Indignidade sucessória leva deputados a acusações de retórica sexista

parlamento.pt

-

A discussão dos projectos de lei do PSD/CDS-PP, PS e BE para impedir que homicidas herdem os bens das suas vítimas ficou esta quarta-feira marcado por trocas de acusações de “retóricas sexistas” e desvalorização da violência doméstica.

O debate sobre a forma de aumentar a eficácia dos mecanismos que permitam assegurar a “indignidade sucessória” de homicidas, que se destina sobretudo aos casos de violência contra as mulheres, decorria num clima consensual, como decorreu os que o antecederam, acerca da perseguição, assédio sexual e casamento forçado, quando o deputado do PSD Carlos Peixoto introduziu o projecto do PSD e CDS-PP recusando “retóricas sexistas”.

A deputada do PS Carla Marcelino, que tinha intervindo anteriormente para apresentar a iniciativa do PS, sublinhou “a indignidade moral que ultrapassa a violência em vida e se perpetua num ato de violência sobre a memória das mulheres mortas às mãos dos maridos, companheiros ou namorados”, numa intervenção em que saudou os projectos de lei da maioria PSD/CDS-PP e do BE.

Carla Marcelino terminou a intervenção apelando a um trabalho entre todos os grupos parlamentares que possa levar a uma aprovação por unanimidade de um diploma.

Carlos Peixoto interveio de seguida e disse que não falava “em nome dos homens sociais-democratas, porque este debate e estes projectos que são aqui apresentados não podem confinar-se a retóricas sexistas em que se fala de homens e em que se fala de mulheres”.

“Naturalmente que há muitos homicídios contra mulheres e temos todos que os repudiar, mas também há homicídios contra homens, em que mulheres matam os maridos, também há homicídios entre pais e filhos e filhos e pais”, afirmou, tendo depois elogiado o projecto do PS, embora o considerasse incompleto.

O projecto da maioria PSD/CDS-PP estabelece que “caso o único herdeiro seja o sucessor afectado pela indignidade, incumbe ao Ministério Público intentar a acção” e, “caso a indignidade sucessória não tenha sido declarada na sentença penal”, a condenação “é obrigatoriamente comunicada ao Ministério Público” para esse efeito.

Todas as intervenções que se seguiram apontaram para o facto de, apesar dos crimes de violência doméstica não afectaram exclusivamente as mulheres, afectam sobretudo as mulheres, e que, portanto, os projectos de lei em causa, apesar de mais abrangentes, se destinavam sobretudo a estes casos.

No final, Carla Marcelino lamentou que Carlos Peixoto tratasse “de forma tão redutora a violência doméstica”, tendo o deputado social-democrata invocado a defesa da honra para dizer que nunca desvalorizou as vítimas de violência doméstica e justificar que pretendeu apenas demonstrar que os projectos tinham de ser abrangentes e não se circunscrever apenas a homicídios contra as mulheres.

“A situação é mais abrangente do que esta, mas é importante trazer a realidade das vidas das pessoas a este debate. Até Julho deste ano morreram, que saibamos, 24 mulheres, assassinadas pelos seus companheiros no quadro da violência domestica”, afirmou a deputada do BE Cecília Honório.

A deputada do CDS-PP Teresa Anjinho frisou: “A presente iniciativa centra-se precisamente no reconhecimento de uma situação de injustiça social, particularmente gritante nos casos de homicídio conjugal, que é certo que abrange mulheres e homens, mas também é certo que desproporcionalmente continua a afectar mais as mulheres”.

O deputado comunista António Filipe expressou o apoio do PCP às iniciativas e sublinhou que, apesar de não excluírem nem desvalorizarem outras realidades, o parlamento também não pode “desvalorizar o drama da violência doméstica”.

“As estatísticas esmagam-nos”, disse, tendo sido aplaudido por Teresa Anjinho.

/ Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

The Rock é o ator mais bem pago do mundo

A revista Forbes revelou esta quarta-feira a sua lista anual dos atores mais bem pagos do mundo. O primeiro lugar é ocupado por um repetente. Dwayne "The Rock" Johnson voltou a ser o ator mais bem …

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …

Ligações a Jeffrey Epstein abalam um dos mais prestigiados laboratórios de tecnologia do mundo

O MIT Media Lab junta áreas que vão do design à robótica e é responsável pelas mais vanguardistas inovações do Massachusetts Institute of Technology, uma das mais reputadas universidades do mundo na área da tecnologia. Agora, …

Choveu água preta em São Paulo

Na tarde de segunda-feira um fenómeno climático transformou o dia em noite na cidade de São Paulo em plena tarde. E choveu água preta. Nas redes sociais há inúmeras imagens de copos, garrafas e baldes que …

Macron vai encontrar-se com iranianos para debater acordo nuclear

O Presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou na quarta-feira que vai encontrar-se com representantes do Irão antes da reunião do G7, que decorre no próximo fim de semana, para trabalhar em propostas que salvaguardem o …

Pentágono confirma morte do filho de Osama bin Laden

O secretário de Defesa dos Estados Unidos (EUA), Mark Esper, confirmou a morte de Hamza bin Laden, filho e herdeiro do fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden. "Esse é o meu entendimento", disse Mark Esper, numa …

Homem detido por filmar por baixo das saias de mais de 550 mulheres no metro de Madrid

Um colombiano de 53 anos foi detido e ficou em prisão preventiva nesta quarta-feira, em Madrid, acusado de filmar vídeos por baixo das saias de mais de 550 mulheres — algumas menores — e publicá-los …

Tempo de espera nos CTT é principal causa de insatisfação dos clientes

Um inquérito da associação Deco a 1.800 clientes dos CTT revela que esperam, em média, 18 minutos para serem atendidos e que o tempo de espera é o que causa mais insatisfação. O inquérito realizado a …