Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma.

Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil acesso à Internet têm de se inscrever para serem inoculadas, enquanto quem mora em aldeias e em locais com pouco ou nenhum acesso à rede deve dirigir-se a um posto de saúde governamental para se inscrever online e receber a vacina de imediato.

No entanto, este plano de vacinação não funcionou. Alguns indianos que vivem nas cidades conduziram longas distâncias para serem vacinados em aldeias, negando as doses aos moradores mais pobres.

Segundo a Vice, o site do Governo e a aplicação, desenhada especificamente para uma das maiores campanhas de vacinação do mundo, não conseguiram acompanhar os milhões de inscritos vindos das cidades.

Além disso, o país enfrenta uma grave escassez de vacinas. Quando a Índia deu início à campanha de vacinação, no início de abril, administrava um recorde de 3,5 milhões de vacinas por dia. Na semana passada, esse número foi reduzido para 1,3 milhões.

“O fornecimento de vacinas permaneceu quase o mesmo desde o início da campanha, mas a população-alvo elegível triplicou”, justificou Chandrakant Lahariya, especialista em políticas da saúde, à Associated Press. “No início, a Índia tinha muito mais oferta garantida do que procura, mas agora a situação inverteu-se.”

“Injustiça social criada pela exclusão digital”

“Recebi algumas reclamações de áreas rurais de que pessoas com experiência em tecnologia nas cidades estão a inserir os códigos PIN rurais para se registarem para a vacinação contra a covid-19”, disse Rajesh Tope, ministro de Saúde Pública e Bem-Estar Familiar do estado de Maharashtra, em comunicado.

É uma injustiça para com a população rural que está a ser privada da oportunidade de ser vacinada. As pessoas da cidade não deveriam fazer isso. Não há necessidade de entrar em pânico com o fornecimento limitado de doses”, acrescentou o responsável, apesar de não ter apresentado qualquer solução para o problema.

À Vice, um profissional dos media, que não quis ser identificado, disse que, em Mumbai, as pessoas estão a publicar nas redes sociais “como se conseguir uma vaga para a toma da vacina fosse como reservar bilhetes para um festival de cinema”. A situação “destaca a injustiça social criada pela exclusão digital“, disse.

De acordo com dados do Governo indiano, metade da população não tem acesso à Internet e, mesmo aqueles que têm acesso, não sabem como usar os serviços digitais.

“Pessoas financeiramente abastadas como nós estão a ter acesso às vacinas mesmo quando podemos trabalhar em casa”, disse Sahil Khan, um designer que vive em Pune. “Mas há pessoas que não sabem como ter acesso à vacina mesmo quando mais precisam.”

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Segundo dizem o maior produtor de vacinas, mas coitados são pobres e elas saem das fábricas a caminho de povos mais ricos, exploração humana sob a capa da globalização!

RESPONDER

Julgamento de Ricardo Salgado volta a ser adiado a pedido da sua defesa e do MP

O julgamento ao ex-patrão do Banco Espírito Santo, Ricardo Salgado no âmbito da Operação Marquês, foi adiado para 6 de julho. Segundo o Correio da Manhã, o julgamento foi adiado, pela segunda vez, depois do …

Moedas de prata encontradas na Polónia podem ter sido resgate pago a invasores vikings

Especialistas acreditam que 118 moedas de prata encontradas na Polónia pertençam a um resgate pago pelos franceses aos vikings para interromper o cerco da cidade de Paris. Um tesouro de 118 moedas de prata foi encontrado …

PSD ignora decisão da concelhia na Guarda e escolhe candidato à revelia

A direção nacional do PSD é acusada de ter ignorado a decisão da concelhia na Guarda e ter escolhido um candidato às eleições autárquicas à revelia. Um grupo de militantes da Guarda apresentou uma queixa ao …

Medina apresenta auditoria sobre manifestações em Lisboa “nos próximos dias”

O Presidente da Câmara de Lisboa revelou que “na sequência da auditoria”, que será conhecida nos próximos dias, irá tomar “as medidas para assegurar que não voltam a acontecer” falhas na proteção de dados de …

As abelhas-operárias reproduzem-se fazendo clones (quase perfeitos) de si mesmas

Uma equipa de investigadores da Universidade de Sydney descobriu que as abelhas-operárias, uma espécie encontrada na África do Sul, se reproduzem fazendo clones quase perfeitos de si mesmas. Algumas pesquisas anteriores indicavam que algumas abelhas-operárias se …

"Quero entender o que aconteceu comigo": Eriksen já reagiu ao colapso em campo

O internacional dinamarquês Christian Eriksen já reagiu à sua queda inanimada dentro do relvado, dizendo que está melhor e que quer entender o que aconteceu. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do Grupo …

Teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje. Exceto em quatro concelhos

O teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje, passando a ser recomendado na generalidade do território de Portugal continental, exceto nos quatro concelhos que apresentam taxas de incidência de covid-19 superiores aos limites …

Variantes do coronavírus podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas

Variantes do coronavírus, como a britânica e a sul-africana, podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas, revela um novo estudo. Os anticorpos que criamos depois de sermos infetados com um vírus ou vacinados contra ele …

Estudo apresenta nova visão sobre a forma como os continentes se formaram

Um estudo liderado por geólogos da Monash University apresenta uma nova visão sobre a forma como os primeiros continentes da Terra se formaram. Apesar da Terra se ter formado há mais de 4,5 mil milhões de …

Cientistas descobrem novo exoplaneta semelhante a Neptuno

Uma equipa internacional de colaboradores, incluindo cientistas do JPL da NASA e da Universidade do Novo México, descobriram um novo exoplaneta temperado, do tamanho de Neptuno, com um período orbital de 24 dias orbitando uma …