta Júpiter, conjeturando que as suas órbitas opostas resultam de colisões entre outros corpos celestes maiores. Com a descoberta das luas, que foram vistas pela …

Há 3.500 anos, os egípcios já faziam cosméticos

Cientistas sintetizaram tintas e cosméticos com cerca de 3.500 anos, uma descoberta feita graças ao facto de a equipa ter desenvolvido uma nova técnica de datação de compostos carbonatados inorgânicos. Uma equipa de cientistas internacional sintetizou …

Encontrados restos de pão de há 14.400 anos na Jordânia

Um grupo de investigadores encontrou vestígios de pão, feito por caçadores-recoletores que viveram há 14.400 anos, quatro milhares de anos antes do surgimento da agricultura. Esta é a mais antiga prova da existência de pão …

Governo indiano ordena inspeção a todos os centros da congregação da Madre Teresa

O Governo da Índia ordenou uma inspeção a todos os centros para crianças geridos pela congregação católica da Madre Teresa no país, após a detenção de uma das suas freiras por alegadamente vender bebés. A ministra …

Peru decreta estado de emergência na fronteira com a Colômbia

O Peru decretou na segunda-feira o estado de emergência por 60 dias na fronteira com a Colômbia, devido à presença de narcotraficantes e de dissidentes da antiga guerrilha das Forças Armadas Revolucionários da Colômbia. O Presidente …