Índia ultrapassa os 50 mil mortos. Nova Zelândia adia eleições gerais

Jagadeesh Nv / EPA

A Índia ultrapassou, esta segunda-feira, as 50 mil mortes provocadas pelo novo coronavírus. Na Nova Zelândia, as eleições gerais foram adiadas quatro semanas devido ao ressurgimento de casos no país.

Segundo os dados oficiais do Ministério da Saúde indiano, o país registou mais 900 óbitos nas últimas 24 horas, tendo ultrapassado a marca das 50 mil mortes por causa da pandemia de covid-19.

O país é o quarto no mundo com o maior número de mortos (50.921), atrás dos Estados Unidos (169.841), Brasil (107.852) e México (56.757).

Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou ainda 2.589.682 casos confirmados de covid-19, segundo os dados divulgados, esta segunda-feira, pela Universidade Johns Hopkins.

O México, por sua vez, registou 4448 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um dos valores mais baixos nas últimas semanas, segundo as autoridades de saúde mexicanas, além de 214 mortes. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 522.162 casos.

O Brasil registou 620 mortos e 23.101 infetados nas últimas 24 horas, totalizando 107.852 óbitos e 3.340.197 casos confirmados desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos registaram, nas últimas 24 horas, mais 528 mortes e 43.321 novos casos de infeção, segundo dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins. De acordo com o balanço mais recente desta instituição, o país regista 169.841 mortos e 5.388.931 infetados.

Eleições gerais na Nova Zelândia adiadas

Na Nova Zelândia, as eleições gerais, que estavam marcadas para 19 de setembro, foram adiadas para 17 de outubro, quatro semanas depois, devido ao ressurgimento de casos no país.

“Esta decisão dá a todos os partidos o tempo necessário para fazer campanha durante as próximas nove semanas e dá, à Comissão Eleitoral, tempo suficiente para assegurar que as eleições se podem realizar”, declarou a primeira-ministra Jacinda Ardern.

A governante estava sob pressão para adiar a data das eleições, já que todos os partidos suspenderam as campanhas eleitorais devido ao regresso da pandemia de covid-19 ao país, registado na semana passada e cuja origem permanece desconhecida.

Na sexta-feira, o Governo neozelandês decidiu prolongar por mais 12 dias o confinamento em Auckland, a maior cidade do país, para combater o ressurgimento da covid-19, ao fim de 102 dias sem registo de qualquer contágio local.

A primeira-ministra reconheceu que há uma grande ansiedade no país com o regresso da covid-19, detetada em quatro pessoas, na terça-feira, em Auckland. No domingo, o número aumentou para 49 casos confirmados.

Jacinta Arden está com uma taxa de popularidade de 60%, nas sondagens, devido ao modo como lidou com a pandemia, o atentado às mesquitas de Christchurch, no ano passado, e a erupção do vulcão da White Island.

O partido trabalhista, da líder do Governo, está em posição de vencer as eleições sozinho, sem precisar de ajuda dos pequenos partidos com os quais fez coligações durante a legislatura que está a terminar.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 766 mil mortos e infetou mais de 21,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência France-Presse.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sondas espaciais com "cunho" português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). A passagem …

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …